Eu e minha esposa safada no gloryhole

Olá me chamo Beto, sou casado com a Marcela a mais de 5 anos, nós temos algumas aventuras sexuais. Nós temos a mania de fazer sorteio de fetiches, nessa semana que vos conto foi a vez dela me dar o saquinho (onde ficam anotadas o que queríamos que fossem realizados). Quando tirei estava escrito GLORYHOLE. Para quem não sabe Gloryhole é uma cabine onde tem aquelas portinhas que os homens colocam a piroca e alguém dentro da cabine se satisfaz. Fomos a região do Iguatemi em

Libidgel Gratis

Salvador-BA. Lá tem um clube de swing que dispões das cabines. Chegando lá ficamos no primeiro pavimento bebendo cerveja e vinhos para ficar no clima, depois rolou um show de stripers muito bom, deu uma animada gostosa, o pau ficou latejando, os gogo e as stripers vão até as mesas onde se pode tocar neles, (mas isso é um outro departamento). Depois de estarmos animados fomos para a cabine, entramos, coloquei um filme erótico e ela tirou o vestido ficando somente de calcinha, não demorou muito e surgiu o primeiro pau na cabine, ela deu um bom gole na cerveja, me olhou esperando a aprovação, balancei a cabeça e falei: pega amor!

Sexo Telefone

Ela começou a alisar a piroca que estava ali latejando de tesão ficou de 4, colocou na boca e começou a fazer um boquete maravilhoso, dava pra ouvir ele do lado da cabine em delírio, aproveitei e tirei meu cacete pra fora para eu ela chupasse os dois enquanto eu a masturbava. A buceta dela estava toda encharcada e inchada de tanto tezão. Logo após ela me pediu uma coisa que eu não acreditei eu fosse me pedir, ela queria me ver masturbar o cara para que ele gozasse nela… Como já estávamos lá, eu peguei e comecei a bater uma punheta pra ele enquanto ela acariciava minha pica

e as bolas dele, senti o pau dele pulsando para gozar, ela direcionou a boquinha para receber a gozada… Quando saiu o primeiro jato, escalei o pau a máximo e deixei a cabeça da pica toda de fora que brilhava muito de tão dura que estava, ele gozou muito na boca e nos seios de minha esposa, logo após eu não aguentei ver a cena e gozei na boquinha dela enchendo de porra que ela deixou escorrer para aquele par de seios maravilhosos. Ela gozou batendo uma bela siririca enquanto eu gozava nela, escorreu pela pernas e eu limpei tudinho chupado e secando aquela buceta toda raspada e maravilhosa…

Esse foi mais um fetiche realizado por nós

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *