O Pai do meu Marido me Comeu Gostoso

Eu sempre tive um corpo muito bonito, eu tenho um corpinho violão as minhas pernas são grossas a minha bunda é redondinha meus seios não são nem muito grande e nem muito pequeno, mas eles cabem perfeitamente na boca de quem gosta de dar uma boa chupada, falando nisso todos os meus namorados adoravam aperta lós e dar boas chupadas nos meus peitinhos e enquanto eles se deliciavam chupando

os meus seios as suas mãos percorriam o meu corpinho me deixando doida e louca de tesão e depois era só completar o serviço que tinham começado, com todos esses atributos eu não ficava nem um dia sem namorado eu aproveitava a minha beleza facial e a beleza plástica do meu corpo para me exibir eu adorava uma mini saia e um shortinho bem curtinho que deixava as curvinhas da bundinha de fora.

Eu namorei e dei muito antes de me casar porque eu não ficava mais de três dias sem dar uma trepada meu marido quando começou a namorar comigo ele me conheceu assim ele gostou e sempre me incentivou a usar roupas curtas, depois que nós nos casamos nós fomos morar na casa do seu pai até terminar a nossa seu pai era um viúvo enxuto boa praça ele era um coroa gente fina, gentil cavalheiro

amoroso e muito brincalhão ele gostava de contar piadas, eu trabalhava só na parte da tarde e na parte da manha eu passava o tempo todo rindo com as suas piadas e as suas brincadeiras eu usava as minhas mini saias e os meus shortinhos bem a vontade, mas depois de um tempo ele começou a se assanhar pra cima de mim ele começou a elogiar o meu corpo as minhas coxas e meus seios e na brincadeira, eu achava que era brincadeira ele vivia me falando que eu deveria por a minha bunda no seguro porque a minha bunda era uma joia e que ela era muito valiosa para ficar exposta ao vento e poderia pegar um resfriado, nós riamos muito da sua piada a

gente só se via de manha porque quando eu chegava do serviço tarde da noite ele já estava dormindo e no dia em que eu não colocava a minha mini saia ou um shortinho curtinho ele reclamava e perguntava porque que a joia do papai estava escondida, eu ria e falava não tem nada escondida não ai ele falava papai gosta de ver a joia que você tem, para realizar a sua fantasia e o seu desejo eu colocava uma mini saia curtinha só para deixa ló contente ele me via e ficava todo orgulhoso e sorridente, eu também me sentia realizada em saber que tinha alguém me observando e me desejando.
Um ensaio da camgirl Aurora

E assim o tempo foi se passando a nossa intimidade e a nossa confiança foram se aumentando nessa época o meu marido já não era mais o mesmo na cama, era só nos finais de semana que ele mexia comigo para fazermos sexo e era simplesinho e rapidinho virava pro lado e dormia, eu já estava desconfiada de que ele tinha uma amante e nem ligava mais pra mim eu ficava a semana inteira na seca, na parte da

manha tinha um homem viril e obcecado que me comia com os olhos e durante o tempo em que eu estava no meu trabalho tinha vários homens ao meu redor que desejavam me levar pra cama alguns chegavam até a se declarar no meu ouvido a sua vontade e o seu desejo para comigo, eu estava no maior sufoco eu não queria trair o meu marido também não sabia o que fazer para resistir eu fiz o que foi

possível e resisti até onde deu pra segurar, mas num belo dia logo pela manha meu marido já tinha saído para o trabalho eu ainda estava deitada pensando nos meus problemas quando ouvi a porta do quarto se abrindo pensei que fosse o meu marido que estivesse esquecido alguma coisa como eu estava com raiva dele fiquei imóvel pra ele pensar que eu estivesse dormindo mas de repente eu senti uma mão passando na minha bunda eu estava só com uma camisolinha curtinha e transparente sem calcinha e sem sutiã.

Aquela mão subia e descia na minha bunda e nas minhas coxas quando eu senti uma língua passando no meio da minha bunda eu gelei e ao mesmo tempo subiu um calor pelo corpo que me estremeci todinha e ouvi uma voz que disse sorrindo gostou né safadinha, eu me virei rapidamente e vi que era o meu sogro que estava me alisando ele estava completamente pelado e com o pau duro apontado pra mim eu achei aquilo engraçado e soltei um sorrisinho sem querer, foi o suficiente pra ele deitar se no meio das minhas pernas e socar a boca na minha bucetinha, parecia que eu estava tomado um choque de tanto que eu tremia prendi a sua cabeça com as

minhas coxas e comecei a rebolar ele socava a língua inteirinha dentro da minha boceta e dava voltas e mais voltas, eu tremia eu gemia e delirava de tesão gozei umas duas ou três vezes seguida depois eu soltei a sua cabeça ele deitou se ao meu lado e me deu um beijo na boca sua língua estava toda lambuzada do meu gozo, rapidamente dei uma virada no corpo e me deitei em cima do meu sogro abocanhei o seu pau e coloquei a minha boceta em sua boca eu engoli o seu pau inteirinho enquanto ele chupava a minha boceta e socava o dedo no meu cuzinho.

Depois de uns dez minutos eu me deitei na cama ele veio por cima de mim e socou o pau na minha boceta que delicia que maravilha enquanto ele socava o pau na minha boceta a sua língua tocava no fundo da minha garganta, eu rebolava gemia e gritava de tanto tesão e emoção acabei gozando mais uma vez naquele cacete duro e gostoso eu já estava com o corpo mole quando ele levantou as minhas pernas e começou a pincelar o meu cuzinho com a ponta do pau, fiquei com os dois joelhos encostados no queijo quando ele socou o pau no meu cuzinho aquele pau delicioso deslizou se pra dentro do meu cuzinho sem me machucar depois ele começou a fazer

um vai vem bem gostoso no meu cuzinho que esta se deliciando e me deixando feliz meu sogro socou, socou até que ele gozou bem gostoso dentro do meu cuzinho foi uma foda maravilhosa e muito desejada por nos dois depois ficamos deitados um ao lado do outro para descansarmos, quando eu quis me levantar o meu sogro me segurou pelo braço me deu um beijo na boca e disse eu só fiz isso porque não aguentava mais ver essa bunda gostosa na minha frente, você me desculpe mas de vez em quando eu quero me deitar com você eu dei outro beijo em sua boca e falei todos os dias de manha eu vou ficar te esperando se você não vier eu não vou mais usar mini saia ele deu um largo sorriso e falou eu vou cuidar dessa bunda como se

fosse a ultima bunda do mundo e assim estamos fazendo todos os dias antes de me levantar ele chega no meu quarto e já pula em cima de mim ele chupa a minha boceta chupa as minhas tetas come o meu cuzinho e come a minha bucetinha, nós passamos horas em cima da cama trepando gozando e se divertindo eu estou feliz da vida meu sogro me come a semana inteira e aos sábados e domingos fico a disposição do meu corninho que nem sempre me come como se deve, mas eu não estou nem ai pra ele prefiro o pai dele que apesar de ser coroa tem muito mais fogo e tesão para me deixar satisfeita…

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.