Meu filho gozou na minha boca

Desde que meu filho e eu começamos a bater punheta juntos estamos cada vez mais íntimos.
Há alguns dias avançamos um pouco mais e acabei caindo de boca em sua rola e não fez o mesmo, acabou se mostrando mais ativo, mas bateu punheta pra mim até que gozar. Mas o que quero contar aconteceu esta madrugada.

Assistimos um filme que acabou por volta de uma da manhã e depois disso começamos a conversar e ouvir música.
A hora foi passando e nada de pegarmos no sono (a propósito colocamos o meu colchão na sala para assistir). Eu já estava começando a ficar com sono e ele nada de demonstrar que iria dormir rápido, continuávamos conversando e eu já reduzindo a fala, mas ainda o acariciando até que percebi que ele estava ficando de pau duro. Nessa hora o meu tesão começou a falar mais alto.

Eu: Filho o que eu posso fazer para que você durma rápido?
Júnior: Não sei pai, o que quer fazer?

Já nem respondi, comecei a mordiscar seus braços e peitoral, fui descendo até a barriga e nas laterais chegando bem próximo da sua cueca e nesse momento levei a mão ao seu pau e agarrei com força, ele deu um gemido longo e baixinho. Agora aumentava mais a intensidade das mordidas e já não soltava mais seu pau, ele começou a passar a mão em minha cabeça e costas, vez ou outra me puxava para perto e metia a mão dentro da minha cueca e punhetava lentamente meu pau.
Eu queria que ele pedisse pra eu chupar seu pau, por isso mantive a sessão de leves mordidas e punheta por cima da cueca, num momento dei uma mordida em seu pau ainda dentro da cueca, ele gemeu alto, segurou minha cabeça contra seu pau e começou a forçar.

Eu: o que vc quer?:
Júnior: cai de boca pai!

Mais que depressa tirei seu pau pra fora da cueca lambi ele todinho e quando estava nas bolas voltei e de imediato coloquei todo na minha boca já fazendo uma garganta profunda. O filhão foi a loucura, já arrancou a cueca e começou a fuder minha boca comonse fosse uma buceta, fiquei em posição como se fosse fazer um 69 e ele começou a me punhetar com a mão dentro da cueca, tirou meu pau pra fora e começou a lamber e punhetar. Eu ia loucura com aquilo, de repente ele levanta me manda ficar de barriga pra cima, sentou em cima do meu pau ainda na cueca e começou a esfregar o rabo nele, pensei que iríamos fuder naquela hora, mas aí ele vem segura minha cabeça e atola a rola na minha boca me deixando várias vezes sem ar, tirava a rola da minha boca e batia na minha cara.
Foi assim até eu sentir uns 5 jatos de porra quentinha na minha garganta.
Que tesão do caralho foi aquilo.
Aí pensei: agora fudeu ele vai parar… Que nada! Continuou fudendo minha boca e com a mão para trás batendo punheta pra mim, vez ou outra empinava a bunda e esfregava na minha rola, até que eu gozei fartamente em sua mão, bunda e perna.
Foi sem dúvida nosso melhor momento até agora.
O safado ainda levantou, foi ao quarto dele, trocou de cueca, voltou na geladeira pegou uma garrafa de água e me ofereceu, falei que queria sim, aí ele disse que não era pra eu beber muita água para que não saísse o gosto e o cheiro da porra dele da minha boca.
Acordei há pouco e resolvi contar o que fizemos e agora estou com muito tesão novamente.
Logo tem mais…

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.