Foderam gostoso a minha mulher

Eu e a minha mulher, sempre fomos muito honestos um com o outro. Sempre disse-mos um ao outro o que um dia gostaria-mos de realizar. o que vos vou contar é real e aconteceu á 15 anos atrás. Nessa alturas tinha eu (Pedro) 35 anos e a Bela 32. Sou um homem e sempre fui que tenta cuidar do aspecto físico ( ginásio). A Bela era nessa altura (agora também), uma mulher muito linda, ela é baixa, só mede 1,55 de altura, mas tem uma cara muito bonita, peito com silicone, barriguinha lisa, bunda linda e umas coxas maravilhosas.


A nossa relação estava a esfriar um pouco em termos de sexo. Eu e a Bela falava-mos muito sofre o momento que atravessava-mos. Decidimos fazer umas férias no campo, numa herdade no sul de Portugal (somos Portugueses), junto á barragem Alqueva. Tinha-mos combinado que se algo de diferente surgir era para se fazer. A herdade tinha várias casas de turismo de habitação. Escolhe-mos uma junto á água e afastada cerca de 1 km. das outras. a Bela logo no 1º dia quis dar um passeio pela herdade, ver os animais selvagens ( como veados e javalis, coelhos perdizes, etc.).
No dia seguinte a Bela decidiu ir apanhar sol. Fui até á casa mãe falar com os gerentes, que me disseram que as casas estavam quase todas alugadas por jovens Lisboetas. Vi alguns. Perguntei se eram aqueles. O gestor disse-me que eram aqueles e mais alguns que tinham ido dar um passeio, que no total eram dez rapazes e duas raparigas, todos com mais ou menos 20 e poucos anos. Olhei novamente e vi alguns eram de raça preta.
Fui ter com a Bela. Quando lá cheguei levei um susto. A bela estava apanhar sol com um fio dental que não tapava nada. Via-se parte das aureolas das grandes tetas que ela tem, e o papo da cona estava quase á mostra, mas acompanhada por 5 rapazes (4 pretos e um Banco).
Eles ficaram assustados, envergonhados quando me viram. Quiseram ir embora, mas eu disse que estava tudo bem, que podiam ficar ali, sem stress. Notei que alguns estavam de barraca armada, totalmente excitados. Conversamos bastante. Eram parte de uma equipa de futebol, que 2 tinham trazido a namorada e o restante da equipa tinha ido para outro lugar. Estavam a comemorar a subida de divisão. De vez enquando alguns iam á água, e percebi pelos movimentos de mãos que esfregavam a piça. A Bela também foi uma vez. Quando saltou ficou com uma mama á mostra, mas não deu por ela. Eles ficaram vidrados na Bela. Um deles mais ousado perguntou-me se não ficava com ciúme por ver outros homens a babarem-se pela minha mulher. Eu respondi que olhar não tira pedaço. Eles foram-se embora, mas antes perguntaram-me se não queria-mos jantar com eles na casa principal, que naquela noite era só deles, os gerentes iam a Lisboa tratar de uns problemas e deixavam a chave para eles usarem. Disse-lhes que ia pensar.
Eu e a bela ficamos mais um pouco a conversar. Disse á Bela que eles estavam todos babados e excitados com ela que se não chego ali quando cheguei eles tinham-na violado. Ela disse-me que quando chegaram é que foi pior porque ela estava a fazer toples, e que 3 deles vinham nus, mas quando a viram vestiram os calções e ela pôs a parte de cima. Que um deles lhe tinha dito para ficar como estava, mas quando lhe falou que eu devia estar a chegar calaram-se. Eu perguntei a Bela o que ela achava deles. Ela respondeu que eram jovens com tudo no sitio, que tinha notado que eles estavam excitados e que quando foi á água e ficou com a mama de fora a deixou ficar para os provocar. Eu perguntei se ela tinha gostado daquela atenção toda. Ela pegou na minha mão e pôs na cona dela. Ela estava toda molhada de tesão. Tratei de lhe por a tanga do biquini para o lado e lambi aquela cona toda. Haaaaaaaaaaaaaa chupa cabrão, chupaaaaaa que eu preciso. A Bela teve um orgasmos enorme, lambuzou-me a cara toda. Quando íamos embora olhei para a encosta do monte ao lado e reparei que 3 deles estavam a espreitar-nos. Disse á Bela e ela riu-se, e disse que ia por-se nua enquanto caminhava-mos até casa. Quando chegamos a casa perguntei á Bela se algum deles ela achava interessante. Ela olhou para mim e disse-me que achava-os rapazes muito bem feitos, mas perguntou-me logo porquê? Eu perguntei-lhe se ela era capaz de foder com algum deles se surgisse oportunidade. Olhou para mim e disse que até os comia a todos. Ri-me, e disse que ia-mos comer com eles.
A Bela ia jantar vestida como uma puta de rua, com um vestido tão cavado que se lhe viam as mamas todas e se baixasse viam-lhe o cu todo. Não lhe disse que eram mais 3 rapazes e 2 raparigas. Quando lá chegamos as meninas ficaram de cara feia, mas os rapazes fizeram logo uma festa. Como era-mos os mais velhos quiseram que ficasse-mos um de cada lado da mesa. Reparei que os rapazes não tiravam os olhos das mamas da Bela e que alguns deles deixavam cair algumas vezes os talheres para espreitarem a coninha da minha mulher. Vi que os que estavam ao lado dela ponham as mãos por debaixo da mesa, deviam estar a acariciar as coxas da Bela. Deixei cair o meu garfo e espreitei. Um deles estava com a mão mesmo por cima da cona da Bela e a puta não se fazia de rogada, estava com as pernas todas abertas.
O Jantar acabou e as raparigas quiseram ir logo para a cama, mas obrigaram os namorados a irem também. ficamos todos a conversar. A bebida começou a fazer efeito e reparei que a Bela já estava a ficar com um piléquinho. Disse-lhes que não queria que a Bela bebesse mais. Puseram uma musica a tocar. fui dançar com a Bela e esfreguei-me todo nela. Ela estava excitada e falou-me ao ouvido para ir-mos embora que estava a precisar de ser fodida. Eu disse-lhe que já ia-mos que dançasse com algum deles e que aproveitasse. Fui por conversa fora com 3 deles e a Bela ficou a dançar com um deles. Quando olhei para ela vi que o rapaz estava com uma mão no cu dela que o vestido estava subido e todos podiam ver, e que ele lhe acariciava uma mama que já estava de fora. Um dos que estava comigo perguntou-me se não me importava com o que estava acontecer. Eu disse-lhe que por mim não havia problema, que era-mos liberais e se ela quisesse não havia problema. Ele olhou-me nos olhos e foi ter com a Bela que se esfregava toda no outro rapaz. Assim que ele lá chegou encostou-se por detrás dela e pôs as mamas da Bela á mostra. a Bela Olhou para mim, e eu pisquei-lhe o olho. Outros 2 rapazes se juntaram a eles. A bela era uma sanduíche no meio deles. Eu aproximei-me deles eles afastaram-se com medo da minha reação, mas eu disse que estava tudo bem e tirei o vestido e as cuecas á Bela deixando-a toda nua e disse-lhe que aproveitasse.
Não demorou 3 segundos e já 3 deles estavam também nus. A Bela ajoelhou-se e tratou logo de começar a mamar naquelas picas. Fizeram uma roda em volta dela inclusive eu.
A puta estava mesmo a gostar. Quando pôs a minha piça na boca vi a vontade com que chupava. Foram buscar um colchão de uma cama. A Bela ficou de joelhos eu fui-me sentar a apreciar a cena. Um deles tratou de lhe enterrar a piça de uma vez só até aos colhões pela cona acima. HAAAAAAAAAAAAA gritou a Bela mesmo com a boca cheia. Entravam uns atrás dos outros na cona dela. A Bela gritava fodaaaaaammmmm-meeee, aaiiiiiiiiii que bommmmm, venho-meeeeeeeeee. Os gritos dela eram estéricos. Olhei para a janela e vi que um dos casais que tinha ido se deitar espreitava e pelos movimentos estavam a foder a ver aquela cena. Levantei-me e fui ter com a Bela. Disse a um dos que tinha a piça maior e mais grossa para se deitar. Sentei a Bela naquela piça. Ficou com a cona cheia. Outro foi meter-lhe a piça na boca e eu aproveitei para lhe espetar a piça até aos colhões pelo cu acima. HHAAAAAAAAAAA cabrão queeee me rassssgaaaa todaaa. Não demorou muito e em vez de gritos de dor eram gemidos de prazer. Venhooooo-meeeeee.
A Bela fodeu com todos no cu e na cona, mais parecia um rio de porra pelo corpo todo.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *