Fodendo a minha enteada gostosa

Tenho 50 anos; 1,70 de altura, 78 kilos moreno e corpo malhado. Sou casado a 6 anso e a minha esposa tem uma filha de 18 anos. Morena corpo lindo, pernas bonitas e seios grandes e empinados. Desde que casamos ela veio morar com a gente e eu venho acompanhando seu crescimento assim como seus namoradinho.
A alguns dias atrás ela ficou muito doente e quem cuidou dela fui eu. Leva e traz ao médico e madrugada acordado ao lado dela o que acabou aproximando muito a gente. Sempre pedindo por mim e eu sempre ao lado dela. Em certo momento chegou a pedir colo e ate sentar no meu para se sentir melhor.


Nunca olhei ela com vontade de te-la mais ultimamente ela andava muito sensual e colocando roupas coladas e muito sensuais.
Em um determinado dia que ela estava mal, me chamou e pediu para ajudar e pediu colo. Eu já tinha olhado pra ela, que estava de calça colada e toda enfiada marcando bem sua bucetinha linda e seus seios estvam pulando, bem altos e ela estava sem sutiã. Sentou no meu colo e eu já estava exitado so de olhar pra ela. A abracei e a coloquei no colo para acalma La; mais com medo por que estava de pau duro, então tentei encaixar e de forma que não percebe sea minha exitação. A apertei firme mais ela percebeu e se acomodou colocando meu pau no meio da bunda e deu uma reboladinha de leve, já que a minha esposa estava próximo.

Encostou no meu peito e pude sentir sua respiração acelerada e ela fez questão de arrumar a blusa e mostrar seus seios lindos de forma discreta. Percebeu que eu tinha vistos e deu um leve sorriso. Depois disso fez ela dormir no meu colo fazendo carinho de leve nas suas pernas e sua bunda.
No outro dia, ela estava melhor e veio me agradecer com um beijo de bom dia no canto da boca e com uma carinha de safada. Logico que retribui com carinho e uma palmadinha na bunda, com leve apertadinha. A minha esposa tinha que sair para fazer umas compras e íamos ficar so nos dois, era a chance de falar com ela. Morria de medo por que não sabia o que poderia acontecer. Em certo momento já sozinhos na cozinha, ela se agachou na pia para pegar alguma coisa e percebeu que eu não tirava os olhos dela, verdade já estava com muito tesão e queria logo agarrar ela. Queria muito mamar nos peitos dela que me deixam louco.

Ela fez questão de arrumar os seios e acabou deixando a mostra um deles quando ia passando perto de mim, e ai eu não perdi oportunidade e comentei que eram lindos … ela riu e continuo andando devagar em direção a sala e deitou no sofá, deixando os seios lindos onde eu pudesse ver eles … e assim cheguei por trás e dei um apertao neles e disse que não agüentava mais. Ela disse na lata então pega, pode chupar se quiser e no mesmo momento cai de boca e mamei muito, ela so gemeia baixinho. Fui chupando e fazendo carinho nas pernas ate chegar na sua buceta, parecia apertadinha mais esta muito molhada … na hora que toquei ela deu um pulo e disse que não … fui devagar acariciando ate que ela não agüentou e abrui as pernas para que eu pudesse sentir sua buceta.

Levantei e fiz ela sentir na Mao meu pau, ela so olhava, ate que tirei ele pra fora da minha vermuda na cara dela e ela olhou assutada dizendo como e grande, a minha mãe agüenta tudo isso ? eu respondi sim e vc Tb vai agüentar. Coloquei na cara dela e pedi para que chupase e ela prontamente atendeu meu pedido. Muita habilidade e com muita vontade, engolia ele todinho como uma profissional. Mamou bastante, quase me fez gozar de tão gostoso que chupou. Ai eu falei que era minha vez e ia fazer ela gozar como ninguém tinha feito antes baixei a calça e curtir ela de calcinha que era bem pequena e deixava ela linda e a sua bucetinha bem marcada. Deitei ela no sofá e comecei a curtir chupando toda ela. Fiz ela gozar na minha boca muitas vcs deixando ela com muito tesão ate ela pedir para que a comesse. Sente no sofá e fiz ela sentar no meu pau que estava doendo de tão duro. Sentou e foi logo ate o talo e

ela começou a cavalgar de forma desesperada e gemendo muito. Falava que queria que eu a comesse igual a mãe dela, quero todo seu pau dentro de mim. Ai eu virei ela e quando vi ela de bunda empinada e de buceta arreganhada me deu mais tesão e fui logo socando nela muito. Ela reclamava que estava doendo mais pedia para socar e que estava gozando como nunca tinha gozado. Coloquei ela de lado para ver meu pau entrando e rasgando a sua bucetinha linda e apertadinha que estava arregazando toda o que me deu mais tesão e avisei que ia gozar. Ela pediu para que gozase dentro dela por que queria sentir minha porra dentro dela. Comecei a bombar com força ate que avisei que ia gozar e innundei a sua bucetinha, fazia muito tempo que não gozava tanto. Tirei meu pau da sua bucetinha e ela ficou olhando para o buracão que ficou e a minha porra escorrendo dela.

Demos um tempo em silencio, eu fiquei curtindo aquele corpão ao meu lado e fazendo carinho nas pernas e nas suas tetas, chupando de leve. Ela foi tomar banho e se lavar e eu fiquei so curtindo mais com muito tesão ainda de pau duro.
Não agüentei e fui ver ela tomando banho. Ela so me molhou e pediu para que saísse, mais eu recusei e falei que queria mais, ela disse que estava com sua bucetinha doendo mais virou de costas e abaixou. Quando a vi assim fui por trás e a abracei pegando ela pelos seus seios e apertando contra mim. Ela gemeu e se contorceu e sentiu meu pau na sua bunda. Abri devagar suas pernas e tornei a colocar meu pau na sua bucetinha. Foi no banheiro mesmo comecei a bombar ela começou a gemer e pedir mais. Levei ela para o quarto e deitei ela de pernas abertas para ver meu pau entrando na sua buceta maravilhosa. Mudamos de posição, coloquei ela de costas e comecei a chupar sua bunda e enfiei a língua no seu cuzinho, lindo e bem apertadinho. Ela se contorceu e comentou que era virgem e que tinha medo por que tinha tentado fazer anal mais tinha doido e nunc atinha feito, mais queria que eu fosse o primeiro.

Peguei um óleo e passei no cuzinho dela e no meu pau, que a essa hora estava duro como uma pedra so de ouvir ela pedindo. Fiz devagar e com muito carinho. Quando coloquei a cabeça do meu pau no cizinho ela reclamou e pediu para tirar, mais eu deixei ate ela se acostumar com ele, e fui enfiando devagar ela começou a gostar e rebolar devagar. Comecei a bombar devagar ate que ela não sentia mais dor e pediu para socar tudo por que ela estava gozando e estava gostando. Virei ela de frente e com a buceta aberta enfiei no seu cuzinho que já estava macio e meu pau entro todinho nela e ela vendo começou a delirar gozando. Avisei que nia gozar ela pediu para socar com força que queria minha porra toda no cu dela. Foi uma gozada enorme, muita porra. Demorei para tirar de dentro dela por que queria curtir muito ela e fiquei beijando e chupando suas tetas lindas por alguns minutos e meu pau continuava duro dentro dela. Depois disso tomamos um banho e ficamos esperando a minha esposa chegar. Agora sempre que temos oportunidade nos agarramos e transamos em qualquer lugar da casa. Ela e muito fogosa e tarada e me deixa louco de tesao. Em outro conto vou contar como inniciei ela na DP

1 Reply to “Fodendo a minha enteada gostosa”

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *