Dei pro Filho da minha Amiga Gostoso

Olaaaá meus gostosos e gostosas Andressa aqui novamente

Libidgel Gratis

hoje vou contar um conto para vocês o que aconteceu comigo huuumm só de penssar eu ja fico molhada e quero meter muitoooo

Tudo começou quando fui visitar uma amiga que a muito tempo não via numa tarde de sábado no último verão. Sem querer, na minha chegada, surpreendemos o filho dela com a namorada no sofá da sala. Os dois estavam em altos amaços e ela com a blusinha levantada no colo do safado. Eles se recomporam rapidinho quando perceberam a nossa chegada, mas o moleton do garoto mostrou que ele tinha um negócio bem interessante.

Sexo Telefone

Depois dos pedidos de desculpa e constrangimento que vocês devem imaginar, elogiei o menino, que agora era um homem de 20 anos. Como o tempo passou. Minha amiga falou que a menina ainda era de menor e por isto só permitiam o namoro na sala, e infelizmente as vezes eles excediam as regras… rsrs.

Antes de ir embora a menina veio até nós com ele, fomos apresentadas e ela se desculpou novamente. Cumprimentei também ele, um jovem loiro de pelo menos 1,90m e bem magrinho que ainda me chamou de tia.

Eu usava uma saia preta justa até o meio da coxa e uma blusinha branca decotada, cabelos presos, salto alto e um batom bem vermelho. Ele me secou de cima até embaixo, e eu da mesma forma olhei ele todinho. Disfarcei e falei para minha amiga de como tinha crescido aquele menino.

Minha amiga e ele me contaram que ele fazia administração e tinha interesse em recursos humanos, minha área e com esta afinidade trocamos muitas idéias, onde pude ajudar ele a entender o papel da área nas empresas. Ele não tirava os olhos do meu decote.

Continuei conversando com a minha amiga, que me levou conhecer a casa. É um belo casarão num bairro ótimo em Curitiba. Tem uma piscina enorme toda de azulejos azuizinhos. O calor era um convite e ela ofereceu um biquine emprestado para ficarmos a beira da piscina colocando o assunto em dia. Até recusei no começo, mas ela insistiu e achei que não tinha problema.

No banheiro coloquei um biquine tomara que caia azul, na parte de baixo bem comportado, puxei para entrar levemente no meu bumbum e ficar um pouco sexy, para caso o taradinho aparecesse.

Deitamos a beira da piscina e tomamos um suco enquanto conversávamos. Logo ele desceu, chegou no nosso lado e numa mesinha com guarda-sol baixou a calça e tirou a camisa deixando o corpinho magro, mas gostoso a mostra. A sunga preta mostrava que ele era grande em tudo.

Ele pulou na água e nos chamou para entrar que a água estava boa. Ela foi e fui atrás, o safado me secava. Continuamos conversando na água, e as vezes ele participava do assunto.

Minha amiga saiu da piscina para ir ao banheiro e nos deixou sós. Ela nem tinha saído da nossa visão ainda e ele já chegou perto de mim, quase encostou em mim, fiquei paralisada e com o coração disparado.

– Você podia me dar umas dicas aí para mim arrumar um estágio ou alguma coisa na área de RH?

Falei que sem problemas, iria verificar na empresa onde trabalho. Ele insistiu:

– É que gostaria de conversar mais sobre como é a área e o que devo fazer para ter mais chances. Podemos marcar alguma coisa uma hora destas, eu e você?

Não acreditei na safadeza dele. Ele via minha alinhança de noiva e com apenas 20 anos e tão saidinho. Concordei:

– Vou te ajudar com a minha experiência. Pisquei.

Ele passou as mãos pelas minhas costas e me abraçou puxando contra ele, flutuei na água enquanto ele estava com os pés no chão.

– Obrigado Andressa.

Senti que ele estava excitado e me arrepiei inteira. Um pau duro de lado na sunga atravessava minha barriga. Afastei ele de maneira delicada e saí correndo da piscina de um medo súbito que me deu.

No fim da tarde de muito papo, já com minha roupa denovo me despedi da minha amiga e quando estava quase saindo, o garoto veio falando alto.

– Foi muito bom ver você tia. Ele, agora de roupa normal, me abraçou para se despedir e discretamente colocou um papel na minha mão, com o número do celular.

Fui para casa louca de tesão naquele dia. Disquei o número e ele atendeu. Não consegui falar e desliguei. Em alguns segundos meu telefone tocou, era ele. Atendi.

– Andressa? Tudo bem? Sei que é você.

– Como você sabe?

– Percebi que iria me ligar rapidinho. Sei que gostou de me ver com a Pri (namoradinha dele).

– Do que você tá falando? Perguntei com inocência.

– Você não tirou os olhos de nós e de mim depois que me viu no meio dos peitinhos dela e ela se esfregando em mim.

– Posso falar com você sobre RH na segunda-feira, depois do trabalho. Mudei de assunto.

Combinamos num shoping mais perto da casa dele as 19:30h.

O fim de semana demorou para acabar.

Fui vestida para a guerra. Uma calça legging coladinha, blusinha justa e decotada, salto, maquiagem, cabelos presos, e uma calcinha branca bem pequena. No horário e local combinado ele chegou e me devorou com os olhos. Estava com uma camisa de marca e um jeans largo. Sentamos numa mesa e ele murchou. Percebi que eu teria que tomar a iniciativa.

– Tá com vergonha? Quer conversar num lugar mais discreto?

Os olhos dele brilharam e um sorriso apareceu no canto da boca grande. Concordou com a cabeça. Levantei e ele veio atrás como um cachorrinho. Ficava secando minha bunda e eu rebolando caprichosamente pro safado ficar tarado.

Fomos para meu carro, e ele sentou no carona. Trocamos poucas palavras e entrei no motel, pegamos um quarto. Estacionei e subi as escadas até o quarto segurando na mão dele. Ele atrás olhando para minha bunda. Fechei a porta do quarto e tive que perguntar:

– Você não é virgem, é?

Ele rio, balançou a cabeça negando.

– Você vai ver o que já sei fazer Andressa.

Me escorou contra a porta e começou a me beijar. O pau dele já estava duro. Senti na minha barriga e ele passava a mão na minha bunda e me beijava com aquele bocão gostoso. Subiu minha blusinha e sem soutien ele começou a mamar nos meus seios. Delirei naquela boca gostosa. Desci minha mão na calça jeans dele e alisei o pau que ia até o canto superior da calça dele.

Tirou completamente minha blusinha e arranquei a camisa dele, me pegou no colo e levou até a cama. Sentou e sentei no colo dele abraçando as pernas nele, como a namoradinha dele estava na primeira vez que vi ele. Só que desta vez acabaria diferente.

Ele chupava meus peitos e eu rebolava no pau dele. Estava ensopada e não podia mais esperar. Levantei, virei meu bumbum para ele e baixei a calça ficando só de calcinha. O safado não aguentou e me jogou na cama. Tirou minha calcinha e começou a me chupar. Minha bucetinha lisinha estava toda molhada na boca gostosa e grande dele. Quase gozei na língua dele. Não aguentava mais e então fui para cima dele.

Deitei ele na cama e abri o ziper. Desci a calça com a ajuda dele. Uma cueca box quase não podia esconder todo o pau. Baixei ela e liberei um cacete bem branco que apontava para cima. A pele escondia a cabeça do pau dele, que era bem vermelha. agarrei aquele pau e comecei a chupar. Era grosso e cheio de veias.

Mordi a cabecinha do pau dele e consegui colocar nada mais que a metade dentro da boca.

O safado também não aguentou. Colocou a camisinha que parecia que não ia cobrir todo ele. Veio para cima de mim. Num papai e mamãe me penetrou devagar e bem fundo. Sentia as bolas dele encostarem no meu cuzinho. Minha xaninha começou a pulsar e apertar o pau dele. Estava gozando e toda arrepiada. Ele foi tirar o pau e segurei ele com as mãos e pernas. Apenas parados eu gozava loucamente.

Me colocou de quatro na beira da cama e veio por trás. Colocou o pau na minha xaninha e não aguentei. Segurei para ele não colocar tudo. Ele socou comigo segurando e controlando o quanto entrava e logo gozou, enchendo o preservativo. Acho que tudo isto não demorou mais que 5 minutos.

Conversamos um pouco e percebi que logo ele estava a disposição denovo. Desta vez com mais calma nos beijamos e eu desci dar uma verdadeira mamada naquele piruzão. Mordi, passei a língua, abocanhei, chupei devagar, rápido, babei, deixei ele louco. Me chamava de tia putinha e dizia que desde que vi ele eu queria chupar o pauzão dele.

Me colocou de quatro e caiu de boca na minha xaninha, que já estava molhada denovo. Fiquei doida e pedi para ele meter. Colocou o preservativo e veio denovo. Me comeu de quatro e depois fui montar no pauzão. Subi e desci até gozar. Me pegou de ladinho e gozei denovo. Pediu para gozar nos meus peitos e deixei. O leitinho grosso e quente ficou nos meus peitos.

Nos recompomos e fomos embora. O safado ficou muito louco e no caminho tirou o pau para fora denovo. Estava duro novamente. Não acreditei. Estacionei na rua dele, deserta, e desliguei o motor. Cai de boca no pau dele. Ele arrumou o banco do carona bem para trás e consegui entrar entre o painel e o banco. Chupei aquele pauzão bem gostoso. Ele me xingava e eu ficava com mais tesão. Falou pra mim que iria gozar na minha boquinha. Percebi que teria que ir até o final.

Mamei gostoso aquele pau até que ele gozou e começou a encher minha boquinha. Não pensei, apenas engoli. Nem senti gosto nenhum. Deixei o pau dele bem limpinho e guardei na cueca. Ele se recompôs nos despedimos e ele foi embora.

Deliciiiiaaaaa !!

Meus amores aumente seu pênis em 5 a 10cm em 7 dias meu noivo e muitas outras pessoas que eu indico esse produto estão tendo sucesso sem duvidas e todos que eu indico pessoalmente tenho que fazer o teste para ver se realmente é bom e minha nota é 1 Bilhão está super aprovado se você quer ter sucesso com a mulherada não perca tempo em 7 dias você me diz o resultado aqui nos comentários deliciaaaaa!

Indico a Bomba Peniana para Aumentar até 4cm

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *