O outro e meu marido

Vamos começar pelo outro
conheci ele em 2013 e foi atraçao e tesao a primeira vista. Porem, ele estava de casamento marcado. Passado um tempo, eu tambem me casei. Ambos tivemos filhos e tudo estava indo bem em nossas vidas ate que nos encontramos novamente. Nesse encontro, levei meu marido porque eu sabia que iria trair-lo e nesse momento, nao era o que eu queria. Fui ao encontro da minha fantasia. Ele estava do outro lado da rua enquanto meu marido estava dentro do restaurante. Eu corri em direçao a ele e recebi o abraço mais longo, gostoso e molhado da minha vida. Só pelo toque eu queria arrancar a roupa dele e dar ali mesmo. Sabe quando a buceta incha de tesao? Foi isso o que aconteceu. Fiquei com tesao a noite inteira. Eu queria aquele homem pra mim. Me senti culpada pela atraçao entao, tudo passou. Passou o tempo, mudaram as cabeças.
Um dia do nada, eu começo a sonhar com ele. Tenho que me levantar correndo para me masturbar. Estou toda molhada porque em meus sonhos, ele parece um pangare vindo pra cima de mim e é exatamente o que eu quero. Todos os dias eu me masturbo para ele.

Um dia, meu marido ficou com tesao por uma amiga minha. Ele conversou comigo e eu de boa deixei ele comer ela com vontade. Fiquei olhando e eu adorava o que ele fazia com ela. Eu ia dizendo aonde ele deveria chupar, a hora em que ele deveria comer a bucetinha apertadinha dela. E em horas, eu chupava ela e ele metia porem, ele comeu muito ela e eu apenas olhei.

Desta vez, abri o meu coraçao e contei sobre meus planos para eu e o outro. Tudo ok com o marido. Mas ao contrario de mim, ele nao esta preparado para ver outro homem me comendo mas eu to louca para dar para o outro.

O encontro
Eu fui buscar-lo no aeroporto. E para nao ter rastros no cartao de credito, alugamos uma casa. Quando eu vi ele saindo do portao de embarque, minhas maos estavam suando, meu coraçao estava acelerada e minha calcinha toda molhada. Corri para seus braços e que braços fortes. Estavam maiores do que a ultima vez em que o vi. Eu nao podia mais porem, me contive.
Dentro do taxi, propositalmente nossos dedos se tocavam e cada vez em que nossos corpos se encontravam, eu sentia meu clitoris tremer. Eu conseguia ver por cima da calça apertada dele o pau duro. Nao via a hora de chegar ao apartamento.
Depois do check-in, fomos indicados para onde deveriamos ir. Subimos no elevador e droga, mais algumas pessoas entraram tambem. Eu estava louca de vontade de pular em cima dele e transar com ele ali mesmo.
Quando ficamos apenas nós dois, nao podiamos mais de tesao. Ele me deu o melhor beijo da minha vida e ali mesmo no elevador, sem se importar com as cameras, ele chupou os meus peitos. Chupou tanto que ainda estou com marcas.
Chegamos ao nosso andar e ja pelos corredores, nós vinhamos nos agarrando. Quase arrancando a roupa um do outro. QUE LOUCURAAAAA! Abrimos a porta com muita dificuldade e nos lançamos ao léu. Enquanto caminhavamos ate a cama, iamos arrancando a roupa um do outro. Finalmente, a cama. Ele me jogou, tirou a minha calcinha e me chupou como se nao houvera amanha. A lingua dele parece uma pena no meu clitoris. Ele sabia exatamente o que fazia. Ele movimentava pra cima e para baixo e eu, eu nao podia gritar. Enfiava o travesseiro na minha boca enquanto ele me chupava sem compaixao. Nao demorou muito, eu ejaculei de uma maneira inesquecivel. Esse fenomeno da natureza só havia ocorrido comigo uma vez apenas. Ejaculei na boca dele e o vi engolir e lamber os dedos. Antes mesmo de eu me recuperar, com as pernas tremendo do super orgasmo, ele tirou aquele pau enorme e com muita seduçao me perguntou: Voce pensa que acabou?
Me puxou pelas pernas e enfiou aquele pau gostoso na minha buceta. Eu nao sabia se gritava, ou chorava, ou esmurrava uma parede. Eu apenas sabia que aquilo era bom. Nao, aquilo nao era bom… aquilo era maravilhosooo… Apos eu gozar muitas vezes, ele gozou e entao dormimo.

Na manha seguinte, eu acordei mais cedo e decidi por em pratica uma fantasia que eu tinha desde a adolescencia: acordar meu homem com a buceta na cara dele… Ahhhh ele acordou e me chupou só que dessa vez, eu nao quis gozar. Eu simplesmente fui ate o pau dele e chupei. Enquanto eu chupava com garganta profunda, eu mexia nas bolas dele e massageava a prostata.. Ele deixou eu colocar meu dedo no cu dele e estava delirando. Antes dele gozar, eu sentei no pau dele e cavalguei enquanto ele gemia intercalando as maos nos meus seios e na minha cintura. Quando percebi que ele estava por goxar, eu parei, esperei dois minutos e cai de boca novamente. Ele gozou e eu deixei escorrer pelo meu queixo e depois, passei meus dedos e lambi um por um. Que porra gostosa. Nosso dia foi assim… gozando o tempo todo. Chegou a hora da partida. Levei ele ate o aeroporto só que desta vez, ele estava mais ousado. Estava frio. Ele colocou o casaco mais grosso sobre as minhas pernas e foi me masturbando ate chegar ao aeroporto sem que o motorista do taxi se desse conta… Que delicia! Desde o primeiro momento ele disse que a prioridade era eu!

Contando para o meu marido
Depois do embarque, meu marido estava no estacionamento me esperando. Eu seguia molhada lembrando de tudo o que havia acontecido naquela noite e naquele dia. Contei cada detalhe e antes mesmo de sair do estacionamento, meu marido ja estava de pau duro pronto pra eu sentar e eu sentei. Ele pedia para eu gritar o nome do outro. Eu gritava e quanto mais eu gritava, mais tesao me dava pelas lembranças das horas passadas. Meu marido perguntou o que o outro nao tinha feito comigo e eu disse que ele nao tinha comido meu cu. Meu marido fez eu ficar em uma posiçao da qual ele pudesse chupar meu cu e logo depois, ele me comeu gostoso. Ficamos uns 40 min no estacionamento do aeroporto transando. Chegamos em casa e fomos para a ducha. Meu marido estava obssecado pelas coisas que eu tinha contado a ele e ele nao queria fazer igual porem, aquilo dava tesao por saber que outro homem comeu a mulher dele. Novamente na ducha, ele nos chupamos. Ele me comeu. Gozamos juntos e fomos para a cama.

Agora, meu marido quer provar como é transar com o outro. Só estamos esperando a oportunidade e sinceramente, nao vejo a hora de ver meu marido de quatro gemendo no pau do outro.

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.