Comendo o tio da minha prima

A história que vou relatar aconteceu à alguns anos atrás, e que ainda me rende boas punhetas. À minha prima me chamou para passar o dia de finados no interior, eu aceitei o convite na hora, pois era à oportunidade perfeita para descansar a minha mente e curtir um pouco.
A gente ficou hospedado na casa do Ivan (nome fictício), ele é o tio paterno da minha prima. Ivan tem cerca de 40 anos, 1.79, pele morena, sem pelos pelo corpo, mãos ásperas, pernas bem tornadas e não é nem magro e nem gordo.

Na madrugada eu me levantei para ir ao banheiro, e quando eu estou passando pela sala, eu vejo que Ivan estava assistindo um pornô gay. E ele estava batendo uma deliciosa punheta vendo o filme, eu fiquei de pau duro na hora, comecei a bater uma punhetas também.
Eu fiqui um bom tempo batendo uma punheta escondido atrás da porta da cozinha, e quando Ivan ouve um barulho no portão, ele rapidamente desliga a televisão e vai para a cozinha fingir que estava bebendo água. E quando o Ivan me encontra de pau duro na cozinha, e nessa hora eu percebi que ele ficou com água na boca.

Mais como a tia da minha prima tinha acabado de chegar da casa de uma irmã dela, e gente fingiu que estava somente conversando. Na manhã seguinte tudo estava aparentemente normal, até que Ivan me chama para ir pescar com ele no rio, eu fiquei muito sem graça com o convite dele, mais como estava insistindo para eu aceitar o convite, eu acabei aceitando a contra gosto.

Depois de cerca de quarenta minutos de carro em uma estrada de terra, a gente para próximo à margem de um rio, e quando nós saimos do carro Ivan simplesmente pega no meu pau. O meu pau ficou duro naquele exato momento, então Ivan abaixou às minhas calças e começou a chupar o meu pau.
Eu delirava de tanto tesão, fudia a boca dele com vontade, gemia alto, xingava ele e batia na cara dele com o meu pau. Foi naquele exato momento, que eu percebi que não poderia mais resistir aquele homem, e depois de longo tempo chupando o meu pau, eu começo a chupar o pau de Ivan na beira do rio. O pau dele tinha cerca de 17 cm, cabeça grande e rosada, cheio de veias e bolas deliciosas.

Depois de um bom tempo chupando o pau de Ivan, eu o coloquei de bunda empinada no capô do carro, e começei a chupar aquele cuzinho gostoso. A bunda dele era grande e macia, sem pelos, eu chupava com prazer aquele cu, ele gemia, delirava de tanto tesão e rebolava o rabo na minha cara.

Passei um longo tempo chupando o cuzinho dele, e então novamente ele começa a chupar o meu pau, ele chupava como um verdadeiro profissional, chupava as minhas bolas, eu fudia a boca dele e assim ficamos mais algum tempo. Então eu coloco de bunda empinada no capô do carro, e começo a fuder o cuzinho dele na baira do rio.
Ele gemia alto, implorava por pica no cu, ele me dizia que era uma putinha submissa, que estava ali para me servir e eu estava fudendo com cada vez mais forte aquele cuzinho. Eu batia na bunda dele com força, puxava os cabelos dele, eu fazia questão de dominar aquele homem, de ser o macho dele e de deixar o cu dele completamente arrombado.

Depois de um longo tempo fudendo o cuzinho dele, eu faço ele deitar no capô do carro, ele começo a fuder o cuzinho dele na posição do frango assado. Ele revirava os olhos de tanto tesão, gemia cada vez mais alto, trocávamos beijos ardentes, o meu tesão estava cada vez mais alto por conta do perigo de sermos pego naquela situação, eu metia cada vez mais forte naquele cuzinho, enquanto metia no cuzinho dele eu chupava a rola dele e a gente tinha perdido a noção de tempo e espaço.

Depois de um longo tempo comendo ele na posição do frango assado, eu o faço sentar gostoso na minha pica. Ele rebolava na minha pica como uma verdadeira putinha, subia e descia em um ritimo frenético, ele fazia massagem nas minhas bolas com a buceta dele, eu batia gostoso na bunda dele, trocávamos beijos na boca, ele lambia os meus mamilos e eu os deles.

E como ainda não era suficiente, eu o coloco de ladinho e começo a fuder o cuzinho dele. Ele gemia que uma vagabunda, batia uma punheta frenética enquanto eu metia no cuzinho dele e então ele goza com a minha pica no cuzinho dele. E então pouco minutos depois eu anúncio que vou gozar, eu subo em cima dele e coloco a cabeça do meu pau dentro daquela boquinha maravilhoso.

Poucos minutos depois eu gozo gostoso dentro do daquela boca gostoso, ele engole toda à minha porra sem desperdiçar uma gota sequer da minha porra, e então pega a própria porra da barriga dele e me faz engolir todinha. Depois nós tomamos um delicioso banho de rio, pescamos alguns peixe para disfarçar e fomos para casa como se nada tivesse acontecido.

Eu fudei aquele cuzinho durante o restante do tempo em que fiqui hospedando lá, de vez em quando temos às nossas fodas, que vou contar em outra oportunidade.

1 Reply to “Comendo o tio da minha prima”

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *