Levando piroca a tarde toda

Então, como é a primeira vez que escrevo aqui, resolvi me apresentar primeiro. Eu sou transexual, loira cabelão com 1,85m, magra corpinho de modelo, seios e bumbum pequenos, com detalhezinho bonitinho. Primeiro que acho todos esses contos de travestis muito errados. A gente sempre é a ativa que come os boys e as mina também. Só que a verdade não é bem assim né kkkkk Eu gosto mesmo é de dar, e muito. E só saio com preto, como toda boa loira, e tenho meus mil contatinhos.

Aumento Peniano

Outro dia, estava esperando a minha vez na manicure do lado de fora do salão enquanto fumava um cigarro. Quando entrou um preto maravilhoso no salão, grande, forte, de barba. Ele veio pelas minhas costas e não vi ele chegar, ele entrou e ficou de papo com a minha amiga uns minutos. Esperei o gato sair e entrei, mas não sem antes secar ele de cima abaixo quando nos cruzamos. Na mesma hora perguntei pra minha amiga quem era o touro. Primo de uma amiga, gostoso, cachorro e maludo, do jeito que você gosta, disse ela.

Passa dia, menos dia, está eu subindo a ladeira cheia de sacola de compra pesada, quando o primo da amiga me para e se oferece pra me ajudar a subir com as sacolas. Óbvio que aceitei. A raba chegou a se babar toda, ia ser hoje que eu ia dar pra ele, ainda bem que a casa tava arrumada. Ele entrou com as sacolas e as colocou na cozinha, parei do lado dele, encostada na máquina de lavar, cabelão solto, short e top minúsculos, sandalinha havaiana e francesinha. Deixei ele me secar bastante, acendi um cigarro e traguei algumas vezes enquanto ele me olhava e trocávamos algumas palavras. Quer um café? Quero.

Disk Sexo

Quando me virei na pia pra preparar o café, o cachorro se encostou em mim todinho. Me pegou na cintura, o peito nas minhas costas, a boca no pescoço, a rola já bem dura na bunda. E rebolei. Fui arrumando a cafeteira enquanto ele ia me bolinando. Botou os bicos pra fora do top e apertou. Encheu as mãos na minha bunda, apertou bem e bateu, uma, duas, na terceira agarrou bem firme de novo e abriu. Meu rabo já estava implorando por aquele macho. Depois que acabei tudo, liguei a cafeteira e me virei pra ele na pia.

Ele voou em cima de mim e me beijou. Me agarrou, me chupou, me lambeu toda me deixando já mole. Arriou o top fazendo os peitinhos bicudos saltarem e já veio engolindo eles. Primeiro um e depois o outro, lambeu, chupou e mordeu bem gostoso, gemi como cadela no cio. Ele me catou pelos cabelos e me arriou, eu obedeci e ajoelhei, puxei a bermuda com as mãos junto com a cueca e aquela rola enorme pulou pra fora. Nem pensei e cai de boca já engolindo tudo. Acabou de endurecer na minha boca e chupei as bolas. Chupei bem gostoso e sem pressa, e ele gemeu… Voltei pra rola agora com ela tinindo de dura e engoli tudinho de novo. Ele tomou posse de mim de novo, me catando firme pelos cabelos, na mesma hora ele começou a comandar a mamada, fiquei toda mole e me deixei levar, e ele fodeu minha boca com vontade. Batia com a rola na minha cara, esfregava e eu só obedecendo boazinha, babei e chupei muito.

Me levantou pelos cabelos e me jogou de cara na pia. Tirou o short, empinou bem o meu rabo, afastou a calcinha e meteu. Meteu de um vez só. Eu já tava toda molhada e doida pra ser comida, mas como era enorme, deu aquela fisgada me fazendo arrepiar toda. Ele nem se abalou comigo, deu umas metidas bem fundas e devagar já me fazendo gozar a primeirai vez. Começou a fincar firme e devagar, tirando e pondo tudinho, e eu gemendo já querendo gozar de novo. Quando percebeu que a raba ja tava toda molinha e macia na rola dele, me catou firme pela cintura e começou a socar. Gozei a segunda mas ele continuou metendo, e eu continuei gozando. Quando ele viu que ia gozar, me puxou pelo cabelo de novo e gozou forte na minha cara me lambuzando todinha.

Na mesma hora o gato me levantou, me pegou no colo como se eu não pesasse nada e me levou pro quarto. Me deitou de ladinho, se encaixou atrás de mim e comigo mole ainda das gozadas, meteu de novo, a rola entrou que nem faca quente na manteiga. Foi metendo devagarinho e rebolando bem gostosinho atrás de mim. Quando dei por mim ele já tava socando sem pena. A rolona deslizava gostoso e minha bunda só mastigava.

Me virou de papai-mamãe com as pernas nos braços dele e meteu. Meteu muito. Meu caldo escorria e ele metia no meu rabo já todo molinho. Até que deu umas fincadas bem fundas e gozou dentro gemendo muito, desabando em cima de mim. Descansamos um pouco e ele já veio me colocando de quatro. Me pegou pelo cabelo e fincou gostoso a rolona dura. Macho gostoso, e já veio socando. A mão grossa estalava na bunda com umas tapas que me faziam gemer deliciosamente. O corpo enorme e forte dele me sacudia toda a cada bombada funda e gozei, gozei, gozei… o meu detalhe só balançava sempre molinho.

Dei horrores nesse dia, depois ainda sentei até não aguentar mais, e o tronco sempre duro. Depois desse dia ele passou a me comer sempre, era só mandar zap que ele vinha correndo me comer gostoso. até hoje é assim.

Então amores, conto verdadeiro e gostoso de trans é assim, com a gente levando muita rola grossa. Ativa nem pensar. Algum roludão do RJ querendo provar?

1 Reply to “Levando piroca a tarde toda”

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *