Encoxada no Metrô

Meu primeiro conto refere-se a encoxada no metrô, sou Ale tenho 22 anos e 1,78 altura.

Libidgel Gratis

Cheguei no metro, depois de uma chuva torrencial, estava voltando pra casa pegando a linha azul e depois fazendo baldeação na Sé pela linha Vermelha, por volta das 18:40. Como choveu, travou tanto a linha azul e a vermelha, até que cheguei na Sé, LOTADA. Fiquei logo na segunda plataforma do metrô, pra que vem da linha azul, do lado direito. Quando chegou um metro, as pessoas começaram a se empurrar vi uma brecha e fui pro canto direito da plataforma, logo, fiquei atras de

uma mina, branquinha, magra, porém com boas curvas, blusa azul escuro realçando seus peitos médios e uma calça clara num tom azul, bem apertada dando volume a sua bunda. Quando chegou o próximo vagão, os empurrões vieram, até que ela foi empurrada na minha frente, uma parte que tentou entrar no vagão a força não conseguiu e voltaram, empurrando os que estavam na minha frente pra trás, daí a bunda dela grudou no meu pau, e que bunda, deu pra sentir sua bunda durinha e pelo tamanho dela, uns 1,69 aparentava ter uns 20 anos, mais ou menos, encaixou perfeitamente, pois a calça deixava a bunda empinada, aí não deu e meu pau ficou duro de vez. Ela tentava se afastar toda vez que sentia meu pau todo na bunda dela. O próximo vagão veio, fomos empurrados para a porta, sem qualquer possibilidade de entrar, nessa ela percebeu a minha intenção e ficou no meu lado bem rente a plataforma e o vagão. Quando chegou o próximo, vagão, ai não teve jeito entramos ela ficou de costas pra mim, ficamos do lado direito perto da porta.

Sexo Telefone

Aquela bunda durinha me deu mais tesão, o metrô tava lento e o vagão super lotado, e começou um vai e vem, ela tentou se encostar nos ferro de apoio, mas a bunda dela ficou encostando em mim, como ninguém tava vendo, aproveitei, até chegar na Pedro II, onde uma moça, ao sair me empurrou, meu pau cravou no meio da bunda dela, todo duro, ela então, de uma olhada, se ajeitou e deu uma empinada e eu só aproveitei, o vai e vem do metro, me fez pressionar mais ainda, ela começou a mexer no decote da blusa, como um braço estava embaixo dos peitos, deu pra ver o tamanho, ela percebeu minha olhada, e deu uma esticada na calça, ai eu comecei a “degustar”. Ao chegar no Brás, afastei meu pau um pouco, pois sempre desce muita gente, desta vez foi ao contrário, entrou mais, ela percebeu a movimentação, ela se ajeitou, e eu encaixei bem no meio da bunda, aproveitando o vai e vem, ela continuava empinada e fazia leves movimentos com a bunda, DELICIIAA.

E ficamos assim até o metro sair da estação Belém, como meu braço estava do lao esquerdo dela, ela me pediu licença pois ia descer no Tatuapé, eu logo disse: “espera chegar perto da estação, porque não da pra se mexer” – dei um leve sorriso ela assentiu com a cabeça, pois não dava pra ir pra nenhum lugar com o vagão lotado, logo pressionei com mais força, ela ajudou empinando mais ainda, tesão da porra, gozei claro, depois deixei ela tentar passar, troquei o braço de apoio e passei minha mochila pra mão esquerda, ela tentou passar, mas minha mão ficou tocando na bunda dela, aproveitei e comecei a acariciar e dar umas apertadas na bunda dela, coloquei meu dedo de encontro a buceta dela por detrás, mas não durou até que chegou na estação, onde ela deu uma pressionada indo pra trás. Por incrível que pareça, o vagão esvaziou no Tatuapé, tinha espaço até para o vendedores do shopping trem kkkkkk

Bom espero que eu não tenha exagerado nos detalhes kkkkkk

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *