Aventura no Cinema

Sou Giovanni, estou na casa dos 30 e poucos anos, casado com uma mulher maravilhosa que não sabe que aqui estou, sou loiro, olhos verdes, 1.70 de altura, já estive melhor na minha forma física, mas estou me recuperando…rs, sou heterossexual, policial, com bom nível cultural, pois gosto de estudar e progredir intelectuamante e me considero bonito…sempre tive facilidade com as mulheres as quais tive interesse, também já levei alguns “tocos”, que são necessários para o amadurecer da pessoa. Sempre gostei muito de sexo e sempre me interessei por experiências diferentes, principalmente as que tem como tempero a adrenalina…aquele risquinho de ser pego ou visto…sabem né?! Também gosto de sensações diferentes, experimentar o novo! Gosto dos jogos de sedução e flerte, me divirto com isso …rs!
Os contos que pretendo postar, assim como esse são de situações reais, vividas por mim, em várias fazes da minha vida. Importante, não irei seguir cronologia dos acontecimentos, simplesmente irei relatar aquilo que lembrar e tiver vontade de expor a vocês.

Aumento Peniano

Vamos ao conto…

Estava solteiro e depois de um match em um app de relacionamento e alguns dias de conversa, com uma morena, de uns 1.65 de altura, dona de um corpo bonito e natural, 26 anos de idade, cabelos medios, lisos e castanhos, olhos castanhos e pele de uma cor que parecia bronzeada, mas era a cor natural da delícia… resolvemos nós encontrar, mas só pra conhecer pessoalmente, em local público na minha cidade e foi legal, pois acabamos ficando, dando uns beijos e amassos já no carro, então eu fiz a gentileza de leva- lá em casa, já que havia chego à pé no encontro. Os amassos no carro foram intensos, eu segurava pelos cabelos dela passeando com as mãos pelo seu corpo, mas não atacando, pois queria medir a febre, e acabou que não passou disso, deixei ela em casa e fui embora, no mesmo dia, conversamos, já perto das 00h e começamos a nós elogiar e o papo foi esquentando, fizemos um joguinho de perguntas e respostas pra tirar dúvidas…mas eu queria era esquentar a coisa toda…e consegui… começamos a falar de sexo, preferências e experiências e nos excitar a ponto de fazermos “sexo virtual”… então combinamos que naquela semana iríamos sair novamente, pegar um cineminha a tarde, pois os dois trabalhamos por escala. Nós encontramos em cine de um shopping, ela com um vestido maravilhoso, azul claro com detalhes em branco, de alcinha, o que ressalta a o volume dos seios, era soltinho e rodado, quase na altura do joelho, sapatilha, cabelos soltos e perfume maravilhoso. A sessão era das 15h, o filme era bom…mas não um blockbuster, sentamo-nos na última filei de poltronas, no canto direito, onde havia uma mureta/parapeito, o que mais tarde serviu bem como disfarce, a sala era para umas 100 pessoas, mas se havia umas 25 era muito. Começou a exibição, com avisos normais de cinema e eu comecei a beija-la…sempre provocando…dando leves mordidas nos lábios, passando a mão de leve nos ombros e a outra nas pernas dela, que eram uma delícia, bem lindinhas e morenas. Senti que ela começou a gostar dos beijos e a brincadeira começou a esquentar, então fui até a alcinha do vestido e fui empurrando ela para que caísse, livrando o ombro para eu poder passa a mão e abrindo espaço para eu chegar aos seios, enquanto a outra mão passava pela coxa dela, indo até o joelhinho e subindo…cada vez mais perto da virilha, subi a ao que estava nos ombros até os cabelos dela, bem na nuca, segurei com firmeza, mas sem exagero, só pra ela sentir… concomitante com isso eu fui até o ouvido dela e falei:
– Você está uma delícia!
Então ela deu um gemidinho e senti sua mão na minha coxa subir, chegando perto do meu pau, aquilo me deixou mais excitado que estava. Dei uma conferida em volta, o filme já havia começado e não percebi ninguém nos observando…voltei a beija-la, agora com mais intensidade, a mão que estava na coxa, agora subiu, para sentir seus seios, por cima do vestido e a outra ainda segurando os cabelos, para controlar a intensidade dos beijos e idas para pescoço e ouvidos onde comecei a falar mais besteiras pra ela…
– Nossa… você está me deixando louco!
Ela:
– Estou? Você que me deixa doidinha!

Disk Sexo

Então a mão que estava por cima do vestido no seio, agora trabalhava para alcançar ele … sentindo a pele suave daqueles peitos durinhos, logo depois cheguei aos mamilos … durinhos, uma verdadeira delícia, e a resposta dela foi pegar em mau pau, duro, latejando dentro da calça, agarrou com firmeza, juntamente com um leve mordida que seu em meu lábio. Soltei a mão dos cabelos e passei o braço por trás do pescoço dela e agora a mão que outrora controlava o nosso beijo, segurava delicadamente os seu seio, brincando com seu mamilo, dando leves apertadas, depois agarrando o seio todo, a outra mão, agora ia pra coxa dela, subindo em direção a virilha, e ela, como se fosse um movimento involuntário, foi afastando as pernas, e eu chegando mais e mais perto da sua bucetinha, comecei a sentir aquele calor gostoso e cheguei nela, por cima da calcinha…huuummm, eu e ela demos um gemido de tesão e prazer…pois a resposta foi imediata, com uma apertada mais firme no meu pau. A todo momento eu olhava ao redor e conferia se não éramos observados…

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *