Paciente safado me comeu na Labia

Oi genteee, voltei! Não ia nem escrever esses dias, tinha uma história boa pra contar pra vcs lá do asilo, mas aconteceu uma coisa que tenho que compartilhar com Vcs.

Bom, não vou me descrever denovo tá. Vai lá no outro conto que vc vê como sou.. mas como sei que é disso que vcs gostam, posso dizer basicamente, que sou uma loirinha da raba grande rsrs…
Bom gente essa história não é lá do asilo, aconteceu comigo ontem msm. Como eu estava de folga a noite, decidi fazer um extra cuidando de um paciente particular…uma amiga faria o trabalho, mas por motivos pessoais não pôde faze- ló e me indicou.
Era um garoto que havia passado por uma cirurgia bariátrica…os pais queriam sair a noite, então contrataram uma enfermeira pra cuidar dele enquanto isso… Bom quando cheguei fui muito bem recebida, a casa era bonita, deviam ter muito dinheiro..falaram que o Yago estava no quarto, que já estava bem, andando e tudo mais, que só me chamaram por precaução. Me passaram o telefone deles e pediram para eu ligar se precisasse. Ficamos sozinhos.

Eu subi as escadas e fui até o quarto do garoto, a porta estava só encostada então eu nem bati, fui entrando devagarinho. Quando entro e o vejo, Gente, vcs não tem noção, o muleque estava tocando uma punheta monstra kkkk..fui chegando mais perto sem que ele me visse ainda, e vi que ele assistia a um vídeo porno, uma loira levando rôla na bunda. Fiquei algum tempo observando a cena, ele estava com muito tesão, sua piquinha chega babava rsrs.. não era nenhum roludo, mas tinha uma cabeção gigante… confesso que fiquei com vontade de mamar, mas me contive. O pirrallho era muito novinho….isso seria um crime..me afastei devagarinho e saí do quarto.

Minutos depois eu voltei, dessa vez bati na porta. Ele pediu pra eu entrar. Qnd entro tomei um susto, o pirralho me recebeu com o pau duro na mão.kkk
– nossa desculpa, não sabia que vc estava nu, disse..

– acho que vc sabia sim, ou vc pensa que eu não vi vc entrando da primeira vez?

– kkkk, sério, vc me viu? Desculpa, só não quis te atrapalhar…agora veste uma roupa vai..

– Não precisa.

O muleque disse isso e se levantou, nisso sua barriga gigante caiu sobre seu pau, e não dava nem pra ver que ele estava nu rsrs.. comecei a rir e ele percebeu, mas o safado não se importou, pelo contrário, tirou proveito da situação.

– olha não é nada ético rir dos defeito do paciente vc não acha? Disse ele.

– desculpa, é que não pude evitar..o que eu posso fazer pra me redimir? Perguntei já sabendo o que qualquer adolescente responderia pra uma loira como eu.

– que tal vc terminar minha punheta?

– o que é isso Yago? Sou sua enfermeira, além do mais vc é só um adolescente, não é certo.

– para com isso. Pensa que não percebi vc mordendo os lábios olhando minha rôla? Bate uma pra mim vai, e eu não conto nada pra ninguém.

O muleque era mais esperto do que eu pensava.

– tá bom. Mais não passa disso ok? E goza logo.

– não se preocupe…tenho mais de semana de porra presa aqui nas minhas bolas, não vai demorar pra sair..

Ele sentou na cama e eu sentei do lado dele. Eu usava um vestidinho de enfermeira não muito curto, mas quando cruzei as pernas deixei ele percebeu que eu usava meias e cinta-liga, pensei que talvez assim ele ficaria mais excitado e gozaria logo. Pus vagarosamente minha mão em sua rôla e comecei a masturbá-lo. Gente não sei explicar, mas a sensação de uma piroca endurecendo na mão da gente é maravilhosa rsrs..comecei a sentir vontade de abocanhar aquela cabeçona inchada…era linda bem chapeluda sabe? Fiquei ali batendo a bronha pro muleque, doida pra mamar…rsrs até que o safado percebeu que eu estava com água na boca..sem falar nada ele pega na minha mão e me põe de pé, ele tbm se levanta. Depois põe a mão na minha cabeça e me faz ficar de joelhos com a cara na frente do seu mastro. Aí eu não resisti rsrs..meu namorado não me comia a dias, e como vcs sabem ele não gosta de boquete, então caí de boca na vara do menino..mamava feito uma puta..gente, que pica era aquela… pequena, mas aquele cabeção me deixava Loka…babei bastante aquele caralho da cabeça até às bolas.. só não consegui engoli tudo pq a barriga dele era muito grande rsrs…

– e aí enfermerinha. Ta gostando da pica do teu paciênte?

– tô amando. -Glupp!! Não consegui terminar a frase. O fedelho socou bem fundo na garganta..

-glupp ahhh- tô gostando BB dá essa pica na boquinha da tua puta dá!!

O filho da puta só ria do meu jeito kkkk..ele tava fodendo minha boca como se fosse uma buceta..de repente, sem falar nada ele me levanta, me vira de costas e me faz ficar inclinada sobre a cama.. levanta meu vestido e arranca minha calcinha..

– eu sou o paciente, mas hj quem vai tomar injeção na bundinha é vc.

O filho da puta enfiou as mão nas minhas nádegas e começou a me bolinar e a abri-las…lambuzou toda minha bundinha com o óleo que usava pra bater punheta, me deixando completamente lubrificada..eu imaginei que ia levar uma bela pirocada na buceta, mas pra minha surpresa ele pôs sem dó no meu rabo..

– aiiiii…filho da puta..o que vc tá fazendo?

– kkkk relaxa cachorra… eu sei que não tô fazendo nada que vc não goste..

Não acreditava na audácia daquele garoto, tão novinho e já tão marrento..mas não tinha como sair dali..o garoto era gordinho mas tinha bastante força…ele me segurava forte pela cintura e fodia meu cú. Faço muito sexo anal, mas não com todo tipo de piroca. Uma cabeçuda daquela eu nunca tinha experimentado. Pra ser sincera, apesar da dor, estava adorando..rsrs..

O menino me enrrabava já a uns dez minutos e nada de gozar..tbm, a visão que ele estava tendo devia ser maravilhosa…como tinha me bronzeado recentemente eu estava como uma marquinha fininha de bikini, e além disso eu ainda estava com as meias e a cinta-liga..eu empinava meu rabão o máximo que podia, só pra atiçar mais ainda o muleque…

– toma sua puta safada…tá gostando de ser enrrabada por um adolescente tá…gosta de levar vara no cú sua vadia?

-Aieeee..amo BB, amo ser tua putinha…amo dar meu cuzinho pra safadinhos como vc…mas goza logo vai…goza que meu cú já tá dormente com essa tua tora cabeçuda..

Ele riu bastante do meu desespero…depois de uma meia hora esfolando meu cú, ele anunciou o gozo. Como estava sem camisinha não deixei gozar dentro, pois meu namorado poderia perceber a porra no cú qnd chegasse em casa. Então me ajoelhei na frente do menino e abri bem a boquinha como uma cadelinha obediente…ele se punhetou mais alguns segundos e começou a gozar…era tanta gala, tanta gala..que nem consegui engoli tudo…. fiquei cega por alguns segunda com aquela porra espessa no meu olho…ele ficou quieto por alguns minutos fazendo alguma coisa que não sei o que foi, pois não consegui abrir os olhos…espero que não tenha filmado ou algo assim. Depois me levou até o banheiro pra eu me lavar…qnd saí do banheiro o filho da puta já estava dormindo… safadinho só queria me comer….rsrs

Bom gente, depois eu volto pra contar outra história do asilo, esse conto foi só pra vcs matarem a saudade. Espero que gostem. Bjs

1 Reply to “Paciente safado me comeu na Labia”

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *