Minha primeira vez fazendo sexo anal

Sou Penny , tenho 19 anos de idade , cabelos cacheados no meio das costas , boca pequena , pele morena , bunda razoável e seios grandes com bicos pequenos.

Júlio Cézar e eu estávamos namorando durante 3 meses , sempre que possível nos encontrávamos e íamos até a casa dele transar … Quase sempre ele me comia com voracidade , na maioria das vezes eu quem pedia mais e ele nunca negou , adorava ver a cara dele de surpresa ao perceber que eu ainda não avisa gozado , muito alto, quando me comia de quatro quase não dava altura(kkkkkkkkkkkkkk)…

Certo dia , após o natal daquele ano , Júlio veio me buscar na moto , ngm notou que eu sai sem avisar ;

Passamos a tarde com a família dele que eu já conhecia, então , no fim da tarde fomos para a casa dele . Passei uns dias lá , transamos várias vezes ao dia e ele sempre pedia pra que fizemos anal , eu nunca tinha sentido uma piroka no meu cu , mesmo que já tivesse sentido tesão de imaginar, eu estava com medo , então , uma hora decidi tentar de tanto que ele persistiu…

Ele me agarrou com força por trás encaixando o pau em minhas nádegas e abrindo minhas pernas , colocou a mão no meu grelo e começou a tocar uma siririca para mim , eu fui suspirando e ficando molhadinha , quando eu pedi pra ele colocar , ele tirou minha blusa com cuidado , beijou os meus peitos, tirou minha calcinha e traçou um caminho da minha coxa até minha buceta , passou um tempo chupando meu grelinho (eu já estava muito molhadinha) , pediu pra que eu me deitasse de costa pra ele , me colocou de quatro e pincelou várias vezes o meu cu apertadinho , botou a língua dentro algumas vezes pra lubrificar , me deitou de ladinho , posicionou a cabeça do pau no porta do meu cuzinho, colocou os dedos na minha xoxota e começou a dedar cada vez com mais pressa , me deixando louca pra sentir o pau gostoso dele , ele perguntou no meu ouvido :

-Gostosa, posso colocar ?

-vai , mete logo !

Ele colocou a cabeça lubrificada , eu tremia , ele percebeu e tocava mais a minha buceta, eu fui relaxando e assim ele continuou , devagarinho , quando dei por mim já tinha colocado tudo e se movimentava sem tirar o pauzão de dentro de mim , depois de um tempo ele se movimentava e tirava com carinho e botava com carinho , todo cuidadoso pra não me machucar…

Eu gemia , clamava por mais , todo aquele calor , a dor , o tesão , minha xoxota toda meladinha , então ele gozou , um jato forte , tirou o pau bem rápido deitou do meu lado , dps de um tempinho passou o dedinho na porta do meu cu e disse:

-Você é muito gostosa e esse cuzinho é todo meu !

Eu sorri cansada , ele olhou o meu cu e beijou uma das minhas nádegas dps disso tomamos um banho juntos onde eu não aguentava ficar de pé , ele quem me ensaboo , me secou e me deitou na cama , nós dormimos e de manhã ele perguntou se estava doendo , fiz que sim com a cabeça e ele disse que ele iria preparar o café , pra eu não me preocupar com nada que ele iria cuidar de mim.

Com amor Penny!

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *