Boquete Delicioso com uma Travesti

Olá! Meu nome é Ricardo, vou contar sobre um caso que ocorreu comigo há bastante tempo. Foi uma aventura que tive e um desejo que sempre quis realizar.

Aumento Peniano

Bem, pra começar tenho que dizer que na época eu era jovem e tímido. Já havia tido algumas experiências sexuais, não muitas, mas naquele momento não estava namorando nem ficando com ninguém, então dá pra imaginar que a vontade era muita, né? Sempre gostei de sexo oral, achava muito excitante e prazeroso. Como não estava com ninguém na época costumava me masturbar com uma certa frequência, principalmente vendo filmes de boquete. Não era muito experiente sexualmente, mas as mulheres com quem havia ficado nem todas gostavam de chupar. Ou quando gostavam nem sempre sabiam fazer. Então depois de um tempo com muita vontade resolvi tentar me satisfazer realmente.

Aqui na cidade onde moro tem uma avenida onde tem várias garotas de programa a noite. Já havia passado por lá e já tinha reparado que tinha umas bem gostosas, mas nunca tinha me arriscado a ficar com nenhuma. Porém como minha situação estava tensa na época e eu tava venerado em boquete resolvi procurar uma para experimentar.

Num sábado, por volta das 2 horas da madrugada, depois de sair com uns amigos resolvi passar nessa avenida pra ver se encontrava alguém que fizesse um boquete bem gostoso. Nesse dia estava morrendo de tesão. Peguei o carro e dei umas voltas na região, mas não havia muitas garotas de programa. Não sei se por causa da hora ou porque estava um pouco frio e chuvoso, mas realmente haviam poucas opções naquele dia. Fiquei um pouco frustrado pois tava com muita vontade. Dei mais algumas voltas até que vi em uma esquina algumas garotas fazendo ponto. Quando cheguei mais perto percebi que eram travestis. Nunca havia ficado com nenhuma travesti e apesar de não ter vontade de fazer sexo anal, não tinha preconceito com travestis. Pelo contrário achava algumas até bem excitantes, já havia entrado em sites de travestis e havia ficado muito excitado, algumas eram realmente muito bonitas. Como o que estava procurando era um boquete e tinha ouvido dizer que as travestis sabiam chupar como ninguém resolvi parar.

Encostei o carro próximo a esquina e fiquei observando, tinha um grupo de umas cinco travestis. Uma me chamou bem atenção, era magra, estatura mediana, não tinha bundão nem peitos muito grandes, mas era bem bonita, tinha o cabelo loiro na altura dos ombros e um rosto bem feminino, e uma bundinha que apesar de não ser muito grande era bem gostosinha, tinha a pele clara e bem lisinha. Parei o carro um poco mais perto, chamei ela e perguntei o nome dela e se ela fazia um oral bem gostoso. Ela muito simpática respondeu que se chamava Luana e que fazia um boquete bem gostosinho sim, eu não iria me arrepender. Então falei com ela pra entrar, ela entrou no carro e saímos, nessa altura já estava começando a ficar excitado apesar de um pouco nervoso pois essa era uma situação nova pra mim.

Rodei mais um pouco e logo a frente parei num drive in. Como Estava querendo um boquete pensei que no carro mesmo seria bom. Entrei estacionei o carro e comecei a puxar assunto com ela. Ela sempre muito simpática conversava e ao mesmo tempo passava a mão no meu pau ainda sobre a calça que estava cada vez mais duro. Ela tinha as mãos grandes, mas macias e delicadas. Como meu pau já estava praticamente duro resolvi colocar pra fora de uma vez. Abaixei a calça e a cueca soltando o pau já totalmente duro. Ela então me perguntou:

-Qual o seu nome gato? Você não me disse.

-Meu nome é Ricardo, to com muita vontade de um boquete bem gostoso.

Ela deu uma risadinha e completou:

-To percebendo, já ta bem duro né?

-Ta sim, você gostou? O que você achou dele?

Ela com um sorrisinho no rosto respondeu:

-Pequeno né?

Meu pênis tem mais ou menos uns 17 cm, sempre achei ele de um tamanho médio, mas é grosso e tem a cabeça grande. A resposta dela me surpreendeu, mas não me tirou o tesão. Continuei o papo enquanto ela alisava meu pau bem devagar:

-Você achou pequeno mesmo? Deve estar acostumada com pintos bem maiores né?

-Sim, tem de todos os tamanhos, o seu não é muito grande, mas até que é gostoso.

Nesse momento ela abaixou a cabeça e começou a lamber a cabecinha do meu pau bem devagar. Já estava relaxado e bastante excitado e continuei perguntando:

-E o seu gata é grande? Já que achou o meu pequeno o seu deve ser grande então.

-23 centímetros.

A resposta dela me surpreendeu, mas continuei:

– Sério? Duvido!

Na mesma hora ela levantou a sainha e colocou a calcinha vermelha de lado, soltando aquele pinto pra fora. Estava mole mas dava pra perceber que era realmente grande. Então ela disse:

-Ta mole agora, mas quando fica duro é bem grande.

Continuou chupando agora com mais vontade. E eu bastante excitado continuei perguntando:

-Deixa eu ver ele duro então?

Sem demora ela começou a se masturbar devagar enquanto chupava o meu pau. Aos poucos seu pau ia ficando duro e aumentando de tamanho. Não demorou muito a ficar duro. Era realmente grande, muito maior que o meu. Ela parou de me chupar por um momento e falou:

-Ta vendo como é grande? Já viu um pau assim?

-Nossa é grande mesmo!

Ela voltou a me chupar, agora com muita vontade enquanto continuava se masturbando até que seu pinto ficou completamente ereto. Aquele pau era realmente grande, tinha a cabecinha bem grande e vermelha, era grosso e estava totalmente empinado, nunca tinha visto um pau tão grande e completamente duro. Fiquei olhando ela completamente excitada e chupando o meu pau com bastante vontade, enfiava ele todo na boca e tirava bem rápido. Aquilo realmente estava bastante gostoso. Não demorou muito pra eu gozar. Gozei muito, estava com muito tesão, ela tava muito excitada também dava pra perceber. Foi realmente muito prazeroso aquele boquete. Estava completamente satisfeito.

Demorei uns minutos pra me recuperar, ela continuou me olhando e falou:

-E aí gostou? Viu como eu chupo gostoso?

-Nossa foi realmente ótimo.

Estava atordoado ainda e comecei a me vestir. Meu pau estava ainda um pouco duro mas consegui vestir a cueca e a calça. Sai do carro para me arrumar melhor. Estava distraído tentando arrumar minha roupa mas percebi ela saindo também. Pensei que ela também tinha saído pra se arrumar. Ela então chegou mais perto de mim e quando eu me virei pro lado vi que ela ainda estava com o pau completamente duro. Falei:

-Nossa você ainda ta assim?

-To sim. Agora é a sua vez. Respondeu chegando mais perto e encostando aquele pau em mim.

-Vem me chupar vem? Sei que você ta querendo.

Ela encostou no capo do carro e começou a se masturbar bem devagar. Fiquei olhando por um tempo, mas não resisti. Ver ela cheia de tesão com aquele pauzão duro me deixou com vontade. Cheguei mais perto, abaixei na frente dela ficando com o rosto bem na frente dequele pintão. Ela com muito tesão falou:

-Mete a boca vai. Experimenta esse pirocão.

Peguei e comecei a punhetar devagar ate que criei coragem de começar a chupar. Comecei a laber a cabecinha enorme depois enfiei na boca e comecei a chupar com vontade. Nessa hora meu pau já tava duro de novo. Coloquei pra fora e comecei a me masturbar. Tava com muito tesão. Continuei fazendo aquele boquete e ela gemendo de tesão. Depois de um tempo falou:

-Você leva jeito. Boquinha de veludo! Acho que vou gozar.

Parei de chupar e comecei a punhetar ela de novo. Queria ver ela gozando. Eu também estava quase gozando de novo. Comecei a bater bem rápido até que ela gozou. Gozou bastante, soltava uns jatos de porra bem longe e gemia alto. Aquela cena me deixou com mais tesão ainda. Eu também quase que no mesmo momento gozei. Aquela situação toda foi realmente muito excitante. Chupar aquele pauzão duro foi uma experiência maravilhosa. Nunca mais esqueci daquele dia. Desde então descobri que além de gostar de ser chupado também adorava chupar.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *