Dois casais muito loucos por putarias

Eu e kelly sempre fantasiamos muitas coisas picantes, como estarmos com outro casal. Um dia resolvemos provocar um casal que sempre faz comentários dos nossos contos aqui no site (principalmente os contos de troca de casais e inversão), e logo nos tornamos amigos começamos a nos falar por whats todos os dias.
Criamos um grupo (Eu, Kelly, Ana e Paulo) e passamos a trocar mensagens muitas mensagens picantes (videos, contos, piadinhas). Numa determinada noite eles mandaram uma foto dos dois transando, e imediatamente eu e a Kelly ficamos loucos porque nossos amigos realmente são muito gostosos.

Aumento Peniano


Ela tem mais ou menos 35 anos, baixinha, bronzeada, com marca de biquini e ele uns 45 anos, mais alto e corpo atletico. Claro que os atributos sexuais atrairam muito: Ela com seios médios e bicos rosados, bucetinha lisinha, e ele com uma pica de fazer babar, todo depilado também.
Retribuimos com fotos bem gostosas pra eles e a partir dai, nossas conversas sempre acabavam com a ideia de nos encontrarmos. Até que marcamos um encontro num bar na vila Madalena, pois estávamos em São Paulo, num sábado a tarde. Surpreendentemente, eles são ainda mais bonitos pessoalmente, e acho que pensaram o mesmo de nós.

Pedimos alguma coisa pra beber e em pouco tempo já estávamos com altos papos e logo percebemos que nossos amigos já tinham experiencia com outros casais e confessaram que em alguns encontros tinha rolado tudo entre todos. Eu e Kelly ficamos excitados mas ao mesmo tempo com receio de não dar muito certo se fossemos todos para a mesma cama.
Então, eu disse que ia ao benheiro e dei uma piscada para a minha esposa, que entendeu e foi atras de mim. Pergutei:
– Kell, o que você acha ? devemos continuar ?
– Amor, to toda molhada e adorei os dois. Já que eles são experientes, podemos aprender com eles.

Disk Sexo

Concordei com ela e quando voltamos para a mesa, a conversa já mudou, pois os nossos amigos também devem ter falado se queriam continuar, e estava na cara que a resposta era sim !
Não demorou muito e pedimos a conta. Pegamos os carros e fomos direto para um motel que eles indicaram ali perto. No caminho perguntei para a Kell o que mais tinha vontade de fazer e ela disse:
– Tudo amor ! quero fazer tudo, menos aquilo que sempre combinamos !
Caimos na risada, porque lembramos do nosso combinado se um dia isso acontecesse: Ninguém comeria o cuzinho dela e nem o meu. O resto, pode tudo.
Chegamos no quarto e pedimos bebidas pra dar uma relaxada. Enquanto esperávamos. Cada casal começou a se beijar, alisar e de repente já estávamos todos sem roupa, cada um comendo sua esposa. A ana gemia muito, não sei se é sempre assim ou se estava excitada com a situação, mas aqueles gemidos faziam a gente ficar ainda mais excitados.
Os quatro se olhavam com vontade de devorar um ao outro, mas ninguém tomava a iniciativa, até que a Ana chegou mais perto da Kelly. Eu estava metendo por cima da minha esposinha e o Paulo metendo na Ana de 4. Agora, os nossos corpos roçavam uns nos outros. Ana e Kelly já se alisavam enquanto eram fodidas por nós, e eu e Paulo roçavamos lado a lado.

Meu tesão estava demais e vendo o pau do Paulo entrando e saindo daquela buceta melada da Ana, estava me deixando mais louco ainda. Então, convidei a Kell pra chupar minha rola, para que o Paulo também olhasse minha pica. Eles pararam de transar, vieram chupar minha pica todos juntos. Idéia da Kelly. Ela começou a me beijar e dar comandos a eles. Disse bem vadia: quero ver vocês mamar no meu maridinho, Ana segura a pica e enfia inteira na boca do Paulo. Ahhhhhhhh pirei, a Kelly falava cada putaria no meu ouvido que foi difícil não gozar. Segurei. A Ana me chamava de puta safada enquanto o Paulo me engolia. A Kelly me largou e foi mamar no Paulo e ao mesmo tempo enfiou o dedo na bucetinha da Ana… começou uma suruba oral de pirar total. Acabamos fazendo um sonhado trenzinho. Havia um sofazinho, minha esposa vadia deu as coordenadas, me colocou no alto, o Paulo em pé ao lado, ela de 4 me chupando e a An a abaixo dela mamando a xoxota da Kelly. O Paulo não entendeu nada, apenas começou a se masturbar, quando de repente a Kelly com minha pica na boca disse: amor mama essa pica deliciosa do Paulo, nossa… fiz cara de espanto, nunca havia feito isso… o Paulo nem pensou, simplesmente meteu a rola inteira na minha boca, ohhhhhhh engoli inteira e já soltando mel, que TESÃO DA PORRA, minha esposa pirou, a Ana vendo aquilo gemia e enfiava dedo e língua na minha esposa, ficamos muito tempo nesse trenzinho, trocamos de lugares, elas se chuparam muito eu e o Paulo nos engolimos, era muito mel saindo dos 4, uma passava nos lábios dos outros, um cheiro de sexo que entorpecia a gente. Todos loucos pra gozar. Claro que a Ana e a Kelly já haviam gozado uma na boca da outra, aos gritos… Então, de repente a Ana saiu da cama e foi até a bolsa. Logo vimos ela com uma daquelas cintas com um consolo enorme acoplado. J&aacu te; voltou passando gel nele como se estivesse punhetando. O Paulo, mais que de pressa virou a bunda pra esposa dele e ofereceu pra ela comer. Eu e Kelly ficamos apenas olhando, espantados e ao mesmo tempo como muito tesão com os gemidos dele recebendo aquela pica de borracha no cu. Então, a Ana olhou pra mim e perguntou se eu queria experimentar, mas isso estava fora de cogitação por que eu e Kelly temos um combinado! A ana ignorou minha resposta e foi tirando a cinta e colocando na Kelly. Confesso que minha esposinha ficou uma delicia com aquele caralho, mas não seria ali que deixaria ela tirar a virgindade do meu cu, então recusei pela segunda vez. Como o Paulo ainda estava de 4, a Ana, sem exitar, puxou a Kelly até ele e segurou a pica de borracha na entradinha do cu dele. Eu fiz um sinal positivo pra Kelly, que não teve mais duvida e começ ;ou a comer o ccuzinho do nosso novo amigo! Estava uma delicia ver minha gostosa fudendo o Paulo e percebi que ele ia gozar a qualquer momento, então, tive a ideia de puxar a Ana e colocar de 4 ao lado do marido dela. Coloquei uma camisinha, lambuzei com KY e devagarinho, fui enfiando no cuzinho dela! A cena foi maravilhosa!!!! O casal de 4, se beijando e eu e a Kelly fudendo os dois! Quando percebi que o Paulo não aguentava mais de tesão, mandei a Kelly aumentar a velocidade das bombadas e eu fiz o mesmo no cu da Ana, fazendo os dois gozarem ai mesmo tempo!!!! Eu e Kelly não gozamos nessa hora, mas caimos na cama, junto com eles, exaustos ! Então marcamos a próxima viagem e encontro com mais putarias e surpresas!

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *