Depois de viúva meu primeiro sexo anal

Olá tudo bem? Sou Neusa tenho 61 anos sou viúva há 6 anos do meu primeiro marido , me casei nova e tive 4 filhos sendo dois homens e duas mulheres , meu filho mais velho me pediu pra morar com eles depois que perdi meu esposo mas como eu gosto de ter minha privacidade não aceitei , mas meu filho insistiu até que aceitei com uma condição , eu faria uma casa pequena atrás da sua casa que possui um quintal enorme , fui morar 1 ano depois de perder meu marido .

Quando já fazia 2 anos que eu estava viúva conheci um homem seu nome vou chamá-lo de Paulo pois não quero me expor falando nossos verdadeiros nomes , eu estava com 57 anos e ele 45 , eu o conheci através da irmã dele que me falou que ele estava afim de mim , no primeiro momento achei que era brincadeira mas depois de uns 3 meses após saber disso acabamos saindo pra comer uma pizza e nos conhecer , ele era um homem forte moreno alto separado da sua mulher a mais de 4 anos , Paulo trabalha de pedreiro em uma construtora , conversamos sobre várias coisas ele sempre me elogiando , as 22:30 ele me levou pra casa a meu pedido , na hora de ir embora ele ao se despedir de mim deu um beijo na minha boca eu mau o retribui de tão nervosa que fiquei pois era o segundo homem a me beijar , só tive meu marido por homem , ele foi embora e eu fui me deitar mas demorei a dormir pela exitação em que eu estava .

No domingo ele me ligou pedindo pra irmos tomar um sorvete juntos , eu me arrumei e fomos , meu filho estava feliz ao saber que eu estava saindo com o Paulo , tomamos o sorvete e saímos um pouco pela cidade como um casal de namorados no início , a cidade estava vazia e embaixo de umas árvores na praça nos beijamos muito , ele me convidou pra ir a sua casa eu disse ,

Paulo eu preciso dizer uma coisa ! Eu nunca tive outro homem além do meu falecido marido me casei muito novinha e ele foi quem tirou minha virgindade !
Paulo: não se preocupe Neusa eu não vou fazer nada que tu não queira e o que me disse só aumenta meu amor por você , não tenha medo ou vergonha és muito bonita e atraente e eu saberei esperar tá bom meu amor !

Eu : obrigado Paulo por me entender , ele disse de nada imagina e voltei pra casa , por três semanas só nós beijávamos em público nunca fiquei sozinha com ele , na minha casa não queria levá-lo por respeito ao meu filho e sua família , mas uma noite de domingo após me deixar em casa eu usava um vestido vermelho de decote generoso e acima dos joelhos nos beijávamos na sala da minha casa e Paulo passou a me beijar e acariciar meus seios médios de auréolas rosadas , eu gemia com ele me apaupando os peitos e me beijando , foi então que ele abaixou as alças do vestido e puxou meu sutiã pra cima libertando meus seios , Paulo passou a chupa-los com vontade sua mão foi entrando entre minhas coxas até chegar na minha buceta já molhada , seus dedos afastaram minha calcinha e ele começou a dedilhar meu grelo e enfiava o dedo do meio no buraco , eu estava louca pra levar rola mas não queria ali em casa , ele me fez gozar chupando meus seios masturbando minha buceta , não podia deixa-lo assim então ele tirou seu pau pra fora e foi aí que notei o quanto era grande e grosso um pauzao de uns 20 cm e cheio de veias saltadas , nossa eu pensei, ele vai me arregaçar com esse pauzão grosso , comecei a punheta-lo eu e ele sentados um ao lado do outro no sofá ,seu pau ficou seco então dei uma cuspida e continuava o masturbando nunca havia chupado um pau mas fiquei com água na boca ao sentir aquele membro grande e grosso quente em minha mão , ele pegou em meu pescoço e me levou até seu pau , eu só pude abrir a boca e engolir sua rola até a metade , ele gemeu e se arrepiou ao sentir minha boca mamando sua rola grossa , eu chupava e lambia a cabeça que era marrom , Paulo muito exitado fodia minha boca as vezes empurrando muito pra dentro me fazendo engasgar , chupei mais de 10 minutos até sem me avisar gozou bastante enchendo minha boca de porra , eu engoli um tanto e o restante escorria pelo meu queixo , eu que nunca pus o pau do marido na boca por ele ser bem conservador , acabei mamando outro pau e engolindo sua porra grossa , Paulo guardou seu pau e nos despedimos , ele foi embora e durante a semana nos falávamos por telefone apenas .

Chegou o fim de semana e no sábado Paulo e eu fomos a um bar com karaoke e lá ficamos até às 21:00 hs e ele me convidou pra ir a sua casa , eu aceitei pois estava com muita vontade de ser penetrada por aquele homem , fomos em seu carro até sua casa e lá chegando ele me levou direto pro seu quarto , sua casa era bem limpinha e
organizada , Paulo ansioso começou a tirar meu vestido e abaixou minha calcinha , pra ver minha buceta e também meu rabo branco , eu mesma tirei meu sutiã e nua em sua frente era observada por ele ,

Paulo: hum que delícia de corpo meu amor , adoro uma buceta inchada e sem pêlos igual a tua ! Porra que bundão gostoso e seus seios são lindos Neusa ! Paulo me deitou na cama e então tirou sua roupa toda , seu pauzão estava duro como ferro e ele subiu encima de mim e seu pau ficou por cima da minha buceta ele começou a chupar meus seios eu gemia de prazer , Paulo sabia dar prazer a uma mulher , depois de um tempo chupando meus peitos ele vai até minha buceta e passa a chupa-la forte , nossa que sensação de ser chupada daquela forma , sua hábil língua invadiu meu túnel , e as vezes ele enfiava seu dedo no buraco enquanto mordiam meu grelo e chupava forte o mesmo , Paulo se pois encima de mim virado com o rosto pra minha buceta e oferecendo seu pau pra eu chupar , num delicioso 69 ele me chupava lambia mordia enquanto eu abocanhava seu pau , formam alguns minutos assim até ele se ajeitar entre minhas pernas e apontando seu pau foi entrando em mim , eu senti minha buceta se alargar pra receber aquela rola toda dentro de mim , seu pau era muito maior e mais grosso que do meu falecido marido , ao socar tudo Paulo começou a meter forte e fundo eu senti dores mas também prazer, ele meteu por mais de 25 minutos me dando uma surra de rola até ele dizer , vou gozar meu amor vou gozar e ele soltou jatos de porra dentro da minha buceta que gozava junto ao ser esporrada daquela forma , depois disso fizemos mais uma vez comigo de quatro levando rola até ser inundada novamente de porra , depois ele me levou pra casa .

Por uma semana eu não o vi , Paulo havia ido trabalhar em outra cidade pois era preciso , seu chefe havia pedido pra ele e mais 5 amigos irem arrumar um apartamento mas era só uma semana , na sexta feira ele me ligou dizendo que ia chegar naquela noite , me preparei toda e as 20:00 hs ele chegou , fomos tomar um chopp e depois fomos pra casa dele , lá nós dois cheios de tesão fomos nos beijando e tirando nossas roupas , eu e ele em pé na beira da cama , eu me ajoelhei no tapete e com aquele homem lindo e gostoso em pé com sua rola apontada pro teto , fui primeiro em seu saco lambendo e pondo suas bolas na boca , seus bagos grandes me enchiam a boca , comecei a passar a língua da base até a cabeça e ali abri meus lábios e passei a chupar seu pau , nossa como era gostoso sentir o pauzão dele invadindo minha boca e as vezes ia até minha garganta e eu sem experiência engasgava muito , Paulo disse , há caralho que chupada gostosa isso meu amor mama no meu pau vai ! Vou te encher a boquinha de porra caralho e segurando forte meus cabelos passou a foder minha boca , eu só mantive minha boca fechada entorno da sua rola enquanto entrava e saia , até ele falar , vou gozar Neusa vou te encher a boca de porra bebe tudo vai bebe meu leite , e seu pau foi inchando e logo minha boca ficou cheia de porra foram uns cinco ou seis jatos me inundando a garganta , eu pra agradar bebi tudinho até a última gota , depois ele me deitou na cama e me beijou gostoso eu com a boca cheirando e com gosto de porra era beijada por Paulo , agora sua boca estava nos meus seios mamando como um bezerro , sua mão apaupando minha buceta e até no meu cú seus dedos tocaram , eu estava entregue aquele homem , até meu ânus seria deflorado naquela noite , Paulo começa a chupar minha buceta e dar linguadas no meu cú , eu estava adorando a sensação de sentir sua língua lambendo meu botão , mas nem imaginava que aquela noite eu ia perder minha virgindade anal .
Depois de deixar meu grelo inchado e eu ter gozado em sua boca Paulo me pôs de quatro e socou tudo até às bolas na minha buceta babada , foram várias estocadas fortes me levando a outros orgasmos até ele me encher de porra quentinha , descansamos um pouco e desta vez Paulo me pôs debruçada com um travesseiro embaixo no meu púbis , com meu rabo levantado Paulo novamente enfia sua rola na minha buceta , ele mete violentamente dentro da minha buceta eu gozei tanto com a maneira em que ele me fodia , foi então que ele tirou seu pau da buceta e encostou no meu cú , eu quis argumentar dizendo ali não mas não fui ouvida ,

Eu: ai Paulo , aí não , eu nunca fiz atrás ! Teu pau é muito grosso e grande !
Paulo : eu quero esse cú Neusa ! Eu vou arrebentar suas pregas hoje , se teu falecido não foi homem pra comer esse cú saiba que eu vou , e fica tranquila vai caber tudinho dentro ,
Eu tentei sair debaixo dele mas ele além de forte estava por cima de mim , ao sentir seu pau entrando no meu rabo mordi o travesseiro e ouvia ele dizer , há caralho que cú apertado , toma no cú vai puta toma no rabo , eu nunca fui tratada daquela forma por meu marido , jamais meu esposo me chamou de puta , mas eu acabei ficando muito exitada ao me comparar com uma puta , seus pentelhos tocaram minha bunda a penetração havia cido completa , Paulo começou a estocar forte meu cú estava sendo realmente arrombado por sua rola grossa , foram alguns minutos com ele falando , eita cuzinho quente porra que tesão de bunda grande e branca vai Neusa tá gostando de levar rola no rabo !? A caralho toma pica no cú aiii , toma gostoso no cú , vou encher teu cú de porra vai mexe esse rabo empina mais isso mexe assim que tá vindo meu tesão , aaaaaaaaaaaaa vou gozar vou gozar , vou encher teu intestino de porra aaaaa toma tudo puta e meu cú recém inaugurado recebeu uma enxurrada de porra lá no fundo caramba como doeu e queimou ao sentir sua porra invadindo minhas tripas , Paulo tirou seu pau e com as duas mãos abriu minha bunda e disse , vai força deixa sair a porra que tá dentro do cú , eu obedeci e forcei , Paulo : isso caralho que tesão , enchi gostoso teu cú de porra , saiu um pouco de sangue mais é só um pouquinho normal pra sua primeira vez , que cuzinho lindo esse teu caralho tesão demais , eu me levantei apressada peguei minhas roupas e fui ao banheiro tava parecendo que ia cagar no chão , me sentei no vaso sanitário e não saiu nada além de porra , ao me limpar com papel higiênico o papel ficou manchado de sangue , Paulo havia realmente estourado algumas das minhas pregas do cú , pedi pra me levar pra casa , ele pediu pra dormir ali na casa dele , não eu vou pra casa , ele me levou e voltou pra casa , fui dormir umas duas horas depois com o cú ardendo .

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.