Minha esposa perdendo no strip pôquer

Minha esposa é muito ruim no pôquer. ela perde todas as apostas

Enquanto eu e meus amigos assistimos nossos jogos, minha esposa e as amigas também querem ter sua hora de diversão nós assistimos os jogos e elas nos dão total liberdade até para comentar a beleza das mulheres dos jogadores e não reclamam Contanto que elas possam ter um momento só delas também por quê elas querem a cozinha só para elas fazerem sua farrinha.

Minha esposa e as amigas, apostam as roupinhas e a lingerie como prêmio no pôquer geralmente minha esposa perde tudo sendo que ficar nua para alegria de todas, pois tem um corpão. Quem geralmente ganha a melhor e quem geralmente ganha a maioria das cartadas é Nossa babá Luiza. e quando ela ganha todas as roupas Ela tem o direito de fazer desafios. quanto maior aposta, pior o desafio

Meus amigos sempre ficam curiosos e dá uma espiadinha para ver quem está com menos roupinhas de topless ou até nuazinha. Não me importo tanto, pois além delas estarem se divertindo bastante, minha esposa não tem nada que ele já não tem visto. E não digo nada, porque senão, tenho medo de perder minhas liberdades. Não me importo muito, mas quando ouvimos sons de tapas, é difícil impedir que alguém espie discretamente.

Elas fazem desafios difíceis às vezes, como sair nua na rua, conseguir as coisas Até mesmo de homens, e minha esposa já teve de ir a casa de alguns vizinhos. Os vizinhos mais visitados, são justamente os mais jovens e bonitos além de um coroa simpático que elas vivem elogiando

Mas às vezes pedimos pizza ou lanche e elas recebem na cozinha o entregador ou entregadores tento evitar, mas quando o jogo está bom não dá para atender a porta.

Algumas vezes minha esposa está sem dinheiro, e não sei como faz para pagar os entregadores, mas sei que faz parte dos Desafios que a vencedora submete em cima da perdedora. Se alguma delas gosta de entregador, ele demora sair. se demora muito, elas mandam num desafio, Vi um Uber, e a perdedora tem que conseguir ir para reclamar às vezes de lingerie, às vezes vestido indecentemente, voltar sem gastar um só tostão.

As ouço rindo, dizendo que pagam com boquetes, mas como é a zoeira delas, eu me recuso a crer que seja verdade, pois são todas mulheres casadas, lindas, menos a babazinha, mentora das idéias mais provocativas.

Minha esposa, uma vez, dançou pra um entregador, e deixou ele por as mãos no peito dela, fez um perigoso estrip tease pro rapaz, com as amigas rindo e gritando. E não digo nada, porque senão, tenho medo de perder minhas liberdades e não pode mais receber os parças la em casa.

Os Meus amigos gostam tanto, que quando chego em casa, do trabalho, já tem vários lá esperando pra gente continuar a diversão na TV grande que comprei.

Esse é o preço que pago, pra poder ter meus amigos à vontade e minha esposa liberar que a gente se divirta bem a vontade, sendo homens, sem frescura.

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.