Tirei a calcinha da esposa dentro do restaurante

Caros leitores estou de volta para narrar mais um encontro real. Sou um homem maduro com meus 47 anos bem vividos. Sou Representante Comercial, motivo que me leva a várias cidades e estados, e consequentemente a conhecer diversos casais e esposas safadinhas que adoram trair seus maridos trabalhadores.

Aumento Peniano

Em uma dessas viagens de negócios, estive de volta a Uberaba, e em contato com Cláudio ele me disse que era aniversário de Andressa, mais estava sem grana pra fazer a festa que ela merecia, embora quisesse comemorar. Foi então que me pus a disposição para darmos a ela uma comemoração gostosa, levá-la a um bom restaurante, sair pra dançar, qualquer coisa do tipo. Cláudio gostou da ideia e me disse:

_____ Ok. Nos encontramos hoje a noite então. Vou pedir a ela que use um vestido bem lindo pra sairmos e ela possa dar aquele show que ela sempre faz e possa se exibir bem gostoso para nós dois. E eu disse a ele

_____ Cláudio se não se importar eu gostaria de presentear Andressa. Posso escolher o vestido?

Cláudio aceitou e ficou radiante com a idéia. Fiz as visitas programadas para aquele dia, encerrei as negociações com meus clientes e fui em busca do presente, um vestido fino, porem provocante e que valorizasse o corpo de Andressa. Entrei em várias lojas do shopping até que encontrei o vestido que tinha em mente e fui entregar a Cláudio para que desse a Andressa. Marcamos de nos encontrarmos as 20:00 horas. Os apanhei na porta de sua casa. Andressa estava linda com o vestido (não tenho mais as fotos que Cláudio tirou, mas ela estava deslumbrante) um batom que acompanhava a cor do vestido, enfim, uma delícia.

Eu havia escolhido o restaurante e partimos. Havia escolhido uma mesa afastada onde teríamos uma ótima privacidade num mezanino estratégico que escolhi. Cláudio tomava refrigerante, eu tomava um uísque, enquanto Andressa optou por um drink a base de vodka e morangos. Cláudio permitiu que Andressa se sentasse ao meu lado, e aos poucos, com o efeito do drink, Andressa se soltava mais, lembrava do nosso outro encontro do quanto havia se divertido e dizia que estava louca pra chupar meu kct e dar um beijo em Cláudio…

_____ Quero chupar seu pau aqui dentro do restaurante, o que você acha? Você deixa?

_____ Deixar eu deixo, mais não acha arriscado? Podemos ser até presos por atentado ao puldor. Foi então que ela desistiu da ideia mas continuou provocando o marido. Entrei no jogo também e passei a encorajá-la.

_____ Você não pode chupar meu kct duro aqui dentro, mais posso tirar sua calcinha aqui se quiser. O que acha?

Andressa adorou a ideia, embora ainda tivesse o risco de sermos pegos no flagra por algum garçom, mais mesmo assim com a euforia do momento ela disse ao Cláudio

_____ Amor, o Viajante vai tirar minha calcinha aqui dentro. Você vai deixar? Deixa amor? Minha bucetinha está pingando de vontade. Agora eu quero… E Cláudio deu o sinal verde nós desafiando.

_____ Vocês não tem coragem. Se fizerem o Viajante pode levar sua calcinha como troféu ….. E rimos do desafio meio bobinho de Cláudio. Ana riu do desafio e disse..

_____Ai Cláudio meu corninho lindo, que desafio esse hein, ele vai levar a calcinha sim, e você meu corninho vai levar mais um par de chifres rsrsrsrsrs

Os dois se provocavam, Andressa sabe mexer com os brios de Claudio e entrava numa espécie de transe ao ser chamado de corninho e isso o fazia liberar ainda mais a esposa. Incrível o que ela faz com ele, como o domina.

Começamos então a nos beijar e Cláudio só observava vigiando a presença de outras pessoas..eu e Andressa nos beijávamos e minhas mãos começaram a percorrer suas pernas. Eu erguia o vestido e passava a mão na sua bucetinha quente, ainda por cima da calcinha. Minhas mãos foram ficando mais atrevidas a cada beijo, e aos poucos comecei a descer a calcinha de Andressa. Ela estava alucinada de tesão dentro daquele restaurante, mais precisávamos manter o mínimo de postura afim de não levantar qualquer suspeita de nossas atitudes….

_____Viajante você é louco, eu estou ardendo em tesão, tira logo minha calcinha vai, vem enfiar esses dedos na minha bucetinha e sentir como ela está quente, pedindo seu kct duro.

Andressa estava a cada momento mais tesuda com nossa pegação. Continuamos nos drinks e conversando e nos beijando ainda mais e a calcinha começou a descer. Consegui tirar a sua calcinha que era engolida por aquele rabo GG fenomenal. E a calcinha já estava na altura das cochas de Andressa, onde ainda tampava parte da bucetinha, mais já deixava à mostra parte dos pentelhos….Cláudio estava extase observando tudo aquilo e já se mostrava inquieto querendo sair daquele restaurante para motel, louco pra ver Andressa em ação. Andressa pediu para descer um pouco mais da sua calcinha até deixá-la no meio das coxas. E enquanto nós beijávamos apareceu um garçom para servir novas doses e viu a calcinha de Andressa. Ainda me lembro de ouvir Cláudio dizer ao garçom :

_____ São dois safados né …

3 Replies to “Tirei a calcinha da esposa dentro do restaurante”

  1. Sou japonês e nao fujo à regra, tenho pimbinha miúda com menos de 5cm por 1,5cm e minha esposa que é uma linda morena de cabelos e negros, com um corpo de violão, bunda e seios grandes, e na hora da transa sussurra nos meus ouvidos que tem vontade de experimentar uma rola GGG de um brasileiro. Que quando sai à rua, sente os olhares de cobiça dos homens e um deles, no ponto de ônibus perto da minha casa, já me disse que vai fazer o Japinha de coRno e acho que sou, pois sinto que o meu miudinho fica dançando no salão.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *