Meu Primo Safado

Meu nome é Rodrigo, Sou loiro de olhos claros, tenho um pau relativamente grande de 23cm ,mais enfim vamos ao que interessa.
Frequentou academia tenho um corpo definido, o que chama atenção de varios meninos e de várias meninas também.

Estou passando um mês na casa do meu primo Rafael, moreno, tímido, corpo bem bonito. Sempre percebi que ele ficava me olhando quando eu dormia, mais nunca levei fé.
Eu dormia no sofá da sala, quando ouvi o barulho da porta do quarto de Rafael, ele sem camisa com um shorts coladinho com a intenção de me provocar. Ele foi até a cozinha tomou água e foi até o sofá onde eu dormia, finge que estava dormindo. Ele se aproximou de Mim, e foi passando a mão pelo meu corpo, começando pelos meu abdômen e foi descendo a mão até meu pau, que já estava duro feito pedra, ele deu um gemido fino porém provocante, eu estava semi nú, pois eu estava sem camisa apenas com uma cueca apertada que mostrava todo o meu pau ereto. Rafael já estava atiçado, o filho da mãe começou a beijar meu corpo inteiro, muitas vezes ficava olhando para meu rosto para ver se eu tinha acordado, assim ele foi, beijando meu corpo até chegar em meu pau. Ele engoliu meu pau dentro da cueca, mordeu, bateu uma pra mim com o meu pau ainda dentro da cueca. Eu já não estava aguentando mais de tanto tesão, meu primo que sempre foi tímido brincando com meu pau dentro da cueca pensando que eu estava dormindo. Caraca! Desisto, com a mão esquerda comecei a fazer cafuné nos cabelos do Safado. Ele se assustou, levantou imediatamente e logo se desculpou.
– Poxa! Me desculpa Rodrigo sério não aguentei você deitado no meu sofa com o pau duro.
– Calma Rafa, tava tão gostoso.
– Como assim? Você não estava dormindo?
– Nada disso, eu estava muito bem acordado, acordei com o barulho da porta do seu quarto.
– E-Então você sabia que eu estava fazendo isso?
– Claro, fingi que estava dormindo porque estava uma delícia.
– Meu Deus do céu!
– Calma Rafa, vem aqui sei que você quer provar do meu pau. Cai de boca Priminho não precisa desse teatro todo!
Sentei no sofá com as pernas esticadas e dei uma ajeitada no meu pau duro dentro da cueca provocando Rafael. E parece que funcionou o moleque ficou atiçado, e muito. Caiu de boca no meu pau dentro da cueca, mordendo e punhetando. Parece que ele ja tinha experiência, ele chupava e punhetava meu pau tirando urros e gemidos de Mim que o aticava ainda mais. Coloquei minha Mão em sua bunda, que por sinal era bem gorda e redondinha. Tentei tirar seu shorts e ele me ajudou pois a mão encima da minha e foi tirando seu shorts e cueca e conduzio minha Mão até sua bunda, ele pegou meu pau e tirou da cueca, até tomou um susto com o pulo que meu caralho deu de tão duro que já estava. Assim caiu de boca, num boquete delicioso. Eu comecei a apertar sua bunda e enfiei um dedo naquele cúzinho apertadinho. Enfiei um, dois,no terceiro ele pediu para que eu fosse com mais calma que estava doendo assim fiz. Comecei a fazer um vai e vem com meus dois dedos naquele cú maravilhoso e ele gemendo com o meu pau na boca.
Tirei meu dedos de seu cuzinho e ele tirou a boca do meu cacete. Então pedi para que ele ficasse de quatro no sofá.
– Vai Priminho, fica de quatro pra mim ver esse seu cuzinho lindo vai.
– Claro meu macho!
Assim ele fez. Ficou de quatro e empinou aquele vizinho. Enfiei a cara no cú do meu priminho, passando a língua e ele gemendo e urrando de tesão, então parti para um cunete delicioso, Rafael foi a loucura.
– Pisca o cuzinho pra mim pisca Priminho.
Ele começou a dar piscadas, senti seu cú devorando minha língua. Que sensação incrivel!
– Vai meu Macho, fode meu cuzinho que está implorando por seu cacete!
– É pra já!
Levantei, puxei ele pra mais perto de Mim ainda mantendo ele de quatro, guspi em meu pau lubrificando, e comecei da pincelar aquele cuzinho que implorava por vara. E comecei a tentar enfiar meu pau cú a dentro, mais Rafael reclamava de dor.
– Vai com calma meu macho! Já provei de outras varas mais nunca de uma tão grande como a sua!
Dei uma risadinha e comecei a sussurar em seu ouvido.
– Hoje você vai ser minha putinha, dependendo do tesão vou te comeu mais vezes você deixa?
Então ele respondeu em meio de gemidos.
– Aaaahhh! Claro meu Macho quero essa rola deliciosa para sempre! Aaaaaahhhhh! Aaaaaaaahh.
E então empurrei minha vara com mais força e então entrou, ele urrou de dor.
– Caralho! Vai devagar Roh. Ta doendo de mais!
– Calma minha putinha! Já entrou tudinho.
Comecei a fazer um vai e vem delicioso, ele gemia, urrava de tesão. Ficamos naquilo por mais ou menos 10 minutos. Então deitei no sofá e deixei que ele brincasse com meu pau.
– Vai Priminho! Faz oque você quiser com a minha vara!
– Que delicia meu macho! Sempre sonhei com esse momento!
Ele fez um boquete delicioso para lubrificar minha vara, subiu em cima de mim, apontou meu pau para a portinha daquele cuzinho e sentou com tudo.
– Aaaaaaaahh! Aaaaaaaarrrrhhhh, Que Delícia! Uuurrrrhh!
Assim Rafael iniciou uma cavalgada talentosa em cima da minha vara. Meu Deus! Meu primo Virou minha Putinha!

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *