Saindo para aprontar em outra cidade

Ola me chamo Laura, e hoje vou contar quando saímos para aprontar e acabei chupando a primeira buceta na vida, vou adiantando que amei, vamos la.
Eu e meu namorado nessa quarentena estamos explorando novos horizontes na vida da putaria, tudo combinado e acertado entre a gente, nos amamos e amamos também a putaria, ele despertou meu lado puta então embarcamos de cabeça, porém com essa quarentena bares e casas de swings estão fechadas e com isso

precisamos se reinventar, me exibo para entregadores de aplicativos, as vezes saio de topinho bem apertado na rua, transamos em locais púbicos bem de madrugada só pela emoção de ser vigiados e por ai vai kkkk.
Mas no meio de 2021, aqui em SP pelo menos as coisas deram uma afrouxada em relação a pandemia, os shoppings, bares e mercados estão mais de boa, então decidimos ir para um lugar distante para aprontar em púbico, decidimos ir para

Porto Ferreira- SP que é bem longe de onde moramos, pegamos a estrada e fomos aprontando no meio de caminho, as vezes ficava totalmente pelada apenas de máscara para não ser reconhecida e ainda ser misteriosa e assim foi durante as paradas nos postos de combustível e pedágios, as vezes com o vidro meio aberto, as veze eu mesmo fazia questão de pagar o frentista só pra me exibir para ele(dentro do carro é lógico) assim foi as 3 ou 4 horas de viagem, enfim chegamos na cidade e

alugamos um hotel no centro para ficamos com mais opções de bares e pubs. Cidade pequena comparada a onde moramos tranquila e simples, do jeito que queríamos para aprontar, maioria dos lugares funcionando normal e seguindo o protocolo da quarentena, passeamos a tarde em algumas praças, parávamos para ver o movimento, ver lugares que abririam de noite e conhecer a cidade em geral(e pra me exibir também kk).

Finalizamos a tarde indo para o hotel e descansando um pouco, a noite chegou e fomos se arrumando para ir para um pub que vimos e gostamos mais cedo, fiz chapinha, coloquei um calça jeans apertada que valoriza minha bunda, um salto e um tomara que caia, visual padrão pois estava muito calor e não conhecíamos nada, então fomos para o pub, pub bem iluminado e agradável para a primeira noite estava ok, pois não sabíamos o que nos aguardaria, ainda tínhamos tempo pois ficaríamos uns 10 dias.

Então sentamos e comemos alguns pratos deliciosos, vinho vai e vinho vem, o fogo já tava acesso, então começamos a falar sobre quem do restaurante pegaríamos sem dar muito na cara, começamos pelos garçons e garçonetes do bar, tinha uma garçonete muito linda que meu namorado disse que pegaria, quando olhei realmente a mulher era linda, senti um tesão inesperável por ela, meu namorado percebeu e disse:

Namorado: bonita né? Você nunca teve o desejo de ficar com mulher? – e realmente nunca tinha me passado pela cabeça, mas aquela garçonete mexeu comigo, meu namorado continuou – chupar buceta é gstoso viu, recomendo.
Laura: verdade amor, quando eu beijo você depois de ter me chupado, sentir o meu gosto da muito tesão, chupar buceta deve ser muito gostoso – nós já estávamos num fogo, que eu daria pra qualquer um e ficaria com qualquer mulher, meu namorado

continuou falando o quão gostoso é me chupar e queria ir pro hotel e me comer, mas propus um joguinho com ele, falei que tentaria uma mulher pra min ficar a noite, ele amou a ideia mas que seria só nós duas, pra min experimentar e ele concordou e peguei no pau dele por de baixo da mesa e tava latejando do tao duro, ele começou a falar umas putarias no meu ouvido, dizendo que comeria nós duas e que enquanto

me comia eu ficaria chupando ela entre outras coisas, tesão tava a mil, queria uma brecha pra falar com a garçonete mas nunca dava, ficamos uma meia hora nisso e nada, então decidir ir ao banheiro, e todo mundo sabe como é um banheiro feminino, muita muvuca, mulheres conversando e nisso me deparo com Julia uma menina bonita de cabelos escuros, e vestido laranja, reclamando com as outras meninas sobre seu date ruim com um cara, falava que o cara não sabia conversar, só tava a fim de comer ela, e que por isso preferia mulher do que homem, terminei de

usar o banheiro, nisso que fui lavar a mão perto do grupo que Julia estava com outras meninas, tava meio chapadinha de vinho pois não tenho costume de beber, cheguei me intrometendo mesmo na conversa, isso no banheiro das mulheres é meio que normal umas conversarem com as outras.
Laura: oxi então porque você não tá com mulher ao invés desse cara chato? – ela respondeu que tava com esse cara pois teria que apresentar algum homem pra

família dela não desconfiar que ela era bissexual, enfim coisas de família, então começamos a conversar no banheiro mesmo, as meninas que estavam ela quando entrei foram saindo e começamos a conversar mais pois ela queria fazer um tempo no banheiro antes de encarar o cara chato de novo, então fomos se conhecendo melhor, tínhamos a mesma idade, comentei que estava na cidade de passagem,

tinha chegado naquele dia, e ela não queria voltar pra falar com o cara, ela então pediu minha ajuda, pediu para se sentar comigo na mesa, pois daria um fora no cara pois não aguentava mais, porém não queria que ele a levasse pra casa, não aguentava ficar mais nenhum minuto com o cara, eu concordei e sai primeiro do banheiro e voltei pra mesa.

Namorado: nossa amor que demora não aguentou e estava se divertindo no banheiro é? – rindo
Laura: já arrumei a primeira buceta que vou chupar – ele olhou espantado
Namorado: caramba que rápido, por isso demorou no banheiro? Estava chupando quem? A garçonete não foi pois to de olho nela aqui até agora.

Enquanto explicava pro meu namorado o que tinha acontecido, vi Julia sair do banheiro e conversando com o cara, depois de um tempo o cara se levantou indo embora o Julia veio em direção a nossa mesa, desfilando naquele vestido laranja e salto, que tesão senti naquela hora, meu olhar e o dela pareciam se conectar desdo banheiro, eu olhava ela e ela me olhava com desejo, ela chegou na mesa se sentou,

então eu apresentei meu namorado para ela. Julia me puxou de canto e perguntou:
Julia: mas eu pensei que fosse um amigo, não sabia que tinha namorado, você me desejou tanto naquele banheiro, me compreendeu que achei que você também gostava de mulher, se quiser eu vou embora, desculpa.
Laura: que nada boba, pode ficar com a gente – olhando pro meu namorado falei – nós somos um casal liberal e eu também sou bi – segurei a mão dela, meu namorado

entendeu que nessa nossa aventura eu seria bi.
Então começamos a se conhecer melhor e beber uns vinhos, então decidimos embora, ela morava numa cidade vizinha, Pirassununga, acho que dava uns 30 minutos de carro, com tudo em mente fiz questão de que levássemos ela pra casa de carro, e assim foi, eu e meu namorado na frente ela no banco de trás as vezes vinha até o meio do banco para conversar, nisso ela pegou minha mão e mesmo quando voltava a sentar no encosto do banco ela não soltava minha mão, meu namorado

percebeu e sussurrou pra min ir pra trás com ela, então pulei pro banco de trás e se abraçamos e ficando cada vez mais perto e se beijando, nossa que beijo gostoso, muito parecido com do meu namorado, beijo molhado e com pegada, ela tava com um tesão enorme assim como eu, então começou a enfiar a mão por dentro do meu tomara que caia, pegando no meu peito, beijando minha barriga, querendo tirar minha calça, eu lambia e chupava o pescoço dela e se beijávamos com força.
Então começamos a ficar pelada, ela estava com uma calcinha minúscula preta, ela

me colocou no banco todo arreganhada, me beijou e veio descendo pelo meu pescoço, peitos, barriga, começou a beijar minhas coxas e descendo até mina buceta, deu leves beijos, e começou a passar a língua bem devagar e bem molhada, eu via meu namorado acompanhando tudo pelo espelho, então pedi pra ele parar em algum lugar para podemos transar gostoso e com segurança, enquanto isso pegava a cabeça da Julia apertava na minha buceta, me chupava com gosto, bem molhado,

passava mão por tudo meu corpo enquanto me chupa, meu namorado parou o carro em frente a uma concessionaria, estava bem de madrugada então o movimento na rua era quase zero, então meu namorado apenas se virou pra trás e ficou vendo eu sendo chupado por ela, eu fazia cara de puta que tava gostando, ela largou minha buceta olhou pra min e disse;
Julia: ele não vai participar não? Vai ficar só olhando? – ela com o rabo virado pra ele, eu falei que sim e ele abaixou o vidro de trás, saiu do carro, tirou a rola dura pra fora e colocou na janela pra eu chupar, assim fiz, enquanto mamava ele, a Júlia me chupava gostoso, depois de um tempo nisso, ele entrou no carro e ficamos todos

completamente pelados, meu namorado sentou e eu e Julia começamos a chupar ele, cada uma chupava uma bola e punhetavamos ele, Julia era igual eu, gostava de engolir o pau inteiro, meu namorado pegava a cabeça dela, e socava até o fundo, e fazia o mesmo comigo, nós babávamos igual, nisso se beijamos com mais tesão ainda, era uma delicia, confesso que não aguentei, vi Julia chupando com vontade as bolas do meu namorado, vi aquele pau todo babado, não resisti e montei no meu namorado, o pau escorregava para dentro de tão molhada que eu estava, enquanto cavalgava nele a Julia me beijava e ficava passando o dedo bem molhado no meu

cuzinho, meu namorado socava em min, Julia me beijava e beijava meu namorado, tínhamos arrumados a parceira perfeita pra noite. Depois de um tempo nisso, meu namorado parou de socar, abriu minha bunda, Julia foi em baixo e lambia desdo saco, passando pelo pau do meu namorado, passando pelo meu cuzinho, onde parado lambia bastante, mordia minha bunda e me batia me chamando de safada, então Julia falou sussurrando no meu ouvido – deixa eu sentar nesse pau gostoso deixa? – respondi que sim, então sai do pau e ela foi se ajeitar pra sentar na mesma

posição que eu, meu namorado ainda sentado pegou ela e colocou ela de costas pra ele, e ela sentou bem gostoso, então comecei a beijar ela, ela me mordia durante o beijo, mordia de tesão de estar na rola dele, então comecei a masturbar ela com minha mão molhada de baba da boca dela mesma, fiquei curtindo passando a mão na buceta dela bem devagar enquanto meu namorado socava com força e rapidez. Então meu namorado me cutucou e pediu pra dar um espaço, então ele parou de socar e pegou as pernas dela e arreganhou pra min e piscou pra min, entendi o recado, abaixei e estava lá, minha chance de chupar uma buceta, ela tinha uma

buceta bonita, parecia que me chamava pra chupar, comecei devagar igual ela fez comigo, meu namorado começou a socar devagar também, então me acabei, depois de um tempo devagar e curtindo, meti a língua no grelinho dela com força e comecei a sugar, passar a língua em volta, babar e meu namorado falava várias putarias que deixavam a gente mais excitadas ainda, ela gemia bem gostoso, bem puta, isso me dava mais tesão ainda, depois de muito tempo nisso, dei uma passada de língua bem forte na buceta dela e subi lambendo a barriga dela e chupando até os seios dela, subindo pelo pescoço dela, arrepiando ela toda, e beijando ela bem gostoso, ela nem quis saber me eu um tapa na cara, e mandou eu voltar pois estava quase gozando, adoro apanhar e receber ordens, assim fiz, desci na buceta dela e falei.
Laura: amor soca bem gostoso que essa cachorra quer gozar gostoso na minha boca,

soca vai.
Meu namorado, começou socar com força, eu voltei a sugar a grelinho dela, ela começou a gemer mais ainda, e a tremer, agarrei as coxas ela e apertei minha boca contra a buceta dela e lambendo bem gostoso, senti as coxas dela tremendo, olhei pra cima o olho dela se revirava quando senti aquela porra feminina me encharcando a cara, quase gozei junto, mas só tive a reação de abrir a boca pra ela gozar bem no fundo da minha garganta, eu delirava vendo ela gozar, minha cara

ficou encharcada, então saiu do meu namorado e começou a lamber meu rosto, lambia a própria porra e me beijava, nossa que delicia, meu namorado apenas observava e punhetava, percebemos isso e pedimos pra ele gozar em nossos rostos, então fizemos o boquete daquele no meu namorado e falando muita putaria, que nós éramos as putinhas dele, que queríamos leitinho na boca ele gozou litros em nossa cara, jatos fortes que pegaram na cara, cabelo e carro, então ficamos se beijando todas cheias de porra agora do meu namorado, ele saiu do banco de trás, foi pro de motorista, ligou a carro e fomos pra casa da Julia, eu e ela ficamos no

banco de trás ainda se pegando, se lambendo, enfiando o dedo uma dentro da outra e se masturbando, pois eu ainda não tinha gozado, então quando a Julia enfiou o dedo na minha buceta e também no cuzinho, nossa delirei, gozei bastante na cara dela assim como fez comigo, se beijando em meio a tanta porra fomos embora. Ainda ficamos mais alguns dias na cidade aprontando, votem e comentem se quiserem saber mais,
Beijos.

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.