Fodido por um homem e uma mulher

Meu nome é Timo, um menino muito safado com uma bunda branquinha e vou contar uma de minhas experiencias.

Eu estava na praia tomando um sol, vestindo um biquíni branco de bolinhas vermelhas bem apertado e curto, dava para ver meu corpo todo. Eu estava na praia com meu amigo Bruno, da qual me deu a carona até a praia. Ele era saradão e bonito. Eu ficava doido quando via ele usando a sunguinha que comprei para ele.

A praia estava super lotada, passando-se o tempo, o Bruno pediu para passear comigo pela praia.
Chegamos perto de uma rocha enorme, percebi que ja estávamos longe da vista daquelas pessoas na praia, foi então que o Bruno disse:
-Ei, que tal darmos umasinha naquela rocha?
-Sério?
-Sim
-Alguém pode nos pegar
-Estamos muito longe, não vão nos achar aqui
-…ok, vamos fazer.

Ele me deitou na areia, se deitou em cima de mim e começou a lamber os bicos rosados dos meus mamilos. Ele rasgou meu biquini todo e enguliu meu penis todo na sua boca. Dentro da boca, ele brincava com sua lingua em meu penis. Eu gemia de tão louca que eu ficava com isso.
Ele enfim se levantou, tirou a sunga, e lá estava a rola enorme dele, aquilo tinha 26cm, mas parecia ter 30.
Eu ia chupar, mas ele me jogou no chão e enfiou a rola enorme dele no meu cuzinho. Aquilo doía muito. Ele bombeou, bombeou e bombeou, até que gozou no meu cu todo. depois disso, colocou a sunga e saiu correndo, enquanto eu estava nua, com meus mamilos e meu penis de fora.
Tive de correr atras dele, cobrindo uma mão no meu penis e cobrindo a outra nos mamilos, enquanto pingava esperma do meu cu. Todos por quem eu passava riam de mim. Ele pegou o carro dele e saiu correndo.
Eu fiquei andando nu na calçada, me escondendo atras de árvores para ninguém me ver, até parar um carro na minha frente. Havia uma moça por baixo do vidro, ela pediu para que eu entrasse no carro dela e sugeriu me dar uma carona até a casa dela. Eu entrei no carro.
Durante o caminho, eu contei o mal entendido para ela e ela só ficava rindo. Quando chegamos em casa, eu perguntei á ela:
-Obrigado pela carona e por me deixar dormir aqui. Como posso agradecer?
-Bem…que tal um foda?
-O que?
-É, bem, pela sua história, eu acho que você vai querer um anal meu.
-Mas como se você é uma mulher?
-Tudo bem, eu tenho meus brinquedos, venha.
Eu fiquei meio assustado e decidi fugir em direção a porta, mas ela me puxou com toda a força, me jogou no chão e me algemou.
-Algemas? pra que isso?
Ela começou a se despir e vestiu uma calcinha com um penis enorme nela, aquilo tinha 27cm.
Ela disse que tiraria as algemas se eu fizesse tudo o que ela dissesse. Eu tive de aceitar.
Ela tirou as algemas e enfiou seu caralho de brinquedo com toda a força no meu buraco. Ela me levantou e me debateu contra a parede, bombeando no meu fiofó. Ela era mais forte do que eu e eu estava sendo fodido por ela, não existia humilhação maior. Ela me batia, me chamava de vaca, apertava minhas bolas enquanto bombeava. Eu estava adorando isso.
-HAHAHA, você se depila, mas que bichona.
-Ain, me fode, arromba meu cuzinho todo, me masturbe, me faça gozar!!!
Ela apertou meu penis e começou a me masturbar violentamente. Ela me socava e apertava meus mamilos e eu sentia prazer nisso. Ela era o macho e eu a fêmea da relação. Foi então que eu gozei. Ela tirou o penis do meu cu e enfiou um monte de penis de borracha no meu traseiro.
Ela me deu uma lingerie e me expulsou da casa dela. Tive de caminhar até em casa vestindo uma lingerie preta. E foi assim que terminou minha noite.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *