Aproveitando a ausência do marido

Gostaria de compartilhar com vocês uma experiência maravilhosa que tive ontem.
Seguindo os conselhos de alguns de vocês decidi que se quero realizar minhas fantasias preciso ter mais coragem e tomar uma iniciativa.
Pois bem,ontem eu estava verdadeiramente no cio. Acordei pensando em sexo e com uma vontade louca de fazer uma putaria bem gostosa,daí lembrei que Danilo,um dos funcionários do condomínio onde moro havia sido demitido e deixado seu contato com meu marido para o chamarmos caso precisássemos de serviços de motorista,pois o mesmo já tinha nos servido em algumas oportunidades

Aumento Peniano

anteriores.Tratei de bolar um plano para por em prática e entrei num site de garotas de programa e fechei com Aline,uma gostosa que me deixou babando de vontade de chupá-la com as fotos dela,acertei o preço e marquei num shopping aqui próximo para pegá-la.
Liguei pra ele e falei que tinha um aniversário de uma amiga para ir e como eu iria beber precisaria dele para dirigir para mim.

Tomei um banho e fiz questão de caprichar na depilação,deixando minha buceta toda raspadinha,evidenciando meu clítoris avantajado. Pus um vestidinho super decotado e uma calcinha de renda fio dental que deixa meu rabo convidativo…nos lábios um batom vermelho e os cabelos que são loiros e longos deixei soltos ao natural.

No horário combinado Danilo chegou.Ele tem por volta de uns 27 anos,moreno claro,não chega a ser atlético mas tem um corpo que já me peguei admirando algumas vezes.
Ele logo perguntou se meu marido não iria conosco e avisei que não,pois ele está fora essa semana para um congresso em Sampa.No caminho notei que ele me olhava desconcertado pelo retrovisor,falei pra ele que teria que passar no shopping para comprar uma lembrancinha e para encontrar uma amiga que iria comigo para a festa.

A essa altura minha buceta estava encharcada de tesão,o simples roçar da calcinha me fazia estremecer e eu estava curiosíssima para ver aquela putinha do site e ser comida por ela e meu motorista.
Quando ele estacionou desci e rapidamente cheguei no café onde havíamos marcado,ela era ainda mais tesuda que nas fotos,pela expressão em seu rosto deu pra notar que ela também gostou da”cliente”. Expliquei pra ela todo o meu plano e fomos juntas para o carro.

Sentamos as duas no banco traseiro e de início fomos logo nos beijando,Danilo nos observava pelo retrovisor sem acreditar no que via e eu falei pra ele que precisava aproveitar um pouco o fato do meu esposo estar viajando e sair da rotina e perguntei se poderia contar com a discrição dele.
Ele com a voz trêmula respondeu:
-Pode ficar tranquila dona Beatriz,gosto muito de trabalhar pra senhora e jamais criaria lhe criaria problema.

Disse isso alisando o pau que mesmo escondido pela calça já dava sinais de estar em ponto de bala.
Indiquei o caminho pra ele que não sabia que na verdade estávamos indo para um motel.
Olhei para Aline e passei a beijá-la com mais sofreguidão,ela desceu as alças do meu vestido e começou a me chupar os peitos,que estavam com os mamilos rosados eriçados de tanto desejo,não perdi tempo e fiz o mesmo naqueles peitos maravilhosos,ela era deliciosa,conduzi a mão dela até minha buceta e ela ficou massageando meu grelo e dizendo que tava doida para me chupar inteira.

Os passageiros de um ônibus que parou ao nosso lado no sinal não acreditaram no que viram quando observaram eu e a Aline nos pegando dentro do carro,e eu que adoro me exibir estava quase gozando com aquilo tudo.
Foi quando olhei para frente e tive uma grata surpresa… meu motorista estava se acabando numa punheta e o pau dele me deixou mais fora de mim ainda.Que delícia de rola,não queria esperar mais nenhum minuto para tê-la em minha boca e em me fudendo inteira. Disse pra ele que mudei de idéia e que iria para uma outra festa e pedi que nos levasse para um motel aqui da cidade.

Ao chegarmos estávamos os 3 em ponto de bala.
Ordenei que ele ficasse de início apenas nos observando e tratei de ir saborear aquela delícia de mulher. Passamos um bom tempo num 69 maravilhoso,sua buceta assim como a minha era greluda e lisinha,chupei com vontade e dei lambidinhas no cuzinho dela que piscava para mim,ela enfiava os dedos no meu rabo e chupava meu clítoris com a maestria de uma profissional…enquanto isso seu Danilo estava nu e se masturbava com aquele cacete enorme que brilhava na ponta com o líquido de sua excitação.Olhei pra ele e falei:

Seu Danilo venha até aqui que hoje serei sua puta,venha e me foda inteira que quero me acabar nessa pica gostosa que o senhor tem.
Eu e Aline dividimos aquele mastro e começamos a chupá-lo ao mesmo tempo,ele me chamava de puta e dizia que não acreditava no que tava acontecendo,que eu era uma vadia gostosa e que iria me fuder até eu estar com a porra dele em todos os buracos.

pedi que ele fudesse a Aline primeiro pois queria observá-los um pouco.
Sentei na poltrona ao lado da cama e comecei a me masturbar enquanto ele caia de boca na buceta dela.Em pouco tempo já estava gozando loucamente vendo aqueles dois naquela foda sacana,fui pra junto deles e a cada retirada do pau dele da buceta dela eu o lambia inteiro,depois invertemos e ele socou aquele pau com força em minha buceta enquanto eu chupava a buceta de Aline.\passei então a implorar para que ele me enrabasse,gritava feito uma possuída,finalmente estava realizando várias de minhas fantasias…vi na cabeceira ao lado que haviam diversos vibradores e um em especial me chamou atenção,era um pau enorme preso a uma cinta…sinalizei

pra Aline que não se fez de rogada e em segundos estava ao meu lado com aquele brinquedinho maravilhoso,falei pra os dois que queria sentir como é uma DP e fui as nuvens quando aquelas duas picas me preencheram,minhas pernas tremiam e pedi para ele me estapiar,ele me dava tapas na bunda e na cara e me chamava de cadela,vagabunda e me fazia sentir tão puta quanto a Aline.A cada gozada minha buceta esguichava em cima deles,ele parecia nunca ter visto uma mulher gozar assim e saboreava cada jato que saía de mim.

No final decidi que não sairia dalí sem fazer mais uma loucura e pedi que os dois me dessem um banho de chuva dourada,ele ficou pirado com a proposta e disse que eu era a puta que todo homem sonhava em ter em casa e me pediu para fazer o mesmo com eles.
Estávamos extasiados de tanto prazer e para fechar com chave de ouro eu e a Aline dividimos num beijo a porra da última gozada dele.
Não preciso nem dizer que dessa vez seu Danilo não aceitou o pagamento da diária né?

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *