Corno Observador

Já fazia algum tempo que tinha um homem comentando no meu perfil que queria me conhecer para mim comer a mulher dele. Mas nunca dei bola, pois tem muitos fakes por aqui que apenas querem fantasiar para tocar uma punheta e nada mais. Então um certo dia fiquei cansado dele e pedi o whats dele só para ver o que ele queria. Então ele me mandou fotos da esposa dele e disse que queria que eu comesse ela. As fotos mostravam ela de sultiã e calcinha brancos era uma mulher mulata com os cabelos lisos, um corpo que era uma delícia, ela tinha a bunda e as pernas um

pouco grossas e algumas estrias na coxa e na bunda o que me deu um tesão enorme, ela também tinha uma gordurinha na barriga o que acho bem legal e mostra que é um mulher real. Perguntei a idade deles e ele disse que ele tinha 50 anos e ela 41.
Então perguntei pra ele se queria ir direto para o motel ou bater um papo antes, e ele disse que queria bater um papo antes e tomar uma cervejinha no barzinho. Marcamos para dali uns 4 dias, era uma tarde de sábado quando fui lá no barzinho. Quando cheguei eles já estavam lá sentados na mesa tomando uma Brahma, então

cheguei e me apresentei. Batemos um papo até que chegamos no assunto que interessava. Perguntei a eles o que eles curtiam. Então ele disse que já não conseguia mais levantar o pau com tanta frequência e que sua esposa tinha um tesão incontrolável e precisa de alguém para comer ela com frequência. Disse que tiveram uma experiência com um amigo e nada mais. Ele também disse que curtia ser xingado enquanto ela estava com outro. Perguntei o que ela curtia na cama, ela disse com a voz bem baixa para ninguém escutar que gostava de muitos beijos e carícias, disse também que gostava de pegada e metidas fortes.

Então expliquei para eles que não poderia ser amante fixo dela, pois eles precisariam morar perto e eu teria que ser fiel somente a ela por causa das doenças e toda essa complicação. Ele disse que não tem problema que se um dia desse certo eu seria o fixo dela e se ela quisesse poderia me procurar sempre que quisesse. Disse que tudo bem. Então bebemos mais uma e fomos para o carro.
Ele era um moreno gordão que quando sentou no carro ele deu uma abaixada, sentei no banco de trás e ela no da frente, ele perguntou para mim qual motel que gostaria de ir, então indiquei um motel que tem uma cadeira, pois imaginei que ele gostaria

de sentar e ficar olhando. Chegamos no motel, ele fechou a porta, pegou a cadeira e virou para a cama, abaixou as calças jeans dele e se sentou confortavelmente na cadeira. Ela estava vestindo uma calça jeans bem colada no corpo que ressaltava as pernas e a bunda, vestia uma blusa azul florida, então tirei minha camiseta, dei um beijo bem gostoso na boca dela, um beijo de língua, enfiava a língua no fundo da boca dela e depois arrastei para frente deixando os lábios molhados, ela imediatamente retribuiu o beijo, então me toquei que estávamos longe do marido dela, então arrastei ela para frente do corno. Ficamos bem perto dele, ele estava com as pernas abertas e nós estávamos no meio, então voltei a beijar ela deliciosamente

de língua enquanto tirava a blusa dela, beijava o pescoço dela com bastante carinho enquanto desabotoava o sultiã, logo libertei os seios dela, que caíram suavemente com seus mamilos grandes e saltados, voltei a beijar ela bem gostoso, ela desabotou minha calça e abaixou minha cueca, libertando meu pau que já estava durasso. Nos beijamos ferozmente, bem gostoso e molhado. Adoro beijar as casadas bem molhado até escorrer baba, nossas salivas pingavam no meu corpo e nos seios dela, então abri a calça jeans dela e abaixei com força, tirando a calcinha junto.
Depois cai de boca nos mamilos dela, dei uma chupada na primeira teta com força,

chupei gostoso e bem molhado e ela soltou um gemido assim – Huuuummmmmuuuiiii – E quando fui para a outra teta ela disse – É assim que se chupa meus seios seu corno. Dei uma olhada para o lado e percebi que o corno estava alisando o cacete que já estava duro. Então fui descendo com a boca, beijando a barriga dela até que cheguei na buceta dela. Era uma buceta linda, bem grelhuda e depiladinha, com os lábios um pouco abertos, ela já estava molhadinha, ela só ergueu a perna e colocou no joelho do marido então cai de boca naquela buceta gostosa. E ela gemia tão bonito – Ai ai huuuummm que delícia – e dizia para o

marido dela – É tão bom ser chupada por um macho de verdade, nem para me chupar você serve seu corno inútil. Então chupei ela com mais gosto ainda e caprichei no clitóris dela e pude sentir aquele gosto gostoso de buceta. Abocanhei toda a buceta dela enquanto ela gemia de tesão e manipulava os mamilos. Fiquei muito tempo chupando a buceta dela, até que senti as pernas dela se enrijecerem, ela colocou a mão na buceta e me afastou e disse: Chega se não vou gozar. Então me levantei e voltei a beijar a boca dela.

Logo ela se abaixou e pegou no meu cacete e disse: Nossa amor que cacete grande e grosso, é o dobro do seu que é fininho. Ela ergueu meu pau e ficou admirando, logo em seguida caiu de boca e deu uma chupada profunda, o corno até se aproximou para enxergar melhor, depois da chupada ela tirou o cacete da boca e deu várias batidas na bochecha dela e depois voltou a mamar igual uma mamadeira, e ainda fazia muito barulho e era muito molhada a boca dela, ela se babava toda enquanto chupava meu enorme cacete. Ela soltava pequenos gemidos tipos Huuummmm, e

tirava da boca fazendo um barulho. Ela estava toda babada com meu líquido e com a baba dela, ela chupou por um bom tempo até que não aguentei mais, peguei ela no colo e coloquei na cama pendurada de forma que a bunda ficasse a mostra pra ele.
Peguei uma camisinha e coloquei no meu pau, subi na beirada da cama e encravei meu pau na buceta dela e disse: Está vendo um macho de verdade comer sua mulher? É assim que se come sua mulher seu corno frouxo. Juntei nos cabelos dela e meti com força e bem rápido, ela urrava de tesão dizendo: Isso mete assim mete mete que meu marido não me come. E eu fudi ela violentamente enquanto dava tapas bem fortes na bunda, olhei para o corno e ele estava tocando uma punheta bem rápida e deliciosamente. Meti muito nela até que minhas pernas começaram a

doer e resolvi trocar de posição, virei ela em um frango assado com a buceta virada para o corno ver, quando olhei para a buceta dela estava bem arregaçada e com aquele creme branco todo envolta, não pude resistir e cai de boca, e era uma delícia sentir aquele odor nela, e dessa vez desci até o cuzinho dela e dei umas lambidas em que ela delirou de tesão e arfou gemidos ao ar, então peguei minha rola e atolei na buceta dela e meti deliciosamente enquanto xingava o corno: Olha corno, olha como que se come sua mulher, você não da conta de comer ela? Eu dou conta seu corno frouxo. e ela gemia mais ou menos assim Hummm ai ai humm ai ai. Então resolvi

colocar mais pressão e enterrei tudo meu cacete com muita força e dava metidas violentas enquanto estrangulava o pescoço dela. Percebi que o peito dela estava arfando muito rápido e que logo ela ia gozar, então parei e virei ela de bruços e como meu pau estava muito lubrificado graças a buceta dela, forcei minha piroca no cuzinho dela, como ela não reclamou fiz mais força até enterrar a cabeça do pau. Ela soltou um urro e gritou: Ai corno, você não come meu cuzinho mas ele come, isso que é macho de verdade. Então disse pra ele, você é frouxo seu corno, tem que

comer o cú dessa puta. Ela tirou meu pau e me deitou de barriga para cima, depois ela mirou o cuzinho no meu cacete e sentou, com a buceta apontada para o marido dela ver tudo. E ela sentava até o talo forçando o meu pau, ela gemia sem parar, não demorou muito e ela já estava quicando com o cú no meu pau, subia e descia rapidamente em um agachamento frenético, logo logo eu ia gozar, mas ela começou a tocar uma siririca bem nervosa enquanto quicava com o cú no meu pau. Então ela gemeu loucamente e rebolou, e senti um líquido escorrer por minhas pernas, ela

tinha gozado no estilo squirt, então não aguentei de tesão e gozei também dentro do cú dela. Quando nos levantamos o corno estava deitado na cadeira com o pau todo gozado. Depois ele me disse que gozou quando ela sentou com o cú no meu pau.
Foi isso, depois entrei no carro dele e ele me deixou perto de casa, foi assim que arrebentei aquela gostosa, e se ela me chamar como ela de novo bem gostoso.

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.