Primeiro sexo anal com a prima rabuda

Olá a todos, vou dar uma breve descrição de mim e da minha prima, para quem nao conhece, antes de iniciar o conto. Sou um cara bem magro, alto, e muito bem dotado, um pênis com 25 cm de comprimento e bem grosso. Minha prima é loira, 1,64m, 19 anos, mesma idade que eu, tem umas belas tetas, umas coxas grossas e uma bunda fenomenal, muito grande, dá inveja em qualquer uma, vamos ao conto.

Estava um dia com a minha prima na casa dos nossos avós, estávamos conversando no sofá. Nós já tínhamos relação sexual a um tempo, e sempre estávamos inovando, descobrindo coisas novas, e chegou em uma época que eu tava com muita vontade

de fazer sexo anal, além de ser algo que muitos homens gostam, seria um prazer enorme poder colocar meu pau naquela bunda gigante da minha prima, mas eu sabia que eu precisava convencer minha prima a dar a rosca e eu sabia que não ia ser fácil, porque meu pênis avantajado deveria intimidar ela, mas eu fui conversar com ela. No sofá começamos a conversar e falei:

Eu- Tava pensando aqui, o que tu acha da gente experimentar um sexo anal?

P- Anal?

Eu- Isso

P- Com esse teu pau enorme?

Eu- Sim kkkk da pra tentar

P- Mas o problema n é ele ser enorme, o problema é essa grossura, cara isso não vai caber lá nem fudendo

Eu- É só empurrar que entra kkkkk vamos vamos

P- Aiii nao sei não

Eu- A gente compra lubrificante e tudo, fizemos devagarinho, eu enfio com jeitinho pode deixar

P- Tá bom kkkkk também tenho curiosidade, mas promete que vai fazer com jeitinho e devagarinho, nao quero tu socando esse pau lá nos meus fundos igual tu faz na minha buceta kkkkkk

Eu- Prometo que vai ser devagarinho, tenho certeza que tu vai gostar de fazer um anal

P- Aí vou sofrer já sei…mas vai que eu goste mesmo

Eu- Só vai saber testando

Combinamos que ela iria fazer todo o procedimento pra fazer anal, eu ia comprar uns lubrificantes bons, combinamos que eu iria buscar ela na casa dela e iríamos lá na casa da praia, como já tinha passado a temporada de verão não teria muita gente e podia rolar barulho. Inventei uma desculpa pra minha tia, dizendo que iríamos lá buscar umas coisas que tínhamos deixado, e de fato tinha que buscar essas coisas, mas o que importava mesmo era comer a rosca da filha dela kkkkkk

Claro que minha prima se assustou a saber que um tronco ia entrar no cuzinho dela, mas eu sou prova que cabe, consegui colocar nela. Tem que estimular muito o ânus, não adianta chegar enfiando a rola, tem que estar relaxado, com calma, achar a posição certa, deixar bem lubrificado e pode ter certeza q o pau vai entrar, inclusive a mulher pode amar kkkkk minha prima adora anal, tem vez que pede só no cuzinho e claro que eu adoro ainda mais isso kkkkk

Bom, voltando ao conto, chegamos na praia, arrumamos umas coisas que tínhamos que levar e fomos direto pro quarto, fomos no quarto dos pais dela pq a cama era melhor, e nd melhor do q comer o cuzinho da filha da minha tia na cama dela né kkkkk

Começamos a se pegar, tirar a roupa, dar uns amassos, uma chupacao toda, deixei ela bem tranquila, bem excitada pra ser melhor. Mandei ela ficar de quatro na cama.

Eu- Fica de quatro aqui pra mim vai….empina mais, isso bem assim

P- Aí meu Deus o que será de mim agora

Eu- Calma, fica relaxada que vai ser tranquilo, vou passar um lubrificante anal que tu comprei

Passei um lubrificante no cuzinho dela, e também passei no meu pau

P- Passa um monte de lubrificante nesse tronco aí kkkk

Eu- Pode deixar, vai tá bem lubrificado

Eu- Tá vou começar a enfiar tá bom

P- Devagarinho pelo amor de Deus

Eu- Deixa com teu macho aqui

Comecei a colocar meu pau naquele cuzinho, pensa em como era apertado, já sabia que ia dar problema. Coloquei só a pontinha da cabeça e ela já tava gritando kkkkkk

P- Aiiii caralho vai com calma

Eu- Só coloquei a pontinha da cabeça calma kkkk

Falei com ela e continuei colocando a cabeça devagarinho, até q entrou toda a cabeça, ela já pediu pra parar de novo kkkkk

P- Para para para kkkk aí caralho isso não vai dar certo, teu pau é muito grosso pra enfiar aí

Eu- É a primeira vez, teu cuzinho tá bem apertado, claro que vai doer mas aguenta aí

P- Tua rola é uma tora não vai ter como enfiar tudo em mim

Eu- Calma, eu tenho mais um lubrificante aqui, esse é bom

Eu tinha comprado também um lubrificante que era dessensibilizante anal, aliviava um pouco a dor, porque fazia ela sentir menos naquela região, passei bastante nela, botei um monte de lubrificante no meu pau e fui tentar entrar naquele cuzinho apertado de novo kkkkk

Dessa vez ela aguentou mais, ainda chorava quando eu enfiava mas consegui meter mais que só a cabecinha.

Eu- Agora tá aguentando hein priminha

P- (choramingando) ainda tá foda mas pode meter que vou aguentar, agora é uma dor suportável

Fiquei comendo o cuzinho dela bem devagarinho, e fui aumentando o ritmo aos poucos, depois de uns 5 minutos já comecei a fuder forte, uma bunda daquele tamanho de quatro bem empinada pra mim, não tinha como não querer fuder com força. Comecei a maltratar dela, metia sem dó no cuzinho, já que ela tava aguentando, puxava o cabelo e enchia de tapa na bunda daquela gostosa.

Eu- Vai prima caralho, toma no cuzinho toma, tá gostando de levar rola no cu? É gostoso? Esse teu cuzinho é bem apertadinho, é uma delícia comer ele

P- Aiii caralho teu pau é um tronco pqp q rola gigante porra…nao tá fácil aguentar

Eu- Tem que aguentar minha putinha (e dava tapas na bunda) um rabao desse tem que aguentar bastante piroca…aí que bunda gostosa que tu tem puta merda que rabo imenso da minha priminha

P- Fode tua priminha fode, come o cuzinho da tua prima favorita, minha bunda é toda tua

Eu- Aí sua rabuda do caralho toma rola, tu merece muita pica nesse rabo gostoso

Continuei fudendo ela com força, socando até não dar mais no cuzinho dela, tinha certeza que ela ia ficar acabada depois dessa foda, mas o tesão tava muito alto nessa hora, só queria fuder até o talo aquele cuzinho apertadinho

P- Caralho primo tá MT forte aí meu cuzinho, vou mancar amanhã…aiiii porra que pauzao gostoso, me fode vai primo, fode meu cuzinho com força mesmo que eu mereço

Eu- Merece mesmo sua puta, toma no cuzinho sua cachorra, gosta do pauzão do primo? Quem diria né, levando rola do primo no cuzinho, 25 cm no rabinho, tô estourando teu cu, sua gostosa, é isso que tu gosta né? Outro dia já vai tá assim de novo pra mim implorando por rola nesse cuzao

P- Tá muito gostoso primo, tá doendo mas é bom, quero mais vai, mais rola na tua priminha mete mete, não sei como vou estar amanhã mas não quero nem saber, quero pau, pau enorme no meu cu vai, enfia esse teu cacete com força em mim

Fudi ela chorando mas ela queria mais e eu tinha muita vontade de meter mais. Tirava o pau daquele cuzinho e via o estrago que tava fazendo, o buraco que eu tava deixando, tava arregaçando o cuzinho dela, tirava o pau e enfiava com força de novo, tirava e botava, passava de vez em quando um lubrificante pra deslizar melhor. Depois de dar um trato na rabuda de quatro, eu virei ela de ladinho e meti mais um pouco, metia segurando uma das pernas dela e com a outra mão eu segurava aquelas tetas gostosas. E depois botei ela pra cavalgar no meu pau, ela sentou de costas com aquele rabo imenso e cavalgou demais enquanto tomava um monte de tapa na raba, pensa em uma sentava gostosa, ainda mais com o pau dentro do cuzinho. Pra finalizar claro que seria de quatro né, minha posição favorita, ainda mais com uma mulher bunduda igual a minha prima, não tem visão mais linda no mundo que ela de quatro.

Eu- Cavalga minha puta, senta no pauzão do teu macho vai (tapas na bunda) gostosa rabuda, rebola vai rebola priminha

P- Aiii q gostoso, pau gostoso, meu cuzinho vai tá esfolado hoje

Eu- Fica de quatro de novo agr q vou te fuder com força até encher o teu cuzinho de leite

P- Vai gozar no meu cuzinho vai?

Eu- Vou, encher ele de porra quentinha pra aliviar tudo q ele sofreu hoje na minha vara

Ela empinou o rabo pra mim e eu soquei naquele cuzinho com toda a força do mundo até esporra, coloquei meu pau o mais fundo que eu conseguia e gozei lá dentro, foi a melhor coisa que tinha feito na vida, sentir meu pau pulsando dentro daquele cuzinho jorrando leite, gozei um monte que até transbordou aquele cuzao dela, tirei meu pau devagarinho, todo melado e só ficou aquela cratera que eu deixei com minha rola grossa e aquele leitinho escorrendo. Era uma visão maravilhosa, um rabo bem grande, branquinho e redondo de quatro, bem empinada, toda marcada de tapa, e aquele cuzinho estourado, cheio de leite saindo, fui obrigado a tirar uma foto kkkkk pedi pra minha prima e ela deixou.

Eu- Ahhh q gozada gostosa, posso tirar uma foto de ti assim? Nossa isso tá mt lindo

P- Tira tira kkkk quero ver como ficou meu cuzinho depois dessa anaconda passar por ele

Tirei a foto que guardo até hoje muito bem guardada kkkkk tirei a foto com meu pauzao na frente e aquela bunda toda arregaçada no fundo.

Depois de gozar, tomamos um banho juntos, ela deu uma mamada em mim, trocamos de roupa e fomos pra casa e depois de um tempo minha prima já começou a sentir toda assada kkkkk levou uma semana pra se recuperar, mas se recuperou e claro outro dia já pediu mais, afinal a bicha é gulosa e sadomasoquista, como eu adoro essa priminha kkkkk

Espero que gostem do conto, avaliem e comentem, façam o esforço da minha prima ter valido a pena kkkkk garanto que ela sofreu bastante na minha pica.

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.