Ela me chamando pelo nome do ex marido

Sempre leio muitos contos sexuais e nunca escrevi nenhum, ou por falta de necessidade ou por nunca ter tempo mesmo. Mas estou namorando uma mulher que faz o que quero na cama e resolvi compartilhar estas experiências.

Minha namorada é o sonho de todo homem… Uma morena cavala, cabelos longos e lisos até a bunda, seios lindos e siliconados, malhada, uma bunda perfeita, 1.75m, tem 37anos.

Eu formo um bom par a ela, tenho 1.82m. 33anos, corpo atletico e moreno claro..

O que vou descrever passou a acontecer nas nossas últimas transas.

Como ela (ainda) não mora numa cidade vizinha, veio passar feriados e fds em minha casa. Ela é recem separada (1 ano) e tem um bom relacionamento com o ex marido, apesar de me garantir que nunca mais quer nada com ele.

Sempre gostei de coisas novas na cama e estou vendo com esses 5 meses de namoro nosso que ela também está passando a curtir, apesar de ter ficado a vida inteira casada com um homem só e não ter conhecido muito da vida aqui fora.

Já conversamos a respeito da minha fantasia de ver ela com outro homem, mas sabem aquela coisa que quando o tesão passa vira ódio, ciúme, raiva? Pois é… Ela como adora me satisfazer começou a entrar na onda, mas sempre deixou claro que não tem intenção de levar a sério tudo isso.

Conversamos mais a respeito e ficamos acordados de que na cama valeria tudo, ela diz o que quer, sem medo algum… Fora da cama ela será somente minha e não arriscaremos nosso namoro.

Então aí que começou a ficar excitante… ela com liberdade pra dizer o que quiser na cama, se soltou mais e mais.

Chegou o sábado, ela toda sexy a noite, depois de termos saído o dia todo, toma um banho e me espera linda e cheirosa na cama… Imediatamente eu fui pra cima dela.. Beijei cada canto daquele corpo gostoso, chupei a buceta dela como ela gosta, fazendo ela gozar muito gostoso na minha boca.

Então ela disse: Deita aqui

Eu deitei e ela subiu em cima de mim, rebolando, pedindo uns tapas na bunda, na cara…. Ela gemia e apertava a buceta no meu pau… Meu pau é relativamente grosso, da pra sentir cada contração que ela fazia.

Ela fechou os olhos e estava imaginando alguma coisa.

Mandei ela deitar na cama, empinar a bunda, abri bem aquela bucela e meti forte… Naquele momento ela gemeu, urrou, gritou pedindo mais.. via que ela agarrava os travesseiros, se contorcia, estava gozando de novo….

Deitei em cima dela e falei no seu ouvido: Em que vc está pensando?

Ela: No meu ex que gostava de me comer assim

Quando ela disse isso o meu pau parecia que ia explodir dentro dela…. eu socava forte e ia sentindo a buceta dela ficar melada, molhada …. e disse:

Você pode até me enganar de que não vai fuder com ele, mas sua buceta quer muito

Ela: Ele adorava meter em mim assim por trás

Eu: Pede pra ele te fuder

Ela: Mete gostoso

Eu: Pede pra ELE fuder vc Queria ouvir ela dizendo o nome dele.

Ela: Mete em mim, me fode, me fode gostoso

Eu: Pede pra ele…imagina ele e pede

Ela: Mete meu nego, mete bebê

Ee: Você chamava ele assim?

Ela: SIM

Meu pau ficava cada vez mais duro, quanto mais eu metia mais ela lembrava dele.

Ela: Mete do jeito que você gosta na sua puta, mete que bebê

EU : Pensa nele amor! Imagina ele agora fudendo vc!

Ela: Isso meu negão, mete em mim, gostoso, assim…..

Nessa altura ela já tinha esquecido que era comigo que transava…

Eu não estava aguentando mais, saí de cima dela e deitei ao seu lado, segurei pelos longos cabelos e aproximei a cara dela da minha barriga, gozei naquele rosto lindo, enchendo a cara dela de porra… Ela mereceu..

Sua puta gostosa, vagabunda

ELA: Sou mesmo, mas só sua puta, só aqui na cama

Não vou arriscar meu namoro com ela deixando ela fazer com outra pessoa, mas na cama somos cúmplices de tudo.

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.