Comendo o rabo da minha prima

Sou Lucas e como contei, no conto anterior sobre a primeira vez que transei com minha prima, decidi contar a vez que fizemos anal pela primeira, como disse, Andre era morena de cabelos escuros, peitos pequenos e uma bela bunda gostosa e redonda(fotos reais dela no final do conto), depois de minha primeira vez com a Andrea, conversávamos por mensagens, como se fossem meio que ficantes, sentíamos saudade um do outro e as vezes nos ligávamos a noite, e até nos masturbávamos juntos por telefone, falando putaria para saciar nossas vontades.

Libidgel Gratis


no meu aniversário de 18 anos, minha tia havia decidido me levar a um resort com ela e Andrea em Alagoas, Então eu fui, iriamos ficar lá por 7 dias lá, porém iriamos ficar mesmo quarto, mas quando chegamos lá, deu um problema que reservaram um quarto de casal, com apenas uma cama de casal, e foi uma briga, no fim das contas o resort autorizou mais um quarto de casal que estava disponível, minha tia sabia que eu e Andrea iriamos ficar assistindo de madrugada e conversando então decidiu que eu e ela ficássemos no mesmo quarto, na mesma hora, Andrea me olhou com uma cara, que soube na hora o que aconteceria.

O lugar era incrível, tinhas varias piscinas por todo o lado, e ficava de frente com a praia, chegamos de manhã, deixamos nossas mochilas no quarto e corremos pra tomar café, após o café as duas quiseram ir a praia, então corremos pro quarto eu tomei uma ducha rápida, coloquei uma bermuda, e sai quando ví minha prima de biquíni, que delícia, cara aquela bunda redondinha naquele biquíni fio dental, não resisti e dei um tapa na bundinha dela, ela deu um gritinho e disse.

Sexo Telefone

Ela: seu safado, deixa pra mais tarde.
Eu: foi só um tapinha.

então descemos e ficamos esperando minha tia na saída no resort pra praia, cara minha tia estava uma delicia puta que pariu, aquele MILF gostosa, com aquele rabão, mas tive que me aguentar, nunca tentei nada com minha tia, (mas posso inventar uma história se quiserem), enfim minha tia foi dar um mergulho e minha prima se deitou pra tomar sol, (foi quando tirei a primeira foto), cara aquela raba pra cima me deixava louco, ficamos conversando e tal, e minha prima aproveitou que minha tia não estava perto e disse que queria transar muito a noite, mal tive tempo de responder e minha tia chegou, passamos o dia todo na praia, comendo petiscos e conversando até andamos de lancha, chegando a noite, na hora do jantar, tinha um restaurante temático que era uma piscina grande que batia um pouco acima do joelho, e vc ia com roupa de banho e comia no meio da água, e a noite era muito bom pois a aguá era aquecida, então eu e minha prima fomos dar uma volta na piscina enquanto minha tia pedia nossos pratos, então ela disse.

Ela: está gostando de me ver de biquíni?
Eu: adorando, vc fica muito gostosa, fico com uma bunda deliciosa.
Ela: aé? vai ter isso a noite, ta preparado?
Eu: claro, mas pra não esquecer tirei um foto do seu rabão, na praia.
Ela: Que?? sério? deixa eu ver!

mostrei a foto pra ela, e então ela pediu que eu tirasse mais uma (segunda foto).

depois de jantarmos, e ficamos la conversando, minha tia até deixou bebermos, já que eu já era de maior, subimos para o quarto não eram nem 21h, então minha prima já me atacou, me jogou na cama, tirou o biquíni, abaixou minha roupa e deu uma mamada bem gostosa no meu pau, ela mamou muito rápido porque estava louco pra transar ela montou em cima de mim, senti meu pau penetrar a buceta dela, senti aquela bunda se assentar em mim, ela mexia e sentava muito forte, virou de costas pra mim, que visão deliciosa, aquele belo cuzinho apontando pra mim, ela sentou por alguns minutos, até que puxei ela pelo cabelo deixando, então levantei o tronco fiz ela lamber meu dedo e comecei a massagear o grilhinho dela.

Ela: Ahh que delicia, vaii
Eu: então vai gostosa, aaah safada, fode no pau vai.
Ela: aaaaaaah não para, to gozandoooouuuuu,, aaaaaaaaaahhhhh

ela começou a rebolar mais rápido, senti ela melando todo meu pau, nunca tinha visto uma mulher gozar tão forte daquele jeito. então ela deitou em cima da cama com a bunda pra cima, eu bati uma punheta e gozei na bunda dela, então deitei do lado dela e começamos a conversar sobre toda aquela putaria:

Ela: gostou?
Eu: amei, foi muito bom.
Ela: nem acredito que vamos ficar aqui 7 dias, vamos fuder bem gostoso né?
Eu: claro, acha que vou recusar esse rabo?
Ela: eu tava pensando, já que vamos ficar aqui todo esse tempo, que tal experimentarmos anal?
Eu: sério?
Ela: Sim, qual o problema?
Eu: bom, nenhum.
Ela: então eu vou tomar um banho e a gente faz, eu lí que tinha que lavar bem antes, e compra um lubrificante no hotel, mas compra no seu cartão, pq minha mãe não pode descobrir que comprei isso.

Então ela foi tomar o banho e fazer a xuca dela, eu estava ansioso, comer aquele cu perfeito, comprei o lubrificante e subi, ela ainda estava no banheiro, ela pediu pra que eu me deitasse e esperasse ela.
cara, pareciam anos, finalmente ela saiu nua, aquele corpo perfeito, ela subiu na cama de quatro e e me disse bem safadinha.

Ela: vai lá e da um trato no meu rabo.

eu nem respondi, apenas me posicionei atrás dela e comecei a beijar aquela bunda, fui beijando toda a bunda dela até comecei a lamber o cuzinho, bem de vagar só a entradinha, ela dava umas gemidas, quando eu lambia toda extensão da buceta, até o cu e linguava o cuzinho dela.
então ela pediu pra passar o lubrificante no meu pau me posicionei do lado dela e joguei lubrificante no pau, ela começo a bater uma punheta pra mim, com o pau todo melado, enquanto eu passava na portinha do cu dela, até que chegou a hora, me posicionei atrás dela, e comecei a forçar a cabeça, com muito esforço entrou, ela gemeu de dor, pediu pra que esperasse, ficamos ali um tempo, até que ela disse pra mim continuar, como meu pau estava bem lubrificado, consegui colocar quase tudo, na segunda forçada, então ela pediu pra que eu fosse de vagar, eu fiquei parado e deixei que ela fizesse os movimentos, ela começou de vagar e depois de algumas vezes ela colocou a mão por baixo e começou a se masturbar, enquanto dava com a bunda no meu pau, então peguei nas laterais da bunda dela e comecei a meter de vagar percebi que já estava bem laceado, eu sabia que ela estava preferindo a siririca que ela tocava do que dar o cu, mas não me importava pois ela estava continuando pra me agradar, e eu havia perguntado se ela queria que eu parasse mas ela pedia pra mim continuar, metia no cu dela e ela gemendo por uns 7 minutos, quando finalmente me veio a vontade de gozar.

Eu: isso safada, vaiii que vou gozar nesse cu.
Ela: então meti vaiii, come meu cu caralhooooo, fode esse cuzinho vai.
Eu: vou fazer esse cuzinho virar um cuzão de tanto fuder sua puta gostosa…
Ela: aaaah aaaah aaaaaah ui, ai vai, não para caralhooo.
Eu: aaah to gozando no cu vai, aaaaaaaaaaah.
Ela: isso uuuuiiiii, enche esse cu de porra vai, aaah seu gostoso.
Eu: aaaaaaah toma porra no cuzinho tomaaaa, sua puta cuzuda gostosaa.

enchi o cu dela de porra, então fui ao banheiro pra lavar meu pau e ela continuou se masturbando acho que gozou depois que sai,(tenho uma foto que tirei da bunda dela com gozo no cu, pois ela ficou curiosa e pediu pra que eu tirasse pra ela ver, mas não posso postar aqui ainda, mais pra frente eu posto), que delicia, foram 7 dias fudendo gostoso, posso contar o dia em que ela e eu fudemos na banheira.
(Essa história é real e aconteceu comigo quando havia feito 18 anos), depois da banheira vou contar sobre o ménage entre eu ela e minha namorada que aconteceu recentemente.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *