A amiga casada da minha mãe

Olá a todos, quem está chegando agora leia os meus relatos anteriores pra entender melhor, e comentem por favor quero saber a opinião de todos.
Hoje vou contar um fato que aconteceu na semana seguinte que eu e minha mãe demos pro negão.
Meu cu ficou dolorido por alguns dias depois que o negão me pegou de novo. Minha mãe claro se divertia né, ficava falando coisas como, vadia safada, putinha, arrombada, mamãe tá orgulhosa de você aguentou bem, tá tudo bem contigo você parece que tá sentindo dor?…E sempre saia rindo até que um dia ela me disse sério.
– A dor no cuzinho já passou? Eu tenho outra surpresa pra você mas tem que estar bem.
Eu respondi que já tinha passado e ela disse.
– Então tá bom domingo a gente vai dar uma saída as 16 horas.
Em outro relato eu contei que levei um amigo pra perder a virgindade com a minha mãe e depois ela levou ele até a casa de uma amiga que era uma loira linda e muito gostosa, pois bem…chegou a minha tão sonhada vez…kkkk…ela me levou na casa da amiga, mas quando chegamos lá o marido estava lá, na hora eu pensei, furou.

Aumento Peniano

Vamos chamar o marido de Beto e ela de Ana, nos sentamos no sofá e o Beto foi buscar bebidas pra todos nós, colocou uma música lenta e logo Ana e minha mãe se levantaram, a Ana tinha um corpo parecido com o da minha mãe elas eram praticamente da mesma altura e os peitos e bunda da Ana eram um pouco menor que da minha mãe.

Elas foram ao centro da sala e começaram a dançar, elas dançavam enquanto bebiam, de repente a Ana colocou o copo de lado e minha mãe vendo fez o mesmo, as duas se abraçaram e começaram a dançar coladinhas parecia um casal, poucos minutos assim e a minha mãe da um beijo na boca da Ana, e elas começam a se acariciar a minha mãe estava com uma calça e uma blusinha bem coladas enquanto Ana usava um vestido muito curto e justo exibindo seu corpão, minha mãe começou

a passar a mão na bunda dela, apertar, e foi subindo o vestido deixando aquela bunda linda toda exposta com uma minúscula calcinha, Ana tirou a blusinha da minha mãe e começou a chupar os peitos dela, Beto falou pra irmos pro quarto senão elas iam se comer ali mesmo, chegando no quarto as duas foram pra cama uma tirando a roupa da outra e começaram a se pegar de novo ver a minha mãe chupando os peitos dela ali foi surreal…depois abrir as pernas dela e cair de boca na bucetinha, elas entraram em um 69 com a Ana por cima, logo o Beto tirou a roupa me falando.
– Vai ficar só olhando é? Vamos logo comer elas.

Tirei a roupa também o Beto chegou ao lado delas e minha mãe foi chupar ele, a Ana me chamou e começou a chupar meu pau também, ela engolia ele todo deixando só as bolas pra fora tirava da boca e engolia de novo, eu fui á loucura aquela mulher sabia chupar um pau gostoso, eu só gemia e me contorcia de tesão do outro lado o Beto na mesma situação, eu vi minha mãe engolir o pau dele todinho devia ter uns 15 cm era um pouquinho menor que o meu e da mesma grossura, depois a Ana ficou de 4 e disse com voz parecendo extremamente sensual.

– Vem me comer vem, me come gostoso vai.
Eu caí de boca na bucetinha dela, como era linda e gostosa, chupei ela um pouco e já meti a rola nela que gemeu gostoso, do outro lado minha mãe começa a gemer e quando eu olho estão as duas cara a cara de 4 levando rola, ficaram se beijando de novo, depois minha mãe virou o corpo entrando por baixo da Ana ficando numa posição onde uma chupava o peito da outra aquilo estava uma loucura ver a minha mãe e aquela gostosa se chupando enquanto nós dois estávamos fudendo as suas

bucetinhas, o Beto começou a empurrar a minha mãe pra cima, as duas se chupava o tempo todo e gemiam feito loucas, logo estavam uma chupando a bucetinha da outra enquanto eu e o Beto contínuavamos a foder elas, de repente eu sinto a língua da minha mãe passar no meu pau, senti um arrepio, depois ela lamber as minha bolas, tirou meu pau da buceta da Ana e engoliu ele todo de uma vez e a Ana fez a mesma coisa no Beto aí minha mãe soltou meu pau e me falou.

– Come o cu dessa puta vai.
Eu nem pensei, empurrei pra dentro, ela gemia muito o cuzinho dela era muito apertado, nisso o Beto falou.
– Aaa se ele vai comer o cu da minha mulher eu vou comer o teu.
Ela. – Come safado, já comeu muito ele né cachorro.
Ele meteu no cuzinho dela, ficamos assim e as duas voltaram a se chupar até que o Beto tira o pau e goza em cima da bucetinha da minha mãe que põe a buceta melada na cara da Ana pra ela chupar, nisso eu falei que ia gozar minha mãe grita.
– Tira, tira, goza em cima da bunda dela.

Eu tirei e gozei na bunda da Ana, minha mãe foi lá e limpou tudo, não acreditei naquilo.
Depois tomamos uma ducha e voltamos eu e a Ana pro quarto e minha mãe ficou com o Beto na sala, a Ana veio pra cima e começamos a nos pegar de novo, começou a me chupar deitada na cama e mostrando a bucetinha, eu fui pra cima dela e entramos num delicioso 69, nos chupamos e ela pediu pra eu deitar de costas na cama, ela veio por cima e sentou no meu pau, engoliu ele todinho com aquela bucetinha linda, quente e muito molhada.

Cavalgou gostoso depois viramos em várias posições sempre nos beijando muito, eu chupava os peitos dela com vontade e ela gemia gostoso até que eu gozei na bucetinha dela, gozei gostoso, fomos pra sala onde o Beto comia a minha mãe sentada na beirada do sofá e logo ele gozou nela também, a Ana sentou do lado da minha mãe e disse pro Beto.
– Vem seu corno, limpa a minha buceta vai.
Ele comecou a chupar ela com a minha porra e minha mãe só fez o sinal com o dedo e eu já fui lá também, limpar a bucetinha dela.

Depois nos arrumamos e fomos embora, mas quando estavamos saindo a Ana falou no meu ouvido escondido do marido.
– Vem aqui amanhã as 10 horas, segredo.
No dia seguinte as 10 horas eu apareci lá, ela estava no portão me esperando, entramos e sem falar nada ela pegou no meu pau se abaixou e começou a chupar, mamou gostoso até eu gozar na boquinha dela, ela tomou tudinho, se levantou e me disse.
– Aquele corno não deixa eu tomar leitinho dos machos, então tenho que tomar escondido né? Rsss. Não conta pra ninguém tá. Agora vai seu safado que eu tenho coisas pra fazer.
Fui embora, mas tive outras oportunidades com ela…

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *