Sonho enorme em ser CORNO

Olá, venho neste conto, contar a minha História Cuckold.
Meu nome é RF, 25 anos, e minha namorada CD, 23 anos (nomes abreviados, para manter sigilo.)
Minha namorada é um tesão de mulher. Baixinha, Cabelo pretinho e olhos verdes. Peitos e bunda grande e cintura fina. Chama atenção dos homens em todos os lugares que passa.

Temos 7 anos de namoro, e tenho a vontade em ser corno já tem uns 3 anos. Foi quando tive a coragem de expor esse fetiche pra ela.
Que de cara já relutou e ficou indignada, mas como já tinha lido em outros contos, já deixei claro que à amava e não queria outra mulher, e que isso nunca seria um pretexto para terminar o namoro. Com isso ela ficou mais tranquila e disse que pensaria.

Com o passar do tempo e a falta de resposta da parte dela, comecei a agir de uma forma inadequada, fazendo esse assunto virar sempre motivo de briga.
Resolvi da um tempo nesse assunto para ambos espairecer a cabeça. E foi onde as coisas começou a fluir, permiti que ela começasse a interagir com outros homens nas redes sociais, e postar fotos um pouco ousadas.

E foi aí que ela se interessou em um rapaz.
Da nossa faixa etária, moreno, corpo atletico. Chamaremos de WL.
E então eles combinaram de sair. Mas antes da data marcada, combinamos de ela fazer o que se sentisse a vontade fazer.
Porém ela ficou só nos beijos e amassos, no máximo deixando ele chupar os peitos dela.
Depois do acontecido ela ficou meio que envergonhada pelo o que fez, e aí vieram mais brigas kk.
E em uma dessas brigas que as coisas fluírem mais ainda, em um dia específico eu fiz bastante raiva nela e ficamos quase o dia todo sem conversar (lembrando, somos namorados e cada um mora com seus pais) e durante o dia ela marcou com WL de saírem novamente, sem eu saber de nada, e como não estávamos conversando, não dei notícia de nada.
Depois de um tempo, ela veio me contar toda a verdade. Disse que tinha saído de novo com ele, mas que dessa vez tinha feito um boquete delicioso nele, com direito a leitinho na boca, (que ela mesmo quem pediu).
Depois disso ele fala que sou “meio” corno, e que ainda vou ser corno por completo.
Estou ansioso para que esse dia chegue, ela quer marcar um menage com ele e comigo junto.

No próximo conto, vou convencer ela a escrever como foi a sensação de ficar com outro homem, e contar o que rolou nessas duas “saídas” dela.

Obs* até hoje sou o primeiro e único homem dela.

Desculpe pelo grande conto, mas a parte picante vem no próximo conto. Neste é somente nossa história de casal cuckold até aqui.

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.