Peguei o filho do meu amigo

No final do ano passado fui para São Paulo e aproveitei pra visitar um amigo da faculdade que eu não o via a quase 10 anos.
Quando cheguei na casa dele, fiquei impressionado como ele e a esposa estavam conservados, mas reparei que o filho deles estava um homão. O mlk estava pra completar 18 anos já.

Aumento Peniano


Ficamos nós 4 conversando, botando o papo em dia, mas percebia os olhares do filho dele pra mim. O mlk tinha uma carinha bem de safado – daqueles que apronta com as minas do condomínio, branquinho, magro (atlético) e cabelinho na régua (kkkk).
Nessa visita, eles fizeram questão que eu dormisse na casa deles pelo menos 1 noite e como sempre foram muito amigos, eu aceitei. O único “porém” é que eu iria dormir no quarto do filho deles. Chegou a noite, tomei meu banho e fui me preparar pra dormir. Vestia uma camiseta e um shorts bem curto, estava bem a vontade. No quarto eu fiquei arrumando a mala que eu levei e o mlk acordado mexendo no cel.

De propósito fiquei lá com o bundão arrebitado e as vezes virava apertando o pau, só pra ver a reação dele. Obviamente o mlk caiu.
E um das olhadas dele, ele viu que eu reparei e ficou sem graça, disfarçando fingiu que ia dormir. Apesar do meu tesão estar nas alturas era arriscado demais tentar alguma coisa, afinal estávamos na casa do meu amigo.
Passaram-se uns 2 meses e recebi uma ligação do meu amigo perguntando se o filho deles poderia passar 3 dias em Curitiba para uma prova de vestibular. Prontamente eu aceitei.

Disk Sexo

Chegado o tal dia, fui buscar o mlk na rodoviária, passamos em um restaurante pra comer algo e depois fomos para o meu apto. Ele se acomodou, tomou um banho e ficamos conversando. Na hora de dormir comentei com ele que ele tinha opção do sofá ou a minha cama (que é de casal) e claro ele optou pela cama de casal. Na primeira noite, não rolou nada, já que no outro dia ele tinha prova. No dia seguinte, pós a prova, saímos pra comer e de tarde já estávamos em casa. Enquanto ele tomava um banho, preparei o quarto. Fechei a porta, liguei o ar e coloquei um seriado que sabia que rolava putaria. Quando ele saiu, o chamei pra se juntar a mim ficando deitados cada um do seu lado. Com o tempo um clima foi rolando e ele disse que estava com frio e ofereci pra ficar mais perto por causa da coberta. Um certo momento, já rolava putaria no seriado e dava pra ver nitidamente que nós dois estávamos excitados. Dai pra frente foi só alegria.

Perguntei se ele tava curtindo o seriado e ele disse que sim e ai já estávamos com o corpo colado um no outro, aos poucos fui me abaixando até que rolou o beijo. Começou devagar, ai foi ficando mais quente, as mãos explorando o corpo e ai de repente estávamos nus, rolando aquele esfrega esfrega gostoso.
Foi ai que ele me disse que era virgem. Sim aquele mlk delícia era virgem!
Fui a loucura em saber que eu ia tirar a virgindade daquele mlk que acabara de fazer 18 anos.

Tratei ele com muito carinho, beijos, chupadas e cai de boca naquele pauzão. Explorei tudo, a cabeça, o corpo, o saco, chupava, masturbava, brincava com o cuzinho dele também e só escutava os gemidos contidos dele. O pau do mlk babava muito, uma delícia, fiquei uns 10min manando quando ele começou a gozar. Mlk liberou muito, mas muito leite na minha garganta, mas não acabou por ai. Afinal eu não tinha gozado e ele ainda era virgem kkkk.

Botei ele pra mamar, pra ver se tinha aprendido como fazia. E sim o mlk chupou muito bem. Boquinha macia e quente, lambia minha cabeça e chupava o resto, quase engolindo tudo. Botei a camisinha, lubrifiquei bem meu pau e o cuzinho dele. Fui botando meus 17cm devagar, pedindo pra ele relaxar. As vezes ele pedia pra parar pq estava sentindo um pouco de dor, mas com paciência e carinho, entrei inteiro dentro dele. Ficamos lá agarradinhos, falando umas putarias e eu movimentando bem devagar. Com o tempo eu fui aumentando a velocidade e ele só gemia. Ele explorava todo o meu corpo, apertava a minha bunda e quando eu o questionava: “Tá gostando?” Ele respondia “Muito” seguido de gemidos baixinhos. Na hora de gozar, tirei o pau pra fora e comecei a me masturbar e perguntei se poderia dar leitinho na boquinha dele e ele balançou a cabeça afirmando que sim. Nem pensei 2x, botei meu pau na boquinha dele e comecei a jorrar vários e varias jatos de leite. O safado não desperdiçou uma gotinha e ainda falou que gostou muito.

No manhã seguinte acordei e já fui preparar o café e depois fui acordar meu mlk. Ele tava lá peladinho, pau meia bomba. Comecei a masturba-lo de leve e o chamava pra acordar. Quando ele acordou, já percebeu o que tava rolando e com uma risada bem safada, começou a me punhetar também. Voltei pra cama e já fomos nos encaixando num 69.

Percebi que ele tava brincando com o meu cuzinho e perguntei se ele queria perder a virgindade total e ele respondeu que sim. Encapei o pau dele (que não era nada pequeno), lubrifiquei e já fui sentando. Quando engoli o pau dele ambos soltaram um urro de tesão. Fiquei quicando e rebolando no pau dele e o mlk super safado me dando tapas na bunda me chamando de puta. Perguntei se ele queria mudar de posição e ele disse que me queria de quatro na cama. O mlk montou em cima e já veio socando rola. Me chamava de gostoso, perguntava se tava gostando e eu bem putinha só respondia “aham”, meu pau tava duro, babando.

Depois de um tempo bombando, ele quis me comer de frango assado. Deitei de barriga pra cima e me arreganhei. Deixei ele ele me arregaçar. O mlk aprendeu rápido, leva jeito pra coisa. Bombou bastante até gozar no meu cuzinho e eu numa punheta frenética, tem acabei gozando.
Como o ônibus dele só sairia de noite, teríamos tempo para um repeteco de tarde. E foi o que rolou.

Mais beijos, amassos, esfrega-esfrega, chupei ele, ele me chupou e dessa vez rolou um troca troca bem gostoso. Comecei dando pra ele de 4 (posição preferida dele) e depois comi ele de frango. Depois finalizamos cada um gozando na boca do outro e ambos tomando muito leitinho.
Levei ele para a rodoviária, trocamos uns beijos e torci muito pra ele passar. Uma pena que não conseguiu, mas disse que vai tentar esse ano de novo. Mal vejo a hora de ter ele em casa de novo.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *