Comido pelo funcionário da CPTM

Olá a todos! Eu tive que me afastar por conta de vários problemas pessoais que enfrentei nesses últimos tempos, mas agora vamos para o conto. Depois de superado os problemas pessoas que tive na minha vida, eu decido fazer um curso de auxiliar e técnico de enfermagem justamente para ter uma profissão, e nesse mês de setembro eu decidi marcar estágios no horário noturno.


Os dias foram se passando normalmente, mas quando eu estava voltando de um estágio cansativo na UPA, eu decido pegar o trem para chegar mais rápido em casa pois já era tarde. O trem estava vazio e em uma determinada estação entra um cara que me chamou muito a atenção, mesmo eu não podendo ver todo o rosto dele por causa da máscara, eu já queria aquele homem só para mim, ele era moreno, cerca de 1,76, cabelo curso, barba cheia e não era gordo e nem magro e eu não parava de olhar para ele.

Depois de algum tempo eu percebo que ele percebeu que eu estava olhando para ele, e eu tentei disfarçar olhando para o outro lado, mas o que mais me surpreendeu foi que ele saiu do lugar dele, e se sentou justamente ao meu lado. E ele começa a puxar assunto, perguntando o que eu fazia, o que eu estava achando dos estágios, onde eu queria trabalhar, etc.

E depois de algum tempo respondendo as perguntas dele, eu percebo que ele estava passando a mão nas pernas e me olhando com um ar de safado que me deixou com mais tesão que eu já estava. Ele falou que iria descer uma estação antes da minha e como o trem estava vazio me ordena que eu desça junto com ele, e como eu já estava hipnotizado por aquele homem eu desço sem pensar duas vezes, e então ele convida para ir ao seu apartamento e lógico que eu aceitei sem pensar duas vezes.

Depois de alguns minutos andando por ruas quase sem iluminação, eu chego em seu apartamento, não era muito grande, mas era um lugar aconchegante. E então ele me surpreendeu quando ele me prendeu contra a parede e me disse :
– Eu sei muito bem que você é gay, e eu adoro dominar gays como você, e então vá tomar um banho pois eu vou te arrombar.
Depois de ser pego de surpresa, eu vou tomar um bom banho para ficar bem cheiroso para esse macho maravilhoso, e quando eu estava flutuando de felicidade ele me surpreendeu mais uma vez, quando ele entra no banheiro e começa a me agarrar debaixo do chuveiro.

Ele começa a beijar o meu pescoço, a minha boca, e eu começo a chupar o seu peito cabeludo e até que eu chego no meu pau. Era um pau grosso, cheio de pentelhos, um saco enorme, ele geme alto, fudendo a minha boca, o pau dele tinha cerca de 21 cm, grosso, uma cabeça enorme e eu chupava o pau dele como uma verdadeira puta no cio.

E cerca de 10 minutos chupando aquele pau maravilhosa, ele goza na minha boca, o leite dele era maravilhoso, e eu engoli o leite dele sem derramar uma gota sequer no chão. E depois de eu ter engolido o leitinho dele, ele me faz levantar e nós nos beijamos de forma gostosa, demorada, eu beijava aquele homem como ele se fosse o último homem da face da terra… E o meu desejo por aquele homem aumentava a cada minuto, eu queria que o tempo passasse devagar para sentir o boca e o pau daquele homem.

Depois de um bom tempo nos beijando maravilhosamente, a gente sai do banheiro e vamos direto para a cama, e ele me põe de quarto na cama e começa a chupar o meu cu. Eu estava louco de tesão por ter aquela língua gostosa no meu cu, ele passou um bom tempo chupando o meu cu, e eu começo novamente a chupar o pau gostoso dele.

E ele mais uma vez fúria a minha boca como se fosse uma buceta, ele gemia, me xingava, e eu saboreava aquele mastro que estava a minha disposição. E ele manda eu ficar de quatro e pega o KY, e com brutalidade ele mete no meu cu, eu senti dor na hora que ele meteu no meu cu, e então ela começa a bombar devagar e depois de algum tempo começa a bombar mais forte, pois eu já estava acostumado com o meu pau dele no meu cu.

Enquanto ele fudia o meu cu, ele dava tapas na minha bunda, puxava o meu cabelo, me chamava de vadia, puta, cadela, vagabunda, piranha, etc. E então ele me coloca no frango assado e começa a meter com fúria novamente, e enquanto ele metia com fúria no meu cu, ele dava tapas na minha cara, dizia que eu era dele, que ele era meu dono, que eu era seu escravo, que só ele podia comer o meu cu, etc
E depois de cerca uns 15 minutos na posição frango assado, eu começo a rebolar na pica dele, eu descia e subia naquela pica como uma verdadeira vadia, eu gemia alto naquela pica, ele dava mais tapas na minha bunda e então ele anuncia que vai gozar

e como uma verdadeira puta eu peço para ele gozar no meu cu. Em poucos minutos eu sinto o meu cu preenchido pela porta dele, mas eu não estava satisfeito, e eu pedi para comer durante a noite inteira, e o meu pedido foi atendido e fui fudido durante a noite inteira. Ele só foi parar de fuder o meu cu depois das 06:00 da manhã, eu estava todo arrombado, mas satisfeito por ter sido a puta daquele homem maravilhoso, depois de ter dado meu número para ele eu foi para casa com o cu ardendo, mais satisfeito de ter sido uma puta.

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.