A Minha Amiga Evangélica

Após a minha primeira transar com Aline que os nossos encontros passaram a se tornar rotineiros e sempre que podíamos nos deliciávamos em transar cada vez mais ousadas, já estávamos em uma fase que não conseguíamos esconder o desejo que sentíamos um pelo outro, sempre que estávamos juntos a cada saída de seu marido era um motivo para nos pegarmos.


Até que em uma das nossas transar ela me confidenciou que tinha contado para uma de suas amigas da igreja sobre o nosso caso, na hora fiquei assustado mais ele fez questão de me acalmar dizendo que não tinha perigo e que sua amiga estava carente e queria transar comigo.
Samara era uma paraense de 1,60m, cabelos lisos na altura da cintura, seios que apontam para cima e uma bundinha redondinha e muito gostosa.

Assim que Aline me contou notei que a sua amiga passou a frequentar mais a sua casa e sempre que ela me via ficava me olhando nos olhos e mordia os lábios. Então em um final de semana o marido de Aline tinha viajado e com a sua amiga em casa ela me interfonou para que fosse lá, tomei num banho me perfumei e fui pensando que estava l aso a Aline e para minha surpresa quando entrei me deparei com Samara junto, entrei e me sentir devorado pela aquela morena que não tirava os olhos do meu pau, que ao imaginar transando com ela começou a endurecer e a marca o short que eu usava.

Então Aline me chamou para sentar no meio das duas e já foi passando a mão no meu pau e tirando da bermuda e oferecendo para Samara que começou a me punhetar, não resistindo a puxei para um beijo delicioso e após fui a forçando para me chupar ao qual ela não se fez de rogada e começou um delicioso boquete em contrapartida enfiei minha mão na sua bucetinha que estava pingando de tão molhada, pressentindo que ia gozar me levantei e a puxei para mais um beijo e fui tirando a sua roupa a deixando nua e me abaixei e chupei a sua deliciosa buceta até que ela gemeu alto e gozou deixando seu corpo cair no sofá.

O tesão era tanto que nem lembramos que Aline só nos observava então fiz questão de colocar Samara de quatro bem ao seu lado no sofá e fui pincelando a sua bucetinha até que Samara não se aguentando me implorou para que eu enfiasse meu pau ,então dei uma estocada no qual foi impossível ela não gemer, fiquei metendo é ela não resistindo gozou novamente, continue metendo até esta prestes a gozar então falei para Samara que queria gozar na sua boca ,ela se ajoelhou e me chupou até que enchi a sua boquinha de leite que ela fez questão de engolir tudo ,após terminamos Samara foi tomar um banho pq tinha compromisso e eu fiquei na sala transando com Aline, mais na hora que Samara estava indo embora marcou de transamos no outro dia.
Depois irei contar como transei com as duas ao mesmo tempo.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *