Comendo a mãe do meu amigo

Olá tudo bem? vim aqui hoje contar pra vocês o dia que comi a mãe de um amigo da faculdade!

Durante muito tempo, fui menosprezado pelas meninas que eu ficava. As que eu conseguia pegar, raramente topavam uma segunda vez.

Eu sabia que não tinha um pinto grande, mas não imaginava que ela dessem tanto valor para isso. Mas felizmente minha situação mudou!!!


Estava conversando um dia com um amigo do meu estágio e comentei com ele sobre isso, acabei desabafando que isso afetava muito minha autoestima e que não tinha nada que eu pudesse fazer para reverter essa situação. Foi quando ele me falou de um produto bomba peniana e disse que se eu usasse, meu pau iria crescer na primeira semana.
Gente, sério, minha vontade foi de rir na cara dele, nunca acreditei nesses produtos milagrosos e essa não seria a primeira vez
Coincidiu de naquela semana eu receber um whatsapp de um amigo da faculdade:

“Niver do Luan
Você está convidado para minha pool party, endereço xxxxxxxx….”

Fiquei muito empolgado, mas já imaginava a situação, ter que ficar de sunga na frente de todo mundo. Isso não iria acontecer.

Confirmei presença no aniversário dele.

Quando chegou o dia, me vesti com uma bermuda e deixei a sunga por baixo, só para previnir, pois sabia que não iria tirar o short.

– E aí, parceiro! – Ele me comprimentou assim que cheguei na casa dele

– Fala, Luan. Parabéns!!! – Eu respondi dando um abraço e entregando umas garrafas de catuaba que eu tinha levado.

Ele me indicou onde estava acontecendo a festa e eu segui na direção que ele falou.
Assim que cruzei a porta que dava para o quintal, fiquei estático! Tinha uma mulher, por volta dos 35 anos, peito durinho, bunda grande, cara de safada e só de biquíni!!!!!!

Me senti em um pornô naquele momento kkkkk

– Mano, entra aí – Disse o Luan que apareceu de surpresa atrás de mim. Eu estava viajando naquela beldade. – Mãe, esse aqui é o Paulo. – Ele disse, chamando a gostosa. Eu nem acreditei na hora!!!

Como pode uma mulher gata e gostosa ser mãe de um muleke franzino e bobão????? o Luan era meu amigo, mas não tinha como negar isso.

– Oi, Paulo! Muito prazer, me chamo Vanessa.

– Muito prazer, Va..Va..Vanessa – Gaguejei.
Ela deu uma risadinha, e meu amigo interviu.

– Tá nervoso, parceiro? Vou pegar uma cerveja pra você, a galera já ta na piscina. Cola lá!

Eu em direção do pessoal, e o restante do dia correu normalmente.

Eu fiquei com a minha bermuda o dia todo, enquanto os meninos, principalmente os mais avantajados, passavam de sunga para cima e para baixo, exibindo seus dotes, e as meninas babavam.

Percebi que a Vanessa, mãe do Luan, não conseguia desviar o olhar quando o Marcos passava.

Marcos era um amigo da faculdade, moreno, alto e q sunga pesada ali, sem dúvidas. Eu estava o invejando demais, e minha autoestima foi ainda mais pro chão!

A festa rolou solta, Luan já estava bêbado e a galera começou a ir embora. Percebi que a Vanessa e o Marcos estavam soltinhos, ela conversava encostando muito nele, que retribuía, mas sempre conferindo se o Luan não estava por perto.

O pessoal começou a ir embora, e logo estava só eu, Luan, Vanessa e o Marcos na casa.

Até que o Marcos me chamou no canto.

– Mano, mete o pé logo! Vou pegar a mãe do Luan, você ta me empatando aqui!!

– Porra vei, vc é filho da puta demaisss, to indo embora então. Luan já ta apagado no quarto dele.

– Eu to ligado, depois te conto os detalhes kkkkkk. – Marcos se despediu de mim e foi em direção a cozinha, onde estava a mãe do Luan.

Eu juntei minhas coisas e fui pra casa, puto da vida!!!!

A primeira coisa que fiz quando cheguei em casa foi entrar na internet e olhar o produto que meu amigo tinha me dito
———————————————

Em menos de uma semana eu recebi ele em casa, comecei a aplicar no mesmo dia, e confesso, não tava sentindo nenhuma mudança.

Já era meu terceiro dia de uso, e o que eu percebi foi que eu estava tendo orgasmos muito mais longos, o tesão que eu sentia depois que comecei a passá-lo é inexplicável!!

Mas voltei para o meu foco, continuei passando e meu pintinho de 15cm duro, em pouco mais de 3 semanas, estava beirando os 21cm. Minha vida mudou totalmente!

Minha autoestima aumentou, e eu só tinha uma vontade em mente. Comer a mãe do meu amigo!!!

Liguei para ele e perguntei se rolava de ir tomar um banho de piscina na casa dele, naquele final de semana, o que ele prontamente topou. (mal sabia que a mamãe dele tava na minha mira hahahaha)

Chegou sábado, botei um sunga branca, já na intenção de marcar território na casa do meu amigo e fui pra farra!

Assim que cheguei lá, meu mundo caiu em chão. Marcos estava lá, na piscina, jogando rebater com a Vanessa, enquanto ele aproveitava para encoxar ela em baixo d’água.

Mas, apesar de abatido, estava determinado a partir pra cima e pegar aquela coroa gostosa pra mim.

– E aí, gente, posso me juntar a vocês?

Percebi que o Marcos revirou os olhos.

– Uai, entra ai mano! – Ele respondeu, contrariado.

Dei uma coçada no pau, pra puxar os olhos da Vanessa para aquela região, e percebi que ela olhou fixa pra ele. Aproveitei para tirar minha bermuda.

Estática.

Vanessa olhava estatística para mim, com a boca levemente aberta, quase babando.

Aproveitei e fiz um showzinho, ajeitei a sunga, apertei meu pau alguma vezes, deixando ele bem marcado, e depois me joguei na piscina.

Luan estava dentro da casa dele, jogando videogame, enquanto Marcos, Vanessa e Eu, jogávamos vôlei.

Cada pulo que ela deva, meu pau dava um sinal diferente. Aquelas tetas durinhas pulando, com o sutiã mal conseguindo segurá-las. Que visão, meus amigos!

Comecei a investir, chegava por trás dela como se fosse sem querer e esfregava minha piroca, ainda na sunga, na bunda dela. Fazia questão de pular alto o suficiente para que ela pudesse acompanhar o movimento da minha rola dentro da sunga quando eu saía da água. E, cada vez mais, Marcos foi sendo deixado de lado.

Envolvi Vanessa em uma conversa com qualquer, e Marcos diversas vezes tentou entrar no meio, interagir, mas Vanessa o cortava, e me dava toda a atenção dela.

Até que, por fim, Marcos desistiu e foi embora, deixando eu e Vanessa na piscina.

Vanessa chegou mais próxima de mim, e era agora ou nunca!

– Você é muito bonita, Vanessa. Nem parece que é mãe do Luan! hahaha – Eu disse

– kkkkk bobo, obrigada. Mas meu filho é lindo também!

– Não disso isso, mas, assim, se ele tivesse puxado esse rabo de você, talvez fosse mais agradável olhar pra ele kkk – Eu soltei, estava com muito tesão e meu pau já queria rasgar a sunga.

– Meninoooo.. que prá frente você, hein!!!! – Ela disse.

Pensei em ir para a defensiva um pouco, mas então senti as pontinhas dos dedos dela alisando meu pau, sobre a sunga.

– Sabia que eu tava curiosa para ver se isso é de verdade. Aquele dia na festa eu não dava nada para você, ficou só de bermuda. Mas vejo que andou escondendo o tesouro, ou, melhor falando, A ESPADA.

– Você que me deixou assim, doido para enfiar a espada no seu escudo kkkkkk. – Ela agora já pegava no meu pau com a mão cheia, estávamos dentro da piscina, então mesmo que o Luan chegasse, não conseguiria ver a mamãe dele alisando minha giromba.

– Vamos pra área do churrasco, lá é mais seguro! – Vanessa disse e saiu da piscina empinando aquele rabão pra mim e eu fui logo atrás, com a barraca mais armada que o pessoal que vai acampar kkk.

Assim que chegamos na área da churrasqueira, mandei ela ficar se joelhos e liberei a fera na cara dela.

Meu pau tava tão duro que bateu com tudo na cara dela, fez até barulho. A piranha riu e colocou ele na boca, me levando a loucura.

– Engoli tudo vai, mamãe vagabunda. Tô louco pra te comer desde a primeira vez que te vi, espero que o Luan não fique puto porque vou arrombar a mamãe dele hahaha

Ela ia tirar meu pau da boca para falar algo mas eu logo a repreendi!

– Continua chupando, não mandei parar! – E dei um tapa na cara dela.

Depois que comecei a passar aquele produto, me sentia muito mais confiante, e aquele machão que eu era enquanto sonhava nas minhas punhetas, finalmente estava ali!

Vanessa me chupou muito, até ela reclamar que estava com dor no maxilar. Aí que fiz ela engolir mais ainda! Judiar da mãe do seu amigo, não tenho palavras para descrever como é bom!!

Quando cansei da boca dela, mandei ela empinar com as mãos apoiadas na mesa de cortar carne e sentei-lhe a vara sem dó!!!!

– Toma, puta, vagabunda, gostosa do caralho. Gosta de dar pra novinho né?

– Ai bebê, gosto só pra novinho dotado como você, tá me deixando toda arrombadinha.

– Vai sair daqui larga, puta! Mais larga que quando deu a luz ao meu amigo kkk

Eu batia muito na bunda dela, deixando minha área totalmente marcada “Eu passei por ali”! Ela ia ficar mais marcada que a putinha que saiu com o Neymar kkkkk

Comi ela de várias formas possíveis, de quatro, deitada sobre a mesa com as pernas bem abertas. Eu ia fundo, via ela receber meus 20cm de rola buceta a dentro, e comecei a dedar o cuzinho dela, que logo abraçou minha piroca também!

Arrombei ela todinha, todos os buracos possíveis e depois mandei ela ajoelhar para gozar na cara dela.

Gozei como nunca havia gozado antes. Lambuzei o rosto dela todinho e mandei ela passar o dedo e chupar cada gota, o que ela fez sem reclamar.

Puta demais essa mamãe.

– Cachorra, vou tomar uma ducha e ir jogar com seu filho, depois eu te procuro de novo.

– Ai, ta bom, lindo. Não some que vou ficar com saudades desse piruzão!!

Fui em direção a ducha e depois para o quarto do meu amigo, mas não sem antes conferir se a Vanessa estava andando de pernas abertas. E estava kakakakaka

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *