Enfim Chupei um desconhecido

Olá, sou de Brasília, vou compartilhar com vocês uma experiência diferente que tive a algumas semanas. Como foi algo real que rolou, não irei citar nomes por questão de privacidade mesmo.

Tenho 19 anos, sou loira e baixinha, faço acadêmia pra tentar ganhar um corpo, pois me acho muito magrinha kkk.

Meu namorado tem 26 anos, nos damos muito bem e somos abertos um com o outro em relação a tudo. E em uma noite comum na sua casa, estávamos bebendo e conversando, lembro que começamos a conversar sobre sexo e ele me perguntou como eu tinha perdido a virgindade. Fiquei meio surpresa com a pergunta, mas contei pra ele de boa como tinha sido.

Percebi que ele ficou muito excitado, bebemos mais um pouco e depois transamos, ele me comeu com muita vontade essa noite.

Mais ou menos uma semana depois, a gente estava voltando do aniversário da minha prima, fomos pra minha casa. Esse dia a gente tinha bebido mais do que normal, estávamos sentados na minha cama, quando ele me perguntou como foi a primeira vez que chupei um homem. Achei estranho, lembrei do dia que me perguntou como perdi a virgindade e agora essa.

Mas comecei a contar, notei que novamente ele ficou exitado e isso de certa forma me deixou excitada também e juntou com o efeito da bebida, tirei seu pau pra fora do shorte e comecei a mastubar, ele estava com tanto tesão que gozou antes de eu terminar a história.

No outro dia fiquei pensativa com isso, de certa forma mexeu comigo. Como falei, temos uma relação ótima, então me senti a vontade de perguntar se ele teria algum fetiche oculto e que poderia me falar.

Percebi que meu namorado ficou meio tenso com a pergunta e com dificuldade ele me respondeu que sim mas não teria coragem de me contar.

Depois de insistir muito, com um certo medo ele me responde que tinha um desejo de ver uma mulher chupando outro homem na frente dele.

Confesso que achei meio estranho, mas começamos a conversar sobre. Tenho a cabeça muito aberta em relação a sexo, apesar de não ter nenhuma experiência assim diferente, falei que se ele realmente quisesse realizar isso eu iria fazer pra satisfaze-lo, mas que teria medo de que mudasse algo entre nós. E de novo transamos muito.

Alguns dias depois, estava almoçando em casa e recebo uma mensagem do meu namorado, dizendo que tinha decidido realizar aquele desejo. Ao ler aquilo meu coração disparou, afinal, seria algo bem diferente pra mim, mas lá no fundo eu ficava excitada com a situação.

Conversamos muito sobre isso durante toda a tarde, pelo Whatsapp mesmo. Decidimos criar um perfil no tinder e eu que iria escolher a pessoa. Era tanto homem nesse negócio interessado que juro que no início fiquei perdida.

Era muito estranho estar conversando com outros, mas ao mesmo tempo instigante. Após alguns dias um homem me chamou atenção, nosso papo tinha sido diferente em relação aos demais, ele tinha 31 anos, educado, uma boa aparência, foi o único que senti confiança realmente de ser bem direta com o que queríamos. Deixei claro que eu ia apenas chupar e meu namorado assistir, nada mais. Ele demonstrou maturidade, e ficou muito interessado. Passei então meu número e continuamos a conversar pelo wpp.

O papo foi ficando mais quente e ele me mandou uma foto do seu pau, sem que pedisse, era grande e grosso, não tenho muita noção, mas tinha tipo uns 20cm. Senti um frio na barriga, foi estranho ficar excitada vendo outro pênis, mas fiquei bastante molhada.

Na mesma noite comentei com meu namorado que tinha achado alguém interessante e se ele realmente queria fazer isso. Ele nem relutou e já pediu pra eu marcar, não gostei muito dessa ansiedade mas ok. Era sexta feira, marcamos pro sábado 20hrs, era o tempo que o rapaz tinha livre.

Essa noite foi bastante difícil dormir, passando várias coisas na minha cabeça, alguns receios, mas enfim, já estava marcado pra acontecer. Como fui dormir bem tarde, acordei por volta de meio dia, almocei, tinha que arrumar umas coisas da faculdade, isso de certa forma fez o dia passa bem rápido.

Umas 17:30 comecei a me arrumar pra ir pra casa do meu namorado, fui bem básica mesmo, um sandália, shorte mais curto e uma blusa que dá uma valoriza nos meus peitos kkk, que não são grandes.

Cheguei na casa do meu namorado umas umas 19:00, eles estava bebendo uma cerveja, parecia estar ansioso e com tesão. Eu estava morrendo de nervosismo por dentro mas conseguindo disfarçar legal. Comecei a beber também e ficamos conversando, estava um clima diferente no ar. Chegando perto das 20hrs o rapaz me manda uma mensagem avisando que tinha chegado e em seguida o interfone toca. Liberei a sua entrada, nesse momento meu coração começou a acelerar, fiquei bem ansiosa, afinal, sempre rola um medo de algo não certo, enfim.

Ele bateu na porta e fui recebe-lo, era mais alto do que parecia nas fotos, foi bastante educado pessoalmente também, cumprimentou eu e meu namorado, demonstrou maturidade, isso deixou o clima mais leve.

Sentei no sofá e o chamei, ele veio se aproximando, parou em pé na minha frente e perguntou se era pra abaixar a calça, balancei a cabeça acenando que sim. Ele então começou a tirar o cinto, abaixou a calça até o joelho e aproximou seu pau do meu rosto, já estava duro.

A partir daí sabia que tinha chegado o meu momento, ainda estava bastante nervosa mas o tesão começou a tomar conta, meu namorado estava no sofá ao lado, calado, apenas observando.

E então com uma mão segurei o seu pau e fui aproximando meus lábios, começando a chupar do início ao final da cabecinha, devagar, que já preenchia quase toda minha boca.

Aquela negócio que já estava duro, ficou mais ainda em minha boca, dava pra sentir as veias saltando.

Continuei chupando e aumentando a velocidade, chupava toda a cabeça e mais um pouco só, como era grande, não cabia mais, não sou daquelas de fazer garanta profunda kkk.

Comecei a fazer movimentos com a mão também, enquanto sugava. E ele que até então estava quieto, começou a aumentar a respiração. O que me deu um tesão enorme. Até me assustei quando senti minha calcinha encharcada.

Fui acelerando o ritmo, já tinha acostumado mais com o tamanho do pau dele e fui começando a aproveitar melhor a chupada.

Meus labios deslizavam fácil ao mesmo tempo que o masturbava.

Era nítido que a excitação dele estava aumentando rápido, além da respiração forte ele já esboçava alguns leves gemidos.

Seu cacete começou a soltar bastante líquido, o lubrificante, eu chupava e sugava a cabecinha com muita vontade, só pra ele soltar mais e eu sentir o gosto salgadinho haha.

Fazer aquele homem diferente sentir prazer na minha boquinha estava sendo gostoso demais, nem eu esperava sentir isso.

Comecei a alternar, as vezes masturbava seu pau fora da minha boca, depois só mamava a cabecinha ou chupava e masturbava mesmo tempo.

Não demorou tanto e eu sabia que ele não estava mais aguentando de tesão.

Comecei a sentir seu cacete ficar cada vez mais duro. A cada sugada ele latejava.

O cara já estava sem controle. E junto com um gemido mais intenso que os outros, senti seu pau inchar por inteiro e a pulsar na minha boca.

Sabia que iria gozar, só fechei os olhos e recebi o primeiro jato de esperma, muito quente e grosso.

Fui diminuindo o movimento, e fiquei paradinha, só sentindo seu pau vibrando a cada esguichada. Tudo na minha boca.

Foi tanto que engoli um pouco sem querer. Fiquei até o final e com a boca cheia levantei e fui ao banheiro cuspir o restante.

Quando voltei o homem já tinha colocado a calça e como combinado ele foi embora.

Eu e meu namorado transamos como nunca, na verdade a noite inteira.

Estamos bem um com outro, a princípio na mudou nada entre nós e espero que continue assim, mesmo nem sabendo se vamos repetir isso um dia.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *