Da tensão ao tesão

Olá, meu nome é Márcia, venho aqui para lhes narrar como eu e meu marido mudamos nossa vida sexual. Vou chamar meu Marido de Lucas(nomes fictícios). Eu e meu marido estamos na faixa dos 40 anos, corpos normais, não somos,gordos,nem magros, nos cuidamos. Tenho uma bunda grande, peitos médios. Nossa vida sexual nunca foi muito ativa, por mais que Lucas me procurasse, eu sempre evitava, transavamos no máximo 1 , 2 vezes por semana, então Lucas começou a tentar coisas novas, primeiro com filmes picantes, depois passamos a assistir filmes pornô. Eu tive outros homens, mas sempre fui fria.

Depois que comecei a assistir filmes pornograficos, que comecei a ver e experimentar outras posições, fui ficando mais safada, comecei a usar fantasias, lingerie ousadas, fio dental e nossa vida sexual foi melhorando.
Depois disso vieram os contos, lendo as experiências de outras pessoas, minhas fantasias e as do Lucas vieram a tona. Adoravamos os filmes e contos de exibição, de menage ,principalmente com dois homens e uma mulher. Mais os que mais nos excitavam ,com certeza eram os de exibição.

Enquanto líamos, ou assistíamos os filmes, Lucas me desafiava a fazer o mesmo, me pedia para me imaginar , fazendo as mesmas cenas, e eu me imaginava , andando pela rua com roupas curtíssimas, sem sutiã, e os homens me olhando, me desejando, eu ficava muito molhada e gozava muito gostoso quando conseguia me colocar na cena.
Um dia Lucas chegou em casa com algumas sacolas e pediu para eu me vestir com a roupa que ele comprou , era uma blusinha de alcinha, bem larguinha, e uma mini saia de tecido, eu coloquei a roupa q ele pediu, meus seios, insistiam em sair pelo lateral da blusinha , e a minissaia era bem justa e curta, depois ele me pediu para sentar no sofá da sala, colocou uma venda nos meus olhos, e foi falando no meu ouvido .

Ele me pedia para eu me imaginar dirigindo e pedindo informações, e que eu só podia pedir informações para homens, que ele estaria do meu lado, vendo todos os homens desejando tocar nos meus peitos, chupar meus peitos e que eles teriam uma visão perfeita da minha bucetinha, ele ia falando no meu ouvido, e me tocando, eu estava com muito tesao, ele me falando tudo aquilo, massageando meus peito, tocando minha bucetinha, dedilhando meu grelinho, então não aguentei e gozei muito gostoso.

Ele tirou minha venda e me fez chupar seu cacete, me colocou de 4 e me comeu gostoso, dizendo q iríamos fazer exatamente oq ele disse para eu imaginar, aquilo me encheu de tesao de novo, e foi minha vez de falar, perguntava se ele ia gostar de ver a esposa dele se exibindo, mostrando os peitinhos e a bucetinha, disse q ia deixar tocarem nos meus peitos e foi aí q ele gozou me chamando de putinha safada.
No outro dia , Lucas saiu apressado para o trabalho, mas me ligou dizendo q ia sair mais cedo, e que eu já sabia oq vestir, pois depois do trabalho iríamos sair para pedir algumas informações, eu relutei, disse q não, (apesar de ter ficado excitada com a proposta)pois era somente fantasia. Lucas então disse que não estava pedindo nada, só estava informando e que era pra eu estar pronta, meu marido nunca tinha falado assim antes, e eu gostei, só me deu mais tesão .

Lucas então me ligou dizendo que estava a caminho de casa, e que era para eu me arrumar, desliguei o telefone, coloquei a blusinha, um fio dental e a minissaia, me olhei no espelho e estava uma verdadeira putinha, e aquilo me deixou com tesão , Lucas chegou, entrou na garagem e buzinou, eu fui entrar no carro e ele disse q eu iria dirigindo, ele me pediu para esperar, entrou em casa ,colocou um short e uma camiseta e saímos, estávamos nervosos ,mas com muito tesão, andamos bastante, quando então começamos a parar e pedir informações, eu ajeitava minha blusinha para ficar somente com os mamilos tapados,, mas a medida q eu gesticulava eles apareciam,, os homens ficavam loucos olhavam, demoravam para dar as

orientações, alguns se debruçavam sobre a porta e deixavam a mão tocar no meus peito, me deixando louca de tesao, paramos e Lucas me pediu para ir sozinha, e me disse q estava acompanhando pelo telefone,(sim ele colocou uma câmera no carro) ,, entao mesmo achando aquilo uma loucura eu fui,, parei em frente a um homem q estava sem camisa,, um gostoso,, perguntei algo e ele já foi chegando,
Olhando, me deu um pouco de medo,, mais o lado puta falou mais alto,, ele olhou bastante meus peito e pediu pra tocar,, eu deixei,, tocar meus mamilos me enche de tesao, ele desceu o dedo e tocou minha bucetinha, me mostrou o volume no seu

shorts mas, isso não estava no combinado ,Lucas,me ligou e eu fui busca-lo parei e pedi informações para mais 3 caras mas eles só ficaram olhando mesmo Lucas então me mostrou um homem em frente a uma casa, era um cara alto estava de bermuda e camiseta, Lucas colocou o telefone estrategicamente para gravar, parei do lado do cara e perguntei onde tinha um posto de gasolina, ele arregalou os olhos e fixou nos meus peitos , ele não sabia se falava ou olhava meus peitos, Lucas perguntou se ele não sabia onde era pois ele não conseguia falar, ele deu a informação, Lucas tirou 5 reais e disse q era pela informação, então o cara passou o braço para pegar o dinheiro, tocando no meu peito, uma onda de tesão passou pelo meu corpo, olhei na bermuda dele e vi o volume, assim como na do Lucas. O homem entrou e eu segui

por alguns metros com o carro, parei e disse pro Lucas que não estava aguentando de tesão, mostrei minha bucetinha já melada, e ele me disse q tinha q esperar um pouco, eu estava louca , pedi para trocar de lugar com ele, q nao aguentava nem dirigir . Ele me pediu para descer do carro para trocar de lugar, eu desci ,mas o filhadaputa, não desceu e saiu com o carro me deixando ali, o rapaz para quem eu pedi a informação ainda estava na janela da casa, perto e veio até mim. Pensei, “tem alguma coisa errada”. O rapaz então me perguntou se eu precisava de alguma outra informação, eu disse q não, ele então me perguntou se eu era prostituta, se fazia programa, pois estranhou me ver naquele carrão, vestida daquele jeito. Ele então me disse q morava bem ali , e que ficou morrendo de tesao nos meus peitos e na minha bucetinha.

Não pensei 2 vezes, o filha da puta do Lucas armou pra mim e eu no tesao q estava não ia conseguir resistir. Então disse q sim, fazia, o homem sorriu e me pediu para entrar, eu entrei com ele, notei que ele encostou a porta, ele me abraçou por trás, puxou minha blusinha liberando meus peitos e começou a massagear, meu ponto fraco sempre foi meus mamilos, ele apertava devagarinho, me deixando com ainda mais tesão, tirou sua bermuda, me colocou de 4 e pincelava a cabeça do seu pau na minha buceta que já pingava de tesao, ele não me penetrava apesar de eu

praticamente implorar para ele me fuder, ele ajoelhou e começou a me chupar, eu já estava quase gozando, quando ele se sentou , me fez ajoelhar e começar a chupar sua pica, enquanto eu chupava, notei a porta se abrindo, e quando vi, o Lucas estava atrás de mim, me assistindo mamar aquela pica gostosa, Lucas chegou por trás, me puxou pelo cabelo, me chamando de puta,de piranha, que era isso q eu queria, ser puta e eu só tirava a pica da boca pra dizer que sim, que eu era puta mesmo, que queria outra pica mesmo, então Lucas veio e cravou seu pau na minha bucetinha enquanto eu sugava o pau do nosso novo amigo,aquelas cenas que eu só via nos filmes , estavam acontecendo comigo. Lucas bombava com força, nosso amigo gemia na minha boca eu vendo aquilo já não estava aguentando, e comecei a gritar gozei

forte, Lucas me levantou e me mandou sentar no pau do nosso amigo, ele ficou atrás de mim, e eu para provocar os dois, fui sentando bem devagar, fazendo minha bucetinha engolir aquele cacete, eu cavalgava aquele macho e Lucas ficou assistindo por um tempo, eu olhava para trás e via Lucas assistindo a cena alisando seu pau, e foi assim q eu vi quando ele veio chegando mais perto, ficou alisando minha bunda , ele pegou um óleo e jogou na minha bunda, jogou óleo no seu pau e untou meu cuzinho , ele foi penetrando meu anelzinho, senti aqueles dois machos dentro de mim, me senti preenchida, e eles começaram a bombar, senti um calor tomando conta de mim, nosso amigo segurou meus peito e começou a chupar alternando

entre um e outro, Lucas me puxava pelo cabelo me chamando de putona, mandando eu rebolar, senti que ia gozar de novo comecei a gemer cada vez mais alto ,acho que nunca gozei tão gostoso assim, senti quando ele encheu meu cu de porra, e nosso amigo encheu minha gruta. Cai desfalecida no tapete, Lucas ainda tirou fotos da minha bucetinha e do meu cuzinho escorrendo o mel dos meus machos.
Quando fomos para casa ele foi me provocando, dizendo q eles acabaram comigo, e eu disse q aguentava mais, Lucas então me disse para ficar preparada, pois da próxima vez chamaria mais 1. Disse para ele ficar a vontade e caímos na risada. Essa experiência mudou nossa vida sexual. E isso vou contar nós próximos contos. Bjs

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.