Flagrando meu marido e minha irmã

Eu estava na cidade fazendo compras quando encontrei minha irmã numa loja, ficamos conversando e passamos por várias lojas, e quando eu ia embora ofereci uma carona a ela, já que morávamos muito perto uma da outra. Em casa ficamos na cozinha, eu ela e meu marido, resolvi fazer um café, e enquanto a água fervia fui ate meu quarto trocar de roupa, e voltei descalça, por isso não fiz barulho, ao entrar na cozinha deparei com os dois no maior beijo de língua, coisa de novela, levei um

choque, mas como os dois não perceberam a minha presença, recuei, fui ate o quarto e bati a porta para alerta-los de que eu estava voltando. Entrei na cozinha e os dois estavam um longe do outro, e eu conversei normalmente como se nada eu tivesse percebido, e os dois também agiram naturalmente, tomamos café conversamos e rimos muito na maior naturalidade, mas só eu sabia como eu me sentia por dentro. Com certeza eu estava levando chifres da minha própria irmã e nem imaginava, se eles tiveram a coragem de se beijarem daquele jeito na minha cozinha, comigo em casa, imaginem o que fariam se eu não tivesse por perto. Com certeza aquele beijo não foi o primeiro, e nem seria o último, comecei a desconfiar que eles pudessem ter um caso, e decidi que eu iria investigar. Passaram se alguns dias e eu com aqueles pensamentos na cabeça, imaginando como armar uma situação pra deixar os dois juntos mas sobre o meu controle pra ver o que iria acontecer. Quando estávamos na cama eu agia normalmente, como antes da descoberta, mas quando ele me comia eu ficava imaginando se ele estava comendo a mim ou a minha irmã, e ela quando metia com meu cunhado, Será que estava pensando no meu marido? Fui a uma loja de eletrônicos e comprei alguns objetos com câmeras, ocultas, que gravavam tudo e armazenavam nos seus cartões de memória, agora era só esperar surgir a oportunidade ideal pra eu deixar esses objetos espalhados pela casa em pontos estratégicos e gravar tudo. Numa sexta feira que meu cunhado estava trabalhando e meu marido de folga, achei que seria o dia ideal pra por em prática o meu plano, inventei de fazer alguma coisa na cidade e disse que iria demorar o dia inteiro, falei pra minha irmã se ela poderia “dar” almoço pro meu marido, e disse onde estaria os mantimentos, cada coisa que ela precisasse na minha casa, vi os olhos dela se encherem de brilho e um discreto sorriso de satisfação no seu rostinho de irmã safada, fui pra cidade bater pernas e só voltei la pelas seis horas da tarde. Quando cheguei em casa minha irmã já não estava, e meu marido estava no banho, recolhi todos os objetos e guardei em lugar seguro pra poder ver o que rolou entre ele e minha irmã nesse período que fiquei fora de casa. No outro dia quando ele foi pro trabalho, corri pro computador e fui ver em cada (cartão de memória) o que estava registrado, na sala vi outro beijo de língua enquanto meu marido enfiava a mão por dentro do shorts dela procurando sua buceta e provavelmente enfiando o dedo la dentro fazendo ele tremer e rebolar, ela por sua vez baixou a bermuda dele e tirou seu cacete já duro pra fora e ficou apalpando e depois punhetando de leve, depois não satisfeita parou com o beijo e mamou gostoso seu pau, engolia ele todo ate se engasgar, vendo essas imagens minha bucetinha começou a piscar e ficar bem úmida desejando ser penetrada por aquele pau que já me pertencia mas que minha irmã desfrutava dele naquele momento. Depois foram pro quarto, tiraram suas roupas e pularam na nossa cama, nosso ninho de amor e partiram logo pra um meia nove, ele chupava a buceta dela e lambia o cuzinho, ela com o pau dele inteiro na boca e com o dedo médio enterrado no cu dele fazendo um delicioso vai e vem, e ele parecia estar adorando, eu que nunca havia feito um fio terra nele com medo que ele reagisse mau, agora sabia que ele gostava, e claro na próxima vez que eu fosse pra cama com ele não iria desperdiçar esse fetiche de foder meu marido com o dedo e quem sabe com algo mais grosso. Depois de se chuparem bastante nessa posição minha irmã montou nele, segurou seu pau com a mão e foi encaixando na buceta e depois cavalgou gostoso como uma verdadeira amazona, eu via o pau do meu marido entrando e saindo da buceta da Lia, comecei a tocar meu grelo e não segurei o gozo que veio rápido. Apesar de estar levando chifre da minha própria irmã eu estava adorando ver aquelas cenas dos dois fodendo na minha cama, minha irmã logo retesou o corpo, ficou tremendo, parecia estar tendo um ataque tamanho era seu tesão na hora do gozo, meu marido aumentava seu rítimo com estocadas fortes bem no fundo da sua buceta!!! E ela começou a gozar!!! Aaaaahhhh! Goza comigo meu amor, goza !!! Enche minha buceta com sua porra!!! Aaaaiiii! deliciaaaaaaaVai! Vaaaaiiiii!… Voouuuu goooozarrrr Uuuuuuuuuuu!!!! Noooosssa, que rola deliciosa cunhado!!!, E meu marido urrando com ela montada em seu pau gozou gostoso enchendo a bucetinha dela de porra. Os dois ficaram na cama satisfeitos com essa primeira trepada, se beijando, sorrindo um para o outro e se acariciando, ela tinha um corpo lindo, uns seios médios durinhos com seus mamilos rosados, uma barriguinha sarada e uma bucetinha bem peluda, juro que desejei estar no lugar do meu marido nesse momento pra me deliciar naquele corpinho escultural que até em mim estava despertando desejo e tesão. Enquanto estavam alí, nas carícias, ela pegou no pau dele e começou a brincar com ele, que logo começou a reagir, ate ficar duro de novo, ela empinou a bunda pra ele que foi logo chupar sua buceta melada com a própria porra e lamber seu cuzinho. Ela na posição de frango abriu a bunda com as mãos e ele foi pincelando seu pau na buceta dela indo até seu cuzinho, colocou a cabeça na entrada, segurou ela pelo quadril e foi empurrando devagar, a cadela parece que nem sentia dor, como se seu cuzinho ja tivesse a costumado a levar rola todo dia, ela só gemia baixinho!!! ! Uuuuummmmm!!!! Tá delicioso esse pau amor!!!! Mete mais, mete tudo, mete com força, ta gostoso!!! Vai! Vaaaaiiiii!… … Mete mais, meeeeeeete!!! ! Aaaaiiiii! Não para; continua! Connnntinuuuuuua!…
EU VOU GOZAR “Lia” !!!. EU VOU ENCHER seu cu COM A MINHA PORRA!!! Novamente ele gozou, gritando junto com ela, ela estava com o cu lotado de porra, e meu marido com seu pau pulsando lá dentro soltando as últimas gotinhas de porra. Depois de descansarem os dois foram pro banheiro e tomaram banho juntos. Minha irmã preparou o almoço, e duas horas depois os dois fizeram mais uma rodada de sexo, meu marido comeu o cu e a buceta dela mais uma vez, ela se vestiu em seguida e foi pra casa carregando dentro de si a porra do meu marido. Agora, de posse desses registros eu tinha os dois em minhas mãos, e já que ela deu pro meu marido, nada mais justo que eu também desse pro marido dela e depois comesse ela também já que a puta me despertou muito tesão vendo ela fodendo com meu marido.

1 Reply to “Flagrando meu marido e minha irmã”

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *