Minha cliente virou minha putinha safada

Meu nome é Henrique, tenho 21 anos 1.80m, 70 KG, sou estudante de Educação Física de uma Universidade Federal do interior de Minas Gerais. Sou magro, olhos castanhos e um corpo bem definido e consistente. Apesar de ser relativamente novo, tive muitas namoradas o que me proporcionou uma boa experiência no campo sexual. Pois bem, o que vou relatar aconteceu comigo no segundo semestre de 2014 na academia em que trabalho. Lá sou instrutor de musculação e também Personal

Trainer. Sempre fui muito comunicativo e atencioso com todos os alunos, independentemente de sexo, cor, classe social etc… e por ser assim sempre tive a confiança dos alunos da academia. Numa bela tarde de quarta-feira, tinha acabado de sair da aula às 16 horas e iria trabalhar até às 19 da noite. No meio do expediente, Célio(o dono da academia) me chamou e me apresentou Tatiana(fictício), uma loira 20 anos, 1,68m, 60 KG, cabelos lisos um pouco abaixo dos ombros, olhos claros, coxas grossas bem definidas pela calça coladinha, uma bunda empinada(com uma

calcinha minúscula toda enterrada) e um par de seios médios e bem valorizados pelo decote, uma deusa loira que parou o movimento dos marombeiros da academia naquele momento. Quando a cumprimentei dei uma secada de cima em baixo mas de forma discreta e rápida, enquanto Célio me dizia que ela era nova na cidade e estava interessada em acompanhamento individual, pois queria manter a forma e amava praticar esportes. Tatiana e eu ficamos conversando um bom tempo e descobri que ela era carioca,seu pai é dono de uma exportadora e estava abrindo uma filial na cidade e ela tentaria vestibular no final do ano. Dona de um sorriso contagiante e de uma simpatia fantástica, Tatiana me encantava a cada palavra,

demonstrava ser muito culta e tínhamos muitos gostos em comum como ler e praticar esportes. Percebi que ela também estava gostando do papo pois me disse que eu era muito simpático e tal. A convidei para conhecer o restante da academia e enquanto mostrava cada sala continuávamos o papo até que ela me perguntou se eu trabalhava como personal, eu disse que sim mas que no momento estava sem cliente, pois era o início do semestre e os clientes do semestre passado ainda não haviam me procurado. Perguntei se ela estava interessada no acompanhamento individual e ofereci meus serviços a ela, sem pensar muito Tatiana respondeu que gostaria de passar por um período de experiência e se gostasse continuaria mas que queria exclusividade.Como estava sem cliente e o preço oferecido por ela era muito BOM aceitei. Pois bem, tudo acertado entre nós e a academia, marcamos para o dia seguinte a Anamnese(questionário) e a avaliação física. Chegado o dia e no horário

marcado chega Tatiana, exuberante como sempre com uma calça rosa colada ao corpo, um top que deixava de fora sua barriguinha, os cabelos presos e aquele sorriso lindo no rosto que me encantava cada vez mais, uma coisa de enlouquecer. Me comportei profissionalmente como sempre faço e pedi que me acompanhasse até a sala de avaliação física. Tudo correu bem e pude ver ainda melhor como era linda aquela mulher, dona de um corpo espetacular o que me fez ter mil fantasias. No dia seguinte começamos o trabalho de musculação e o treinamento aeróbio. Durante as seções conversávamos muito sobre os mais variados assuntos e fomos ficando cada vez mais íntimos, fui notando com Tati era sapeca e fogosa, ela me dizia que era insaciável na cama e que seu último namorado não dava conta do recado. Eu entrava

na dela e brincava dizendo que seu namorado era um frouxo e que se fosse ela não estaria contando tanta vantagem assim. Ouvindo isso Tati soltou uma gargalhada irônica e duvidou e eu retruquei dizendo: Paga pra ver Tati!!!. A cada exercício que Tati fazia errado, tinha plena liberdade de tocar seu corpo e corrigi-la, acertava a posição do seu tronco, cabeça e tudo mais que deveria fazer como profissional.Notei que em determinadas regiões que tocava, por exemplo na barriga, Tati ficava com a respiração ofegante e me olhava de maneira diferente, um olhar mais provocante do que o normal. Já tomado pelo tesão que não pude conter, comecei provocar Tati ainda mais, a cada toque demorava um pouco mais para tirar a mão,as vezes fazia

um carinho leve, passava as unhas e fui percebendo que ela retribuía com gemidos baixinhos e dava corda em tom de brincadeira dizia que assim seria minha cliente a vida toda e que eu estava brincando com fogo. Depois que ouvi isso perdi totalmente a vergonha e devolvia as brincadeirinhas com elogios e cantadas mais atrevidas, dizia que adorava apagar o fogo de minhas clientes, elogiava seu corpo, dizia que ela tinha uma bunda maravilhosa e ela não ficava pra trás dizia que eu era muito gostoso e que tinha um corpo que a deixava louca. Com um tesão incontrolável e aproveitando que a academia estava vazia a chamei pra sala de avaliação física, fechei a porta e a segurei pela cintura e lhe dei um beijo guloso daqueles de arrancar pedaços, passava a mão por suas pernas, apertava sua bunda e Tati gemia baixinho e retribuía passando a mão pelo meu peito, meu abdômen e desceu até chegar em

meu pau. Facilitei descolando nossos corpos e Tati não se fez de rogada, apertava minhas bolas e meu cacete até que enfiou a mão dentro de minha calça e sem parar de me beijar começou a me punhetar. Já totalmente descontrolado agarrei seus seios e comecei a tirar seu top até deixar o par de seios mais lindos que já vi livres. Cai de boca, chupava com uma voracidade incrível e Tati acelerava a punheta com meu pau já todo de fora e minhas calças na altura dos joelhos. Baixei sua calça e vi uma tanguinha branca e minúscula toda enterradinha naquele rabo maravilhoso e comecei a passar o dedo em seu grelinho todo melado de tesão. Tati alucinada e fora de si se ajoelhou em minha frente e abocanhou meu cacete(18 cm) e começou um boquete maravilhoso, subindo e descendo no meu pau com uma habilidade fantástica. Eu soltava gemidos contidos e pressionava a cabeça de Tati contra meu

pau. Notando que não estava longe de gozar, Tati acelerou os movimentos e pedia bem baixinho: “goza em minha boquinha vai meu macho” , não agüentei de tesão e gozei desesperadamente enchendo aquela boquinha de porra. Mais uma vez me surpreendendo minha loira engoliu tudinho. Ainda tomada pelo tesão veio pra cima de mim querendo resposta e eu pra pagar o melhor boquete q havia recebido, peguei Tati pela cintura e a coloquei em cima de uma mesa q havia na sala, tirei sua tanguinha completamente ensopada e segurando pelos seus joelhos abri suas pernas e cai de boca em sua xaninha q exalava sexo. Fui enfiando minha língua e fazendo um vai e vem frenetico enquanto Tati se debatia e gemia cada vez mais alto, o som da academia abafava os gemidos e por isso continuei. Subia e descia com minha

língua e Tati passava as unhas por minha nuca e me empurrava contra seu sexo. Já quase gozando ela dizia coisas sem nexo e pedia: ME COME, ME FODE, EU QUERO PAU AGORA ME FODE VAI GOSTOSÃO….. atendendo seu pedido me levantei e com meu pau já em ponto de bala encostei a cabecinha em sua xaninha e fui enfiando devagar, deixando Tati sentir cada centímetro entrar, ela gemia e pedia mais, empurrava meu corpo contra o dela até sentir meu pau todo enterrado em sua xana, aí comecei um vai e vem num ritmo alucinante, enfiava e sai o máximo q podia sem parar segurando em seus tornozelos e escancarando sua bucetinha, ME FODE ASSIM VAI, HUMMMM, NÃO PÁRA MEU HOMEM AI AI.Depois de um tempo no frango assado Tati me empurrou, desceu da mesa e usando uma cadeira colocou um de seus pés em cima dela e inclinou seu corpo a frente apoiando na mesa e escancarando seu grelinho pra mim disse: ME COME POR TRÁS VAI MEU MACHO, ENFIA TUDINHO EM MIM Q EU TO ADORANDO…as palavras de Tati me enlouqueciam cada vez mais e com uma bombada só enterrei tudo em sua xaninha estremecendo o

corpo da minha putinha. Segurei em seus cabelos com uma das mãos e com a outra segurava em sua cintura e metia como um animal e chamando-a de putinha, TOMA SUA VADIA SENTE O PAU DE UM MACHO TE FUDENDO…..ISSO MEU TARADO ME FODE GOSTOSO, FODE SUA PUTINHA VAI, HUMMMMM Q DELÍCA……. não resistindo mais a tanto tesão disse pra Tati q iria gozar…. tirei de sua xaninha e ela se ajoelhou novamente e disse GOZA Q EU QUERO ENGOLIR TUDINHO VAI…. gozei mais uma vez em sua boquinha e dessa vez lambuzando seu rosto e seus seios…..pra minha grande surpresa e ainda não satisfeita, Tati continuou chupando meu pau em poucos minutos o deixou duro feito ferro, pediu que eu sentasse no colchonete em veio por cima e foi descendo bem devagar e começou a cavalgar… subia e descia feito louca e ouvia-se o barulho de seu bumbum batendo em minhas coxas. Nossos

corpos suados se encontravam e pareciam um só. Eu passava as mãos em seus seios, os chupava com muita volúpia, passava a língua na nos biquinhos duros de tesão enquanto Tati delirava no meu pau. Segurando em sua cintura conduzi minha loira pra cima de modo que se desencaixasse do meu pau e pedi pra ficar de 4. Imediatamente ela se apoiou nos cotovelos e empinou aquele rabo maravilhoso e eu de joelhos retomo a penetração e com o dedo mínimo enfio em seu cuzinho. Tati tenta impedir mas continuo enfiando até ela se acostumar, depois vou enfiando o dedo indicador e por ultimo o dedo médio. Notando q Tati não impedia mais retirei meu pau todo melado com mel de sua bucetinha, encostei na entradinha de seu cuzinho e fui forçando passagem.Tati imediatamente disse: não aí não, o cuzinho eu não vou te dar!!!! Em resposta segurei em seus cabelos e disse: agora você não está falando com frouxo não, lembra??? Continuei firme e fui entrando devagar! VAI

DEVAGAR MEU MACHO, foi o pedido de Tati q olhava pra trás, ansiosa para ver o q iria acontecer. Usando um pouco da experiência, pedia ela que fisesse força pra fora com seu anelzinho que se dilatava enquanto meu pau entrava. A cada pouco q penetrava em seu cuzinho parava um pouco pra ela se acostumar. Sentia seu cuzinho piscar e pressionar meu pau. Depois de enterrar tudo em seu rabinho senti um rebolado gostoso daquele bumbum envolvendo meu pau, comecei um entra e sai devagar com gemidos de ambas as partes. Meu pau entrava e saia com um pouco de dificuldade mas o prazer era imenso, sentia as pregas de Tati se dilatarem a cada investida minha. Fui acelerando aos poucos e minha parceira pedia mais… AÍ ME COME GOSTOSO VAI, COMO É BOM DÁ O CUZINHO PRO MEU PERSONAL, ME

FODE MAIS MAIS…. HUMMMMMM, AI AI AI…. ouvindo isso comecei a bombar mais forte e segurando novamente em seus cabelos com uma das maos e com a outra dava tapinhas em seu traseiro. HUMMM QUE RABO DELICIOSO MINHA TARADINHA, ASSIM VOU TE COMER TODO DIA SUA PUTINHA….Tati já fora se si novamente dizia: EU SOU SUA MEU HOMEM, VOCE ME COME A HORA Q QUISER….. não agüentando mais de tanto prazer acelerei o ritmo e junto com Tati aumentaram-se os gemidos…. AI VOU GOZAR MEU MACHO, ME FODE , ME FODE MAIS, HUUUUMMM, ASSIM NÃO PARA, VAI VAI…….AAAAAHHHHH TO GOZANDO HUMMMMM QDELICIA. AI AI….. não agüentando mais gozamos juntos e Tati teve um orgasmo longo e forte, nossos líquidos se misturaram e caímos desfalecidos no chão eu por cima de Tati e com meu pau ainda em seu cuzinho, descansamos por

alguns minutos sem nada dizer, depois me levantei e vi o buraco imenso q tinha virado o cuzinho de Tati, ela se levantou e levou a mão atrás e viu com tinha abrido seu anelzinho. Com um sorriso sacana no rosto ela me olhou e disse até que você deu conta do recado, com um personal assim dá pra manter a forma….
Nos vestimos e nos limpamos com sua toalhinha e combinamos q essa seria só a primeira de muitas e assim aconteceu, tivemos outras transas inesquecíveis que posso contar depois…

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *