Fodi com meu enteado do lado do meu marido na cama

Já tem um certo tempo que tenho percebido algo de diferente no filho do meu marido. Pra vcs entenderem eu sou casada a quase 10 anos é meu marido tem 15 anos a mais do que eu. Sou madrasta dele desde que ele era pequeno e confesso que nos primeiros anos da adolescência percebia alguns olhares e eu também fui olhando o crescimento do seu corpo. Lembro de ficar uma vez impressionada com o tamanho do volume dentro de sua cueca enquanto ele dormia e eu precisei checar e pensei nossa superou o pai.

Desde o ano novo o comportamento dele está diferente comigo, toda hora quer vir dormir aqui na casa do pai, quer ir pra praia com a gente e já peguei ele algumas vezes olhando minha bunda. Sou morena de pele clara, cabelos lisos, traços finos, cintura fina e bunda grande e empinadinha, como eu dando eu tenho um corpo bonito apesar de já ter quase 40 anos.

Desde o começo do ano algumas calcinhas e meias calças minha tem sumido e uma delas encontrei debaixo da cama dele, é pela mancha devia ter gozado nela. Aliás comecei a encontrar manchas de gozada no meu lençol de cama, na minha toalha tudo o que é meu começou a aparecer com manchas. Inclusive uma coisa curiosa, toda vez que ele está em casa e falo que vou tomar banho ele pede pra tomar primeiro e quando chega minha vez de tomar banho eu entro no box e sinto o chão gosmento e das ultimas vezes resolvi verificar e era porra dele.

Bem as coisas estavam esquentando, fizemos uma viagem pra serra negra em que tivemos que dormir no chão e acordei a noite com ele se esfregando em mim, eu estava com pijama normal tipo calça mesmo, nada gostosa eu acho, mas mesmo assim ele coloco em mim a noite uma pressão na bunda e eu sem pudor empinei e forcei minha bunda pra trás mas não passou dessa encoxada.

Estes dias finalmente a coisa se revelou, fui fazer uma apresentação de dança e depois da apresentação fomos comer uma pizza, eu ele meu marido e mais alguns parentes, no jantar ele mostrou uma das fotos que tirou e resolvi ver de perto ele deixou o celular na minha mão e foi no banheiro, aproveitei a conversa que os outros estavam e fui fuçar o álbum dele, não , ele só tirou fotos dando close na minha bunda, é depois vi que não só tinha essas fotos como várias fotos , um álbum chamado madrasta com fotos minha dormindo, tomando bando, fazendo almoço, fazendo unha , inclusive fotos das minhas lingeries gozadas. E a coisa so foi aumentando porque chegou uma mensagem no whats dele de um grupo chamado “madrasta gostosa” fui direto ver o que era e simplesmente era um grupo de 6 pessoas que ficam vendo minhas fotos, closes da minha bunda comentários, pedidos do amigo pra mandar foto dos meus pés etc etc. As conversas que chegavam agora era sobre as minha fotos dançando, tinha uma foto minha com roupa de ballet e uma fala embaixo imagina ela de quatro a gente só rasga a meia na bunda e enfia no cu dela bem fundo, e o comentário do meu enteado foi que gozaria só de rasgar a minha meia do ballet e chupar meu pé com chulé, ai o outro comentou que enquanto um comia meu cu é outro chupava meu pé ele enfiaria o pau na minha boca e gozaria na minha cara!!!!

Fechei tudo do celular e deixei ele ali na mesa. Pensei fudeu, é fui ao banheiro respirar. No banheiro eu estava sem chão, eles viviam lá em casa, eu fazendo lanche pra eles, fazendo um monte de coisas pra eles e eles me imaginando num filme porno.

Voltei pra me dá e confesso que foi difícil ficar normal. Tomei duas taças de vinho rápido e aí acho que fiquei mais tranquila. Fomos embora, meu marido estava muito bêbado e eu fui dirigindo, é meu enteado pediu pra dormir em casa. Ok pensei. Meu corpo esquentou.

Ele pediu pra mãe dele por telefone para dormir lá e ela aceitou e fomos pra casa. Chegamos em casa meu marido estava caído mas conseguiu caminhar até a cama. Meu enteado foi pro quarto e eu fui pra sala. Eu ainda estava com a meia calça do ballet por debaixo da minha calça jeans e usava uma bota de couro cano baixo. Sentei na sala liguei a tv tomando mais vinho, eu queria uma coisa mas minha moral queria outra, pensei que ia deixar pro destino.

Liguei a tv no netflix e nisso ele chegou de pijama shortinho com umas coxas grossas e um volume no meio das pernas. Olhei rapidamente e depois fiquei olhando pro seriado. Eu estava travada mas pensei que era a grande chance, joguei um verde falei pena que seu pai já dormiu eu precisava tanto de massagem nos pés, é fui tirando minha bota e massageando meus pés eu mesma, apertava meus dedinhos e percebi que ele olhava. Fiquei apertando e comentei que minhas mãos eram pequenas e fracas pra apertar como eu gosto, era minha última deixa e ele entrou disse que poderia fazer. Mas retruquei falei que melhor não porque meus pés não estavam em.boas condições, estava com chulezinho da meia na bota. Ele disse que não se importava, eu disse que não, só se eu falasse o nariz dele.

Aí ele veio. Foda, pensei.

Tocou nos meus pés com força, eu apertei o nariz dele como prometido. Que mãos, ele apertava eu tava pequenos gemidos ai, ai. E ele apertava mais e mais rápido e eu gemia mais e ficava ofegante, é daí comecei a falar gemidinho e sussurrando não para não para, quando me percebi falei nossa perece que tô transando com ele. Aí no reflexo puxei meus pés. Ele falou o que foi e eu não soube responder, nisso ele falou que a meia estava desfiada na lateral ai falei, melhor rasgar e rasguei , eu sabia que estava montando a cena que eu tinha lido no Whatsapp e me senti uma vagabunda mas não conseguia parar, deixei meu pes de fora da meia como ele disse que tinha tesão, e dai falei já que rasguei uma deixa eu fazer par e rasguei a outra, é eu perdi a vergonha nessa hora e uma das solas empurrei contra o meio das pernas dele e senti duro, que tesão que foda, nos olhamos nessa hora, eu fiquei gelada e meu coração parecia que ia pular pela minha boca, com o outro pé coloquei na cara dele e deslizei até chegar no membro dele, era um pé de cada lado do pau duro dele, dei umas apertadas com os pés e mexi pra cima e pra baixo, masturbando ele, mas quando levantei a cabeça e vi a cara de tesão dele me senti péssima, tirei os pés, dei um pulo e sai. Pedi desculpas, mil desculpas e fui pro quarto.

No quarto meu maeido roncava, tirei meu jeans e minha blusa fiquei só de meia calça rasgada , eu pensava na questão do destino de novo, deitei de bruços na cama , dei um empurraozinho no meu marido pra ele virar pro lado oposto e ele virou, eu estava de pés e bunda virada pra porta, era um convite caso ele viesse…

Meu coração ia explodir, é nisso percebi a sombra dele na porta, peguei um travesseiro e coloquei debaixo da minha barriga, dei a última carta, de bunda empinada pra ele era só ele decidir e ele entendeu o recado, senti ele se aproximar e deitar sobre mim, seu pau duro ficou deslizando na minha bunda até finalmente encaixar no meio dela, eu me segurei pra não gemer, ele estava quieto, peguei sua mão e coloquei sobre meus seios e ele apertou com gostos seu pau forçava a entrada da minha bucetinha e cuzinho mas a meia impedia, não me aguentei me coloquei minhas mãos na frente e consegui rasgar a frente e fui abrindo a meia e nisso o pau dele encostou na minha buceta encharcada , e como sou pequena e apertada dei trabalho pro pau dele entrar, mas foi entrando e não demorou pra ele enfiar tudo em mim apesar da minha bunda grande naondeixar entrar tudo, sonseneu ficasse totalmente de quatro, mas meu marido estava ali a um palmo de distância, abri minha bunda pra facilitar precisei ir rasgando a meia até deixar toda minha bunda pra fora e aberta. Nisso o pau dele entrou mais e foi demais para nos dois pois ele começou a gozar dentro de mim e eu não aguentei e gozei também. Eu não cabia em mim de tanto tesão. Ele depois se gozar caiu em cima de mim todo suado.

Fui virando devagar e tirando o pau dele dentro de mim, a porra dele ia melando tudo. Deixei ele ali. Perguntei se ele queria um Toddy, ele resmungou que sim. Disse que ia tomar um banho e já faria.

Fui pro banho e a ficha não caia. Demorei no banho mas finalmente sai, coloquei só uma camiseta grande e mais nada. E fui preparar o Toddy.

[email protected]

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *