Sendo comida por um garoto virgem

Há mais de um ano, conheci um casal no Recife. No começo, eu conversava só com a mulher (vou chamá-la de Ana). Ela me contou que tem um filho de 15 anos, que é virgem ainda, e ela não tem coragem de

tirar o cabaço do filho. Seu marido é a favor, mas ela não consegue, entende? E o marido tem muito medo de que o garoto se torne viado, pois ele não teve até agora nenhuma namorada, só amigos homens do colégio.

Ana é bissexual e o marido é hétero, bem machão! Depois de muita conversa, eles me convidaram para passar uns dias em seu apartamento, na praia da Boa Viagem. Viajei dizendo aos meus filhos que ia comprar algumas roupas para minha loja. Fiquei muito nervosa, mas o tesão era maior, adoro garotos me comendo e ainda mais sendo virgem! Gosto de ensinar os prazeres do sexo, adoro chupar uma pica de um novinho. Quando cheguei ao Recife, eles estavam me esperando no aeroporto, e fui apresentada ao garoto – cujo nome era André – como uma prima de Ana. Eles eram muito gentis, fomos a um shopping e depois para o luxuoso apartamento. Jantamos e tomamos um vinho. Eu estava com um vestido branco, supertransparente, mas o diabo do garoto não me olhava muito (ao contrário do marido de Ana, que não desgrudava os olhos de mim!). Eu já estava subindo pelas paredes! No fim do jantar, fui até o banheiro e tirei minha calcinha. Voltei até a sala e sentei no sofá bem em frente ao garoto, comecei a abrir minhas pernas e fazendo tudo como sem querer… Quando o moleque percebeu, não tirou mais o olho da minha buceta, que é bem cabeluda (não gosto de depilação). Fiquei com muito tesão. Logo depois, seus pais, que estavam vendo televisão, disseram ao garoto que eu ia dormir no quarto dele e André dormiria no sofá.

Eu logo falei que não me importaria se o menino dormisse no quarto comigo. Fui até o banheiro para vestir uma camisola vermelha bem curta, e não vesti calcinha, claro! Quando voltei, dirigi-me ao quarto. O garoto estava deitado em um colchão no chão, próximo à a cama dele.

Ele vestia uma cueca box branca, e dava para ver um volume em forma de cilindro, do lado esquerdo, como se fosse uma pequena linguiça! Então, eu lhe disse:

— Você não quer dormir comigo aqui na cama?

Ele nada respondeu, apenas veio e se deitou na cama, e quando eu me acomodei do seu lado, podia sentir ele tremendo. Nesse momento, comecei a passar a mão delicadamente em seu pau, e apertei por cima da cueca. Dei-lhe um beijo na boca, ele beijava bem, por incrível que pareça, chupou minha língua com força, e logo minha buceta ficou molhada. Tirei sua cueca e pude ver um pau grosso, não era grande, mas muito bonito, e fui beijando e punhetando! Exalava um cheiro de xixi, que eu adoro!!!!

O garoto quis meter o pau em minha buceta, mas eu disse:

— Calma, filhinho! Antes, você tem que chupar minha buceta!!!

— Mas eu não sei fazer isso, mamãe??!

Quando ele me chamou de mãe, notei que ele sentia imenso tesão pela sua mãe, e fiquei com mais tesão ainda.

–Tenha calma, vou te ensinar a chupar uma xoxota, para depois você fazer com a sua mãe, se quiser. Venha aqui, comece dando um beijo bem no grelo e com os dois dedos abra e passe a língua no bem no meio, pra baixo e pra cima!!!!

Deitei com as pernas bem abertas, e ele fez tudo como lhe ensinei. Cheguei a gozar em sua boca. Depois ele veio subindo, abriu minha camisola e chupou gostoso os meus seios, e pude sentir a ponta do pau dele forçando a entrada da minha buça. Ele deu uma estocada e sem parar de chupar meus peitos, o pau entrou com muita facilidade e rapidez, pois eu já estava ensopada de tesão! Pude sentir seus ovos bater em meu cu e logo ele estava gozando dentro de mim!!! Nossa! Quase gozei só em sentir seu sêmen dentro da minha vagina!! Ele deitou de lado, e, rapidamente, eu caí de boca em seu grosso pênis, chupei com força e senti o gosto de sua porra juvenil! Subi em cima do rapazinho inocente e comecei a cavalgar em seu pau enquanto dizia:

— Goza de novo e faz sua mamãe gozar gostoso, vamos filhão pintudo!!!! Aiiiii!!!

Logo ele estava descarregando novamente dentro de mim, e eram jatos fortes! Continuei em cima dele, e gozei como há muito tempo não conseguia.

Peguei em sua mão e fomos juntos tomar um banho gostoso. Depois, dormimos abraçadinhos. Pela manhã, ele me comeu mais duas vezes.

Neste mesmo dia, um sábado, fomos todos à praia.!

(Por favor, leitores, uma pausa para eu tocar uma siririca!!!!!)

No dia seguinte, domingo, pela manhã, novamente fomos todos à praia. Vesti um maiô bem-comportado, mas o pai do garoto e o moleque

não paravam de olhar para o volume da minha buceta (ela é grandinha, mesmo!) Fiquei com muito tesão.

Brincamos e bebemos algumas cervejas, mais ou menos na hora do almoço, comemos um peixe. E quando voltamos para casa, o casal deixou o garoto na casa de parentes. Fomos para o apartamento. A sacanagem rolou solta, tomamos um banho os três juntos, fomos todos pra cama, e lá a mulher me chupou, nossa foi muito gostoso, amigo! Gozei muito…. Depois, foi a vez do homem me chupar até eu gozar de novo!!!

Ele me colocou de quatro e me fudeu gostoso. Eu gemia bem alto! Sua mulher mamava nos meus peitos, gozei muito!!!!!

No fim, tomamos mais um banho, os três juntos. O homem, então, foi buscar o garoto. Tentamos transar na sala com os pais dele nos olhando, mas o garoto ficou com vergonha. Daí, fomos para o quarto, aí tirei toda a minha roupa e chupei bastante seu pau de garoto virgem, ele gozou em minha boca e bebi tudo!!!! Sentei em cima de seu pau e gozei muito! Foi muito gostoso, pena que tive de vir embora…. O garoto chorou muito, quase todos os dias eles me mandam e-mails. A mãe está quase dando pro filho!!!

Façam comentários, pois lendo-os fico toda molhada!!!!

Beijos!!!!

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *