Sexo com Cafezinho

Toda vida tive um certo tesão por um amigo, mas eu disfarçava até por respeito ao meu marido. Quando esse amigo ia em casa, eu me pegava observando o volume protuberante da sua calça e sentia que ele retribuía olhando meu capuzinho realçado pela malha que eu vestia. Num dia desses ele chegou em casa de surpresa e eu estava limpando a casa numa sugestiva posição, levei um susto quando me virei e ele estava em pe´na porta da minha casa com aquele volume ainda maior, devia estar de pau duro. Senti minha xoxotinha piscar, mas disfarçamos e fomos tomar um café. Logo que ele foi se embora sentei no sofá e me peguei massageando minha xoxotinha pensando naquele pau. Dias depois, bateram palmas no portão e surpresa era ele: Conversamos longamente tomamos vários café e eu sentia minha bucetinha molhada e cheia de tesão.Ao nos despedirmos ele me deu um beijo no rosto e ao ficarmos frente a frente ele carinhosamente foi chegando e aconteceu um ardente beijo na boca que eu retribui loucamente, logo ele foi descendo com sus beijos pelo meu pescoço

e quando vi estava mamando em meus peitinhos de ninfeta, levou minha mão até seu pau que eu peguei como um troféu ,não sabia se ia aguentar tudo dentro de mim, mas toquei lhe uma bela punheta ele urrou gozando na minha mão, mesmo subindo pelas paredes não transamos nesse dia. Mas, mudei drasticamente meu modo de se vestir, passando a usar mini saia sem nada por baixo e a esperar que ele voltasse a me visitar. Não demorou muitos dias lá estava ele em meu portão, entrou e foi logo me agarrando, surpreso ficou quando ao acariciar minhas coxas não encontrou minha calcinha, me chupou inteirinha ali mesmo no piso da cozinha, quando sua língua tocou minha bucetinha eu gozei com volúpia sentindo minhas pernas tremerem. Ele conduziu a minha cabeça até sua rola e me faz mamar gostoso

enquanto enfiava os dedos na minha xana. Em seguida ele me colocou de quatro pé e fodeu muito gostoso minha xoxotinha que agasalhou tudinho aquela rola . para finalizar sussurrou em meu ouvido “Posso fuder seu cuzinho” cedi na hora mais pedi cuidados. Ele colocou aquela cabeçorra na minha bundinha e foi empurrando

devagarinho, eu comecei a gozar então ele empurrou o resto me fazendo gritar de prazer sentindo ele urrar e gozar dentro do meu rabinho. Nos despedimos prometendo segredos e eu prometendo comprar novas mini saias e jogar fora todas as minhas calcinhas. FIM

Sou uma garota ninfeta, safadinha gostosa e muito ativa, gosto muito de transar e meus contos são todos verídicos.

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.