Minha Esposa com meu irmão

Sempre gostei que minha esposa Drika vestisse roupinhas bem sensuais, pois o bonito é para ser mostrado certo? Aliás as roupas que eu compro para ela costumam ser mais safadas do que as que ela compra… Só mini saias coladinhas, shortinhos rasgados, microssaias curtíssimas e muito salto alto. Os maiôs e biquínis são tão pequenos que eu tenho de mandar fazer especialmente numa loja da João Cachoeira.

Estávamos na praia, ela de biquininho branco, com os machos nos rodeando… até que apareceu o João, meu irmão. Ele tinha terminado com a namorada e resolveu descer para passar o fim de semana com agente no Guarujá.
Caipirinha vai, cervejinha vem, camarãozinho… e a Drika se virou para tomar sol nas costas, exibindo seu bumbum maravilhoso de 100 cm, só com um fiozinho tapando… e quando ela abria a perna, dava para ver as dobrinhas rosadas do seu cuzinho depilado… Uma delícia!

Meu irmão não tirava os olhos da bunda da Drika, então a safadinha pediu para ele passar filtro solar. Ele passava óleo nos ombros, nas costas, nas pernas e se demorava no bumbum, quando achava que eu não estava olhando…
Voltando pra casa comecei os preparativos do churrasco… Ficamos os três bebendo e conversando… Eu na churrasqueira e a Drika ao lado do João do outro lado do balcão… Percebi que os dois estavam bem alegrinhos e bem pertinho um do outro!

Com certeza eles estavam se tocando atrás do balcão, mas me fingi distraído!
De repente a Drika sumiu! O João disse que ela tinha subido para o quarto, mas deu para escutar um barulho atrás do balcão, barulho de chupetinha. A safada estava chupando o Pau do meu irmão agachadinha onde não podia vê-la! Tive de ligar a musica para disfarçar o barulho.

Ela levantou e ficou bem na frente do meu irmão, encostadinha… e o safado só encoxando a minha esposa! Foi quando eu dei a ideia de eles ligarem a Jacuzzi e colocar o sabão novo para fazer bolhas, e eu levaria as carnes para eles beliscarem a medida que ficassem prontas.
Eles toparam imediatamente, e cada vez que eu aparecia com as carnes eles se separavam. Então falei que iria ao mercado comprar sorvete, mas fui pro quarto do caseiro espiar os dois… Daí liberou geral! O João sentou na beira da Jacuzzi e a Drika caiu de boca na pica dele, que por sinal é bem maior que a minha! Depois a putinha arrebitou a bunda e recebeu meu irmão por trás! Eu só na punhetinha com o pauzinho já meladinho de tesão!

Dei meia hora e fingi ter voltado com o sorvete, ela estava sentada no colo do João e desta vez nem se deram ao trabalho de se separar, já que havia muita espuma escondendo a safadeza deles. Entrei na Jacuzzi e nada dos dois se separarem… Ela sentadinha de costas no colo dele, naquele movimento lento de vai e vem, aquela carinha de safada… e eu me fingindo de desentendido…
A noite na sala de TV… ar no máximo e a Drika e o João com um cobertor escondendo a safadeza… um masturbando o outro bem na minha frente… Foi então que começou o festival de desejos da minha esposa kkk… Querido… vai na farmácia

comprar isso…. vai no supermercado comprar aquilo… vai na praia comprar peixe… vai no shopping comprar uma roupinha… e lá se foi o fim de semana… o corno aqui saindo a toda hora para deixar o meu irmão comer a putinha da minha esposa a vontade… A vagabuda até saiu no meio da noite para ir no quarto dele.

Ai… Como eu Adoro ser o corninho da Drika!!!!

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.