Fila para Comer meu Cuzinho

Aconteceu em um sábado a noite, eu e meu marido saímos com alguns amigos em uma pizzaria, estávamos em sete pessoas, já fazia algum tempo que não nos encontrávamos, um grupo muito divertido, estávamos em uma mesa e logo em frente um grupo de rapazes, pareciam meio alterado pela bebida, riam muito e falavam um pouco alto, eram quatro rapazes, novos e muito bonitos, percebi que não tiravam os olhos de mim, logo um deles começou a acenar para mim, mandou beijos e ficava tentando chamar a atenção, agi normalmente com a galera da mesa, mas confesso que estava excitada com aqueles rapazes.

Libidgel Gratis


Até que em um momento usei a velha tática de ir ao banheiro, levantei e passei perto da mesa deles e dei uma olhada para o grupo com um sorrisinho bem malicioso, fui andando e entrei no banheiro, comecei a olhar no espelho quando de repente a porta abre e um deles entra, era um rapaz muito lindo, começou a me cantar ali mesmo, me chamou de gostosa e que me queria, dei uma de difícil mas o rapaz me juntou e começou a me dar um beijo e me puxou até o reservado do vaso, fechou a porta e começou a passar a mão em mim, estava com uma saia curta o que facilitou tudo, enfiou o dedo na minha boceta e me beijava feito louco, ai me dei conta que nossos amigos poderiam perceber e ficaria uma situação constrangedora para meu marido, afastei dele e me recompus.

Olhei para o rapaz que estava super excitado e falei, aqui não, se quiser podemos ir para outro lugar, ele concordou na hora, falei que levaria meu marido, mas ele não aceitou, falou que não se sentiria bem, mas peguei o telefone dele e prometi que ligaria para ele naquela noite para sairmos, ele concordou e voltamos para as mesas, ele primeiro e depois eu para não ficar na cara o que aconteceu, na mesa cochichei no ouvido do meu marido tudo que aconteceu e que iria sair com o rapaz, ele concordou e logo falamos que precisávamos sair, nos despedimos da galera e fomos para o estacionamento, dentro do carro liguei para o rapaz que não demorou muito logo estava lá fora me procurando, sai do carro e fui na direção dele, nisso os amigos dele também saíram, logo percebi que seria o aperitivo do pessoal, mas tudo bem, entrei rapidamente no carro dele para que ninguém visse, estava os cinco no carro, me deixaram propositalmente no banco de trás e no meio de dois rapazes,

Sexo Telefone

começaram a passar a mão em mim lá mesmo, levantaram minha blusa e enquanto um chupava meus seios outros enfiava o dedo na minha boceta.
Até que chegamos em uma casa, era a casa de um dos rapazes, era bem perto da pizzaria, entramos e já na sala o pessoal começou a me tirar as roupas, quando percebi estávamos todos peladinhos, já não sabia qual era a mão de quem, enfiavam o dedo em todos os meus buracos, me levaram em um quarto em uma cama de casal, me deitaram e um deles abriu as minhas pernas e já enfiou a rola no meu cu, fiquei com as pernas abertas e ele me beijando e socando forte, achei estranho, pois os outros não participavam, mas percebi que tiraram várias fotos e filmaram eu sendo fodida, não demorou e o rapaz que não sei o nome deu uma bela gozada no meu cu, mesmo antes de tirar já senti escorrendo a porra, ele para tira sua rola e logo em

seguida vem o outro, me deixou de ladinho e colocou também no meu cu, foi empurrando a porra que estava escorrendo para dentro e continuou socando, o rapaz socava forte e demorou bastante para gozar, mas com certeza a gozada foi bem maior que o primeiro, pois quando ele tirou saiu porra para todo lado, não tive tempo nem de respirar e o outro rapaz já veio, mas o outro que também ainda não tinha me fodido gritou, a não Cate, você vai ficar por último, ta loco, não entendi nada, mas todos riram muito e o rapaz que se chama Cate saiu e deu a vez para o outro, esse já me colocou de bruços e também enfiou com tudo sua rola no meu cu, percebi que eles só queriam foder meu cu, impressionante, fiquei com meu rabo para cima e esse rapaz montou em cima de mim e ficou socando feito louco, socava forte

demais, confesso que meu cu já não estava aguentando mais, nunca fiquei tanto tempo assim dando o cu, depois de muito tempo ele gozou, se levantou, os rapazes logo começaram a vibrar, agora é o Cate, vai lá Cate, ainda estava de bruços e esse Cate colocou sua rola na entrada do meu cu e enfiou com tudo, ele tinha uma rola mostro, grossa demais, dei um grito e um gemido alto, ele enfiou tudo de uma vez, me arrombou toda, entendi por que eles queriam o Cate por ultimo, tentei empurrar ele para trás, mas ele segurou minhas mãos do lado da minha cabeça e ficou socando sua rola mostra no meu cu, nunca senti tanta dor, gritei muito e gemi demais, os rapazes vibravam com o estrago que o Cate estava fazendo no meu cu, depois de algum tempo senti a rola dele pulsando, estava gozando, era tão grossa que conseguia sentir a pulsação de cada gozada que ele dava, quando ele acabou ele

deitou sobre mim e soltou os meus braços, eu estava acabada, exausta.
Quando ele saiu de cima de mim me levantei e perguntei onde era o banheiro para me lavar, todos estavam rindo do estrago que o Cate fez no meu rabo, fui andando e um mar de porra saia de dentro do meu rabo, encheram meu cu de porra.
Dei um tempo no banheiro para sair tudo de dentro me lavei e fui me trocar, perguntei o endereço e pedi para meu marido me buscar, meu cu estava latejando de tanta rola que levei.
Logo meu marido chegou, me despedi dos rapazes que queriam marcar outra vez para me foder, falei que entraria em contato, sai da casa e entrei no carro, sentei até

de lado, meu marido excitado logo pergunta, e ai como foi, respondi para ele, arrombaram meu cu, e contei como foi, percebi que ele ficou de pau duro na hora, falei para ele que não rolaria nada comigo a noite, estava acabada, e com o cu arrombado, ele tirou a rola dele para fora e falou, então chupa até a gente chegar em casa, abaixei a cabeça no colo dele e enfiei a rola dele toda na boca, fiquei chupando, subindo e descendo a rola dele na minha boca e como sempre, não demorou um

minuto e meu marido da uma bela gozada na minha boca, engoli tudo a porra sem deixar cair uma gota, levanto a cabeça e dou um belo beijo de língua nele, ele dirigindo e eu beijando ele, que loucura.
Quando chegamos em casa, eu tiro minha saia, deito na cama e desmaio, estava tão

acabada que dormi feito pedra, meu rabo levou tanta rola que merece um descanso, esse Cate fez um estrago enorme no meu cu.
Espero que gostem desse meu relato verídico, logo logo estarei enviando mais para vocês.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *