Sendo usado pelo cara do Grindr

Me chamo Gustavo, moro em São Paulo, tenho 25 anos, sou branco, 1,74 de altura e 65 kg. Tenho um pau de 19 cm e uma bunda que não é tão grande, mas que é sempre elogiada.

Vamos ao caso, que é verídico.

Em um domingo eu estava em casa de bobeira e resolvi entrar num desses apps de pegação e depois de um tempo recebo uma mensagem de cara com nick Ativo Dominador. Trocamos algumas mensagens e ele me chamou pra casa dele.

Tomei um banho e fui caminhando até a casa dele, trajeto que demorei uns 20 minutos.

Chegando lá fiquei um pouco decepcionado, pois ele era um pouco diferente das fotos. As fotos que ele enviou eram dele, mas provavelmente um pouco antigas e com efeitos para melhorar a pele etc.

Nas fotos ele aparentava uns 30 anos e estava em forma. Pessoalmente estava mais para os 40 e estava com um pouco de sobrepeso. Não chegava a ser gordo, mas tinha uma barriga maior que nas fotos.

Estava decepcionado por ser diferente, mas como não tenho grandes problemas com isso, resolvi não perder a viagem.

Entrando na casa dele, ele me mandou ficar apenas de cueca e me deitar de bruços na cama dele, o que prontamente fiz. Assim que eu me deitei, ele puxou meus braços para minhas costas e me algemou. Nesse momento fiquei um pouco com medo e perguntei o que ele estava fazendo.

Ele me respondeu com um tapa na bunda e falou que ia me dominar porque era isso que ele curtia e que era pra eu obedecer. Fiquei meio sem reação, mas resolvi aceitar.

Ele me levantou da cama e me colocou de joelho e me colocou pra mamar. O pau dele era bem menor que o meu, devia ter uns 14 cm, mas era grosso. Depois de um tempo mamando, meu maxilar começou a doer e tirei a boca pra descansar um pouco. Foi um erro. Assim que percebeu que eu iria descansar e não continuar, ele me deu um tapa na cara que ardeu e até saiu umas lagrimas. Após o tapa ele perguntou se tinha me autorizado a parar de mamar.

Falei que não queria tapas, por medo de ficar marcado, e queria ir embora, a resposta foi outro tapa e a afirmação que eu só iria embora quando ele estivesse satisfeito.

Meu estomago gelou nessa hora, pensei que poderia ter caído num desses golpes que tanto falam.

Meu medo aumentou ainda mais quando ele pegou meu celular do meio das minhas coisas.

Não foi tão grave, mas levei um susto.

No desespero perguntei por que ele tinha pegado meu celular, ele respondeu que ele queria filmar eu sendo a putinha dele, assim eu poderia ver depois e bater punheta, porque na casa dele putinha só serve, não goza.

Meu medo nesse momento era só ele pegar esse vídeo e depois me chantagear, mas ele mandou eu ficar tranquilo, que nem pegaria o vídeo pra ele e por isso filmaria no meu celular.

Ele me fez mamar por uns 20 minutos, minha boca já estava quase dando câimbra, mas toda vez que eu parava um pouco pra descansar, levava um tapão na cara.

Ele me fez engasgar com o pau dele algumas vezes, me puxando pelo cabelo e me obrigando a engolir inteiro.

Estava me sentindo impotente e totalmente dominado, mas como estava com os braços algemados pra trás, não tinha muito como reagir.

Depois desses 20 minutos, ele me jogou novamente de bruços na cama, tirou minha cueca, abriu minha bunda e cuspiu, colocou o pau na entrada do cu e forçou. Protestei dizendo que era pra ele colocar a camisinha. Outro tapa, ainda mais forte, na minha cara.

Ele falou que eu estava lá pra servir ele e não ficar pedindo coisas.

Tentei me desvencilhar, mas como eu estava de bruços e sem os braços pra ajudar, ele soltou o peso dele em cima de mim e não tive êxito.

Tentar resistir era pior, porque só ia me machucar, então resolvi aceitar ele me foder sem camisinha mesmo.

Sentia o peso dele em cima de mim e o pau dele, que como já dito era groso, me abrindo.

Ele não tardou a acelerar o ritmo, percebi que ele estava prestes a gozar, então ele tirou o pau de dentro, veio até o lado da cama, me puxou novamente pelo cabelo, o que doeu, apertou meu nariz para eu não conseguir respirar por ele, mandou eu abrir a boca e colocar a língua pra fora. Bateu um pouco de punheta e quando estava quase gozando enfiou o pau até minha goela, gozando lá. Fui obrigado a beber tudo.

Após isso ele me soltou e disse pra eu ficar tranquilo, pois os exames dele estavam todos em dia e negativos, até me mostrou o resultado de um que era recente.

Mesmo após ele ter feito várias coisas que não estavam combinadas, no fim curti a sensação de estar totalmente entregue, servindo um macho.

Confesso que ao chegar em casa realmente assisti os vídeos dele me usando e gozei muito.

Talvez algum dia eu resolva repetir a dose.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *