Boquetinho rápido no mercado

Sou Gabriel, leitor do site há muuuuuito tempo, mas só agora pensei em escrever. O tempo é escasso, mas vamos tentando rsrsrs

Aumento Peniano

Sou do interior de SP e essa história aconteceu comigo há alguns meses e foi bem diferente. Sabe aquelas coisas que a gente não espera (mas sempre estamos preparados rsrs)?

Era um domingo de manhã, fui à um mercado da cidade pegar coisas para o almoço, cervejinhas, etc.

Durante minha árdua tarefa, passei, num dos corredores, por uma moça, uma gordelícia. Me olhando penetrantemente (isso me quebra, adoro!).

Fiquei correspondendo aos olhares, fui atrás dela em outros corredores, trocando olhares, até que arrisquei.

– Oi, tudo bem? Adorei seu olhar. Penetrante, uma delícia!

– Nossa, obrigada, disse ela sorrindo.

– Me dá um beijo?

– Vamos!

– Estou terminando as compras e te espero no estacionamento, no andar de baixo.

– OK!

Terminei as coisas mais que correndo, passei no caixa, guardei no porta malas e desci com o carro, já imaginando que ela não estaria. E, para minha surpresa, ela estava dentro de seu carro, em um cantinho do estacionamento, já sem a máscara, que deu pra ver melhor seu sorriso.

– Jurava que vc não estaria aqui!

– E vc acha que perderia a oportunidade? É uma loucura, mas vamos lá! rsrsrs

– Entro aí ou vc vem no meu carro?

– Pode ser no meu, entre logo!

– Tudo bem? Sou Gabriel e vc?

– Josi! E vc também é casado, né?! Safadinho!

– Sim. É um problema pra vc?

– De forma alguma!

Nisso já tirei meu pau pra fora e falei Olha

– Menino, seu doido. Estamos dentro de um mercado movimentado, somos casados. Guarde isso! kkkk

– Não, sem antes vc dar, pelo menos, um beijinho pra conhecê-lo.

– Moço…. Não faz isso! Adoro isso!

– Então use e abuse. E sua bucetinha? Lisinha, como eu gosto?

– Não, infelizmente. Meu marido não gosta de lisinha!

– Posso colocar a mão mesmo assim, se vc quiser!

– Mas vc não gosta!

– Eu gosto de buceta, Josi. Prefiro lisinha, mas se não tiver, vai peludinha mesmo! kkkkk

Nisso ela abocanha meu pau com uma vontade imensa. Beija, passa a língua, dá duas punhetadinhas com a mão esquerda, chupa, engole. E eu meto o dedo direto no seu clitoris e vejo ela se contorcer.

– Acho melhor pararmos por aqui. É muito arriscado!

– Tem certeza, Josi? Estou adorando essa loucura e sua boca é uma delícia.

– Acho sim. Não vim preparada pra isso kkkkk

– OK, vc é quem sabe!

– Trocamos contato?

– Acho melhor não. Pode me mandar mensagens em momentos impróprios rsrsrs

– OK. Quem sabe o destino nos proporciona outro encontro no mercado!

– E das próximas vezes, venha preparada! rsrs

Saí do carro dela com o pau estourando de duro. Entrei no meu, dei uma voltinha a mais pela cidade até ele deitar e voltei pra casa. Vida que segue.

Até o momento não a encontrei novamente, mas tenho certeza que todo dia que ela entra no mercado, lembra de mim!

Desculpem se o texto foi longo ou cansativo. Mas só de escrever já fiquei de pau duro novamente.

Obrigado pela leitura.

Skype: gabriel.erotico

Beijos e abraços!

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *