Minha esposa gostosa no Pilates

Minha esposa havia melhorado das dores lombares só que constantemente elas voltavam. Agendamos algumas sessões com o filho do sr. Haku para que ela fizesse fortalecimento da lombar através do Pilates. O pacote era de 3 sessões de 1 hora. Como trabalhamos os horários disponíveis são sempre a noite.

O sr. Toru tinha aproximadamente 45 anos e era bem mais safado do que seu pai, falamos que o seu pai indicou o para ajudar a diminuir as dores lombares. Ele com um sorriso disse que o pai comentou da Ju, eu pensei será que o velho falou que ficou vendo o cu e a buceta da minha esposa. A Ju foi se trocar enquanto ele preparava o ambiente da clinica. Possuía bolas de ginastica e um aparelho onde também iria realizar os exercícios de fortalecimento. Ela foi com uma roupa de ginastica normal de academia, mas como sempre marcando o bundão e a buceta dela. Já percebia os olhares do Toru para as partes intimas do meu amor.

Eles entraram para o espaço de pilates e eu acabei ficando do lado de fora assistindo a aula. Inicialmente começou com leves alongamentos para que minha esposa se soltasse e esquentasse o corpo. Após esses exercícios já consegui ver que seriam três sessões de exibicionismo, pois o corpo da minha esposa ficava todo exposto com os movimentos. Ela deitada em cima da bola com o rabão virado para cima permitindo uma linda visão dos seus atributos.

Na segunda sessão ela colocou um macacão que havia comprado há muito tempo para academia, ele ficava bem justo ao corpo moldando tudo. Para completar colocou um lindo fio dental, pois não queria que marcasse o macacão. Só que esse macacão tinha um detalhe ele possuía um lindo decote fazendo que os peitões dela ficassem pulando para fora. O Toru quando viu meu amor vestida daquele jeito já ficou inquieto, pois sabia que ela gostava de se exibir ainda mais se o pai dele tivesse contado toda a safadeza da Quick Massage. Essa aula ele intensificou os exercícios onde os peitos ficassem para cima, forçando bastante para que eles pulassem para fora. Em um determinado movimento no aparelho ela estava toda presa segurando no aparelho, e ele forcando a lombar dela para cima (com a mão na bunda dela mesmo), fez um movimento que o bico do peito dela pulou para fora. Ela ficou com a teta de fora e ele segurando por bastante tempo a bunda dela naquela posição. Quando soltou minha esposa arrumou rapidamente o peito, mas o meu pau já não cabia dentro da calça.

Então chegou a terceira e ultima sessão do Pilates, minha esposa já estava sem dores e fortalecida da lombar mas como tínhamos fechado o acordo fomos para a ultima sessão. Ela foi se arrumar para a sessão e fiquei esperando na sala, quando ela apareceu não acreditei que ela iria daquela forma. Estava com uma calça de pano mole cinza de amarrar, mas o detalhe era que estava sem calcinha, questionei ela o porquê e me disse que quando se esticava a calcinha ficava machucando a bucetinha e o cuzinho dela. Apenas concordei e fomos para clinica.

Ao chegar o sr. Toru estava diferente também , vestia uma calção colado ao corpo onde se notava perfeitamente o formato do pau dele. Eles foram para a sessão e fiquei no espaço reservado apenas observando. No primeiro alongamento ele já percebeu que ela estava sem calcinha e que aula seria uma delicia rsrsrs. Começou a fazer movimentos onde marcassem tanto o rabo como a xana dela na calça. Mesmo de longe já via que ele estava de pau duro. A sala possuía espelhos para facilitar a correção dos exercícios e com isso ajudava a ver todo o corpo da minha esposa. Ele a colocou na bola deitada com o rabo para o alto e veio na frente dela erguendo os braços e a cabeça como se fosse um carrinho de mão. Só que essa posição ela ficava olhando diretamente para o pau dele pulsando de tesão por ela. Ele não fazia nada apenas essa exibição mutua.

Eles foram para o ultimo exercício onde ela ficaria no aparelho fortalecendo a lombar, só que ela ficava toda exposta nesse equipamento. O sr. Toru aproveita e segura minha esposa pela bunda forçando ela para cima, a buceta dela já comia toda a calça e nesse momento vi um dedo no meio do rabo dela, já que ele estava com a mão espalmada. Ficaram repetindo esse movimento varias vezes até que o laço que prendia a calça se soltou deixando ela toda pelada da cintura pra baixo. Nessa hora ele parou o exercício e ela rapidamente subiu a calça pedindo desculpa. Ele também se desculpou e sai do ambiente.
Não estava aguentando mais e fui ao banheiro, quando chego escuto uns gemidos e o barulho de uma punheta batida com raiva. Era o sr. Toru se aliviando da tortura da minha esposa. Também não aguentei e acabei gozando no mictório mesmo.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *