Seduzido pelo meu filho e seduzindo seu amigo

Enfim tomei coragem de novo para contar o que anda rolando na minha tumultuada e duvidosa vida. Já se passaram mais de dois meses desde que eu e meu filho tivemos nossa primeira experiência, diga-se de passagem que foi a primeira vez que eu também trepei com um homem, e que adorei a experiência. No entanto não esta sendo muito fácil, pois temos que contornar a situação, não deixar que minha

mulher desconfie de nada que anda rolando entre nos dois, para minha sorte André é bem discreto e não faz qualquer tipo de piadinhas, indiretas u comentários na frente da mãe. Não surgiu muita oportunidade para que nos dois ficássemos a sós novamente por muito tempo e somente rolou mais umas duas vezes ate a semana passada no feriado de 7 de setembro. Eu tinha muita coisa pra fazer em casa e não fiz nenhum plano para viajar, Ana resolveu que não ia ficar em casa e que iria para a fazenda dos pais no interior de minas já que a sua mãe estava reclamando muito que a gente não ia mais lá e que não se viam por muito tempo. Depois de uma rápida conversa com Andre, resolvemos que os dois iriam ficar em casa, ele arrumou uma desculpa de que iria ter uma festa na casa de amigos e que ele não queria perder, assim não poderia ir para a fazenda dos avós.
Bem.. .plano armado, ficaríamos por 4 dias apenas nos dois. Na sexta feira minha mulher saiu logo depois do almoço, Andre ainda estava fora de casa e deveria voltar por volta das 5 horas. Eu aproveitei o tempo livre da tarde de sexta para me preparar para o final de semana prolongado com meu filho meu macho. Fui para a net e comecei a navegar…agora meu gosto pelos sites eróticos mudaram bastante..rsss ando vendo uns sites bem loucos, estou me descobrindo e quero experimentar as possibilidades desta nova vida. Lá pelas 4 da tarde fui ate a cozinha preparar algo para comer e dar uma ajeitada para um lanche à noite, coloquei uma garrafa de vinho branco pra gelar um pouco já pesando em beber calmamente com André.
Lá pelas 5.30 André chega, as não estava sozinho…veio com um amigo do colégio, um tal de Marcos de quem eu nunca tinha ouvido falar…que saco!! Tudo foi por água abaixo, pensei. Ele me fala que encontrou o amigo na rua e que acabaram conversando sobre um jogo e vieram pra casa pra jogar um pouco. Falei com meu filho que então tudo bem, ofereci um lanche aos dois que devoraram tudo em segundos, eu voltei ao computador e fiquei trabalhando mais um pouco. Fui ate a área dos fundos e preparei o espaço para quando eu e Andre ficássemos a sós, arrumei a mesa com o vinho, queijos, uma tábua de frios e algumas velas pelo jardim, pensando que de noite seria um ambiente bem aconchegante e romântico. Voltei ao meu escritório e ao computador. Não vi o tempo passar e acredito que nem os meninos, ate a fome apertar e André gritar do quarto perguntando o que tinha para comer, fui ate ele e disse que não estava esperando ele vir com o amigo e que tinha preparado uma coisa simples para nós dois,mas que Marcos é claro era bem vindo. Quando chegamos os três nos fundos Marcos ficou meio sem entender e perguntou se era alguma festa ou aniversário de alguém, eu ri e disse que era só pra comemorar a liberdade uma vez que a mulher tinha viajado e deixado a casa para os homens! Ele também riu e já foi logo puxando uma cadeira, fui na cozinha e voltei com um suco para eles. Enquanto comiamos fomos nos conhecendo melhor, fiquei sabendo que Marcos era o caçula, tendo mais 3 irmãos, ele perguntava sobre meu trabalho e se mostrou interessado em saber mais sobre design, os três conversávamos animadamente e eu já estava meio “calibrado”pelo vinho, foi quando involuntariamente e ate então sem passar nada pela minha cabeça perguntei se marcos não queria dormir em casa hoje já que já estava ficando tarde, ele disse que teria que ligar para casa e assim o fez, falou com sua mãe que logo deu a permissão para dormir na casa do amigo, eu peguei o telefone e falei com ela que se ele me desse trabalho eu mesmo o colocaria de castigo.
Já eram cerca de umas 9 horas e eu já havia acabado com a garrafa de vinho, resolvi abrir outra e foi quando André perguntou se podia beber um copo, eu coloquei para ele e ofereci outro para Marcos, brindamos e continuamos a beber e falar bobagens…passado algum tempo fomos para dentro e os dois já estavam um pouco alterados, riam e ficavam cochichando um com o outro. Chamei Andre para me ajudar a pegar alguma coisa na cozinha e perguntei se ele tinha falado alguma coisa com o Marcos, ele disse que não, mas que tinha visto o meu olhar para o amigo e que de repente poderia rolar alguma coisa…meu coração estava batendo mais forte e para variar a boca seca. O vinho acabou,preparei uma caipivodka bem forte e ofereci ao Marcos, eu e meu filho reduzimos a bebida, foi quando André sugeriu em irmos pra sala de TV, correu em seu quarto e pegou um filme pornô..eu já sabia o que ia acontecer. Eu recostei no sofá e eles se espalharam pelo chão, Marcos já estava alto e totalmente descontraído. O filme mal começou e André tomou a iniciativa…tirou a camisa e a calça, ficando só de cuecas, começou a passar a mão em seu pau que já foi ficando duro. Marcos olhou meio assustado a principio e olhou pra mim de rabo de olho, eu fiz de conta que não vi e continuei de olho no filme e dei uma apertada em meu pau. Meu filho virou para ele e disse que tava de boa, que só tinha macho ali e que ele também podia tirar a roupa, alguns segundos depois ele resolveu tirar a camisa e a calça também, ficando como meu filho já estava. Eu só abaixei minha calça e ate os joelhos e comecei a me massagear sobre a cueca, com um olho no filme e outro nos garotos. André super provocante virou para seu amigo e disse que tava com muito tesão e foi tirando a cueca, deixando todo o seu corpo exposto, eu so escutei Marcos perguntar quase que cochichando se não tinha problema eu estar na sala também, ele disse que tudo bem que de vez em quando a gente via filme pornô junto. Foi quando Marcos também tirou a cueca e expôs o seu pau duro e já babando. Eu já estava a ponto de explodir de tanto tesão, levantei e fui ao banheiro, coloquei a banheira para encher e já pensando num plano para seduzir o Marcos…voltei a sala e disse que já estava ficando tarde, que era hora de criança ir para a cama! Eles riram e Marcos segurou seu pau duro e disse que a criança não estava afim de deitar….rimos todos e já fui logo falando com tom mais severo, para que eles levantassem e fosse para o banho que um banho de banheira iria fazer o fogo apagar. André já sacando tudo levantou em um segundo e já foi puxando Marcos pela mão e guiando ate o banheiro, pulou na banheira molhando tudo em seu redor, Marcos foi mais discreto ou por estar completamente bêbado entrou vagarosamente, seu pau estava meio bomba. Ofereci um sabonete liquido e logo a banheira já estava trasbordando de espuma. Abaixei a intensidade da luz, tirei minha roupa e entrei na banheira. O álcool somado ao tesão foi uma combinação totalmente explosiva, eu mal entrei na banheira dei logo um jeito de colocar minha perna sobre o pau de Marcos que ainda estava meio bomba mas logo começou a dar sinal de vida, eu dei um de bobo e fingi não perceber onde eu estava com a perna, por outro lado André esticou seu pé ate alcançar meu pau e começou a massagear com as pontas dos dedos. Eu recostei a cabeça na beirada da banheira e estendi a minha mão ate alcançar o seu pau que estava super duro…como sempre. Sentia cada vez o pau do amigo de meu filho cada vez mais duro sob a minha perna e comecei a mover a perna para cima e para baixo lentamente, encolhi um pouco dobrando a perna ate meu pé tocar o seu pau, exatamente como meu filho fazia comigo, ele deu um gemido e ao mesmo tempo relaxou recostado na banheira…eu me virei de costas e me debrucei na banheira, deixando minha bunda exposta, meu filho se aproximou e abriu minhas nádegas com suas mãos fortes expondo meu cú para seu amigo eu olhei de lado com um olhar pidão e abri ainda mais a minha perna, André enfiou dois dedos no meu cu e começou a rodar, Marcos chegou mais perto, acho que com um pouco de medo e ou receio e passou a Mao em minha bunda alisando um pouco e foi colocando um dedo no meu cú…que tesão da porra, agora eu estava com três dedos atolados no meu rabo e rebolava como uma puta. Os dois guris gemiam enquanto enfiavam seus dedos no meu rabo, eu já estava com 4 dedos e sentia que podia agüentar mais…André se levantou saiu da banheira e ficou em pé na minha frente, eu comecei a chupar meu filho na frente de seu amigo. Marcos continuava a me dedilhar, foi enfiando os dedos um a um, pude sentir meu cuzinho que ate alguns meses era virgem se dilatando e engolindo seus dedos, o menino sabia o que estava fazendo enfiava, tirava e ia dilatando meu anel, quando percebi ele já estava com a mão toda no meu rabo. Senti queimando, doía eu gemia e engolia a pica de meu filho. De repente Marcos tira a mão de dentro de mim e me segura pela cintura e de uma só vez enfiou sem dó o seu caralho em meu cú totalmente relaxado. Foi bombando e bombando cada vez com mais força. Sem dizer nada ele se deitou sobre as minhas costas e pude sentir que estava gozando, ficou assim imóvel alguns segundos e enquanto isso André enchia minha boca de porra.
Marcos se “desengatou” de mim e foi deixando seu corpo cair na banheira, meu filho voltou para dentro e eu tentei me recompor. André veio ate mim e sentou-se em meu colo dentro da banheira, olhamos para seu amigo que estava quase desmaiando por causa da bebida e por causa de tanto esforço, André tomou a iniciativa na conversa, contou para seu amigo o que a gente vinha fazendo e perguntou se podia confiar nele em manter segredo…em troca ele poderia vir em casa sempre que quisesse que sempre teria um lugar para ele na banheira.
Para minha surpresa, Marcos simplesmente se levantou pegou uma toalha e enquanto se secava virou para mim e perguntou se alem do lugar na banheira também teria um lugar na cama para ele dormir este final de semana inteiro.
Foram 4 dias fantásticos…estou todo arregaçado!!!
Haaa 7 de setembro inesquecível.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *