Fudendo a buceta da minha mãe

Sabe o que é pior ? Ter que ir ao hospital juntamente com sua mãe por estar sentindo um mal estar chato e indo até ele, e no fim sermos diagnosticado com corona vírus. Essa situação deixou minha mãe abalada de certa forma, mas não abalada porque está com o vírus tendo a chance de morrer em uma semana, na verdade ela está abalada porque ela sendo uma ninfomaníaca como ela é, não poderá ter mais sexo com outras pessoas.

Sexo Telefone

– E agora meu filho, o que eu faço ? – Ela me perguntou meio acabada. – Não posso ficar sem fazer sexo por tanto tempo, lá eu sei se vou poder ver a luz no fim do túnel.

– Calma mãe, vai dar tudo certo, quando menos esperar vai estar curada tranquilamente. –

Para nossa sorte os sintomas eram leves, mas foi recomendado que ficássemos em isolamento total dos outros para não termos que contaminar os outros. Para mim, ficar em isolamento era bem de boa já que estou completamente acostumado com esse tipo de isolamento, para mim isso foi uma benção. Mas para minha querida mãe, ela não poder ter sexo com outros homens era um grande problemão. No caso voltando para casa, tive que ficar consolando ela por um bom tempo e quando chegamos em casa, ela foi direto para a cama aliviar o estresse.

O nosso isolamento, o médico recomendou que ficássemos por quinze dias, logo eu tive que avisar aos nossos familiares e amigos que estávamos com a doença e por isso que não viessem nos visitar.

Na sala da minha casa eu estava vendo TV quando comecei a ouvir os gemidos da minha mãe vindas diretamente do seu quarto, por mais que o quarto estivesse distante, ela gemia bem alto a noite o que acabava me deixando ereto. Bem, sou um jovem com meus dezoitos anos e na seca por mulher. Ter uma mulher mesmo ela sendo sua mãe gemendo alto e esse som de gemidos entrando em seu ouvido perturbava meu corpo querendo ou não.

Tive que aumentar o som da tv para dizer a ela que seus gemidos estavam altos, assim que eu fiz isso eu notei mesmo que um pouco seu gemido diminuindo.

– Vai ser complicado ela ficar desse jeito por mais tempo. – Eu falei comigo mesmo. – Não consegue resistir, não é amigo ?

Essa última sentença eu falo para o meu pênis que está duro querendo sair da minha bermuda. Já era início da madrugada então estava mais que na hora de ir me deitar indo me aliviar e finalmente caindo no sono. Planejando tudo isso querendo esquecer os gemidos de minha mãe, fui para minha cama passando pelo quarto da minha mãe. Não tinha coragem de entrar no quarto dela pois ela estava em seu momento privado se aliviando como pode, ela sendo uma viciada em fuder, deve ser muito difícil para ela não ter alguém para transar. Eu mesmo não sendo que nem a minha mãe, ainda sim eu tinha minhas necessidades e tendo essa mulher que é a minha mãe se masturbando quase o dia todo até dizer chegar, meu pênis uma hora outra não consegue resistir a tantos estímulos sonoros.

Talvez o fato de estar acostumado com minha mãe se masturbando desde que eu era mais novo, ela tem usado homens e brinquedos para se aliviar nunca me usando. Meu corpo com esses estímulos e pensamentos meio que me fez quebrar qualquer barreira sobre estar excitado com a própria mãe. Muitos me chamariam de louco eu sentir tesão por minha mãe, mas quando se tem uma mulher que passa o dia todo se masturbando soltando muitos gemidos em muitos momentos, acaba sendo problema para meu amigo de baixo conseguir resistir a tentação.

– Boa noite. – Falei baixinho passando pelo quarto da minha mãe. –

Mesmo que ela tenha baixado a voz eu ainda sim consegui escutar seus gemidos passando por seu quarto, passando por ele, fui direto para o meu. Chegando em meu quarto, tirei minha roupa estando com meu pênis ereto acabei indo pegar meu celular para ver alguns filmes pornôs para então poder me aliviar nessa noite.

………..

Talvez tenha sido sorte minha, eu nesse momento estou num sonho que muitos chamam ser aquele famoso sonho molhado. Sonho esse em que eu era o protagonista dele e nele estava fodendo a buceta de uma mulher, a mulher com que eu estava fudendo não era muito claro pois havia algum tipo de borrão causada pelo sonho, mas de alguma forma a coisa que estava por cima de mim quicando sua buceta firmemente na minha pica, era parecida com minha mãe. A única coisa que passava pela minha cabeça de cima era de que o motivo de eu estar tendo esse tipo de senho é porque eu ouvi os gemidos intensos da minha mãe se masturbando intensamente em seu quarto. De alguma forma os seus gemidos ficaram gravados profundamente na minha cabeça de cima e logo meu cérebro tratou de reproduzir um sonho.

No sonho a mulher que gemia intensamente, estava em um ritmo sexual de uma verdadeira predadora, não havia qualquer parada em seu ritmo de quicada na minha pica. Mesmo sendo um sonho molhado muito real, eu ainda conseguia sentir a sua buceta molhada deslizando em meu pênis para cima e para baixo. A realidade do sonho era tanta que eu sentia a força da foda dessa mulher sobre mim pois suas nádegas colidiam em minhas pernas com muita vontade.

A foda dessa mulher causavam um som de colisão de carne com carne que se misturava com seus lindos gemidos, logo estando bem ativo no meu sonho molhado eu passei a interagir com a mulher parecida com minha mãe e a puxei para que pudesse ter seus lábios aos meus. Um pouco depois com minhas ações rápidas, eu já tinha a mulher completamente grudado ao meu corpo e eu chupando intensamente seus lábios, mesmo que este seja um sonho molhado, eu de por algum raios de motivo estava sentindo com muita realidade o doce sabor da boca dela. Minha língua invadia e violava o sagrado da boca dela intensamente, por mais que houvesse luta da parte dela para tentar soltar sua boca da minha, eu a prendia com meus braços e lébios.

– Mmmmmmm…….meu filho……espere……a mamãe……..você vai deixar a mamãe louca………não seja dessa forma com sua mãe…..mmmmm….mmmmmm…..mmmmm….muuuuuaaaaa……mmmm……minha nossa está me deixando doida… –

O sonho que era tão real quanto um jogo de realidade virtual agora conseguia reproduzir a voz da minha mãe que me dava estranheza, mas como acredito que estou dentro de um sonho molhado maravilhoso eu continuei forçando meus lábios na sua boca com ainda mais intensidade chupando e sugando todos os seus líquidos de sua boca. O hálito quente dela colidia com minha língua invasora me deixando mais e mais excitado com a ocasião, outra coisa que eu sentia era meu pênis ereto sendo abraçado pela barriga dessa mulher que parece com minha mãe, eu sentia o calor da sua barriga e sua carne roçando no meu pênis estimulando minha glande para o gozo. Além de eu estar chupando a língua dela como alguém chuparia o caldo de uma carne, eu ficava fazendo meu pênis roçar na sua carne macia e quente ainda mais roçando em seu umbigo pequeno. Meus braços que mentiam seu corpo ao meu deslizavam sobre suas costas estando em uma exploração até suas nádegas, Ao alcançar meu objetivo, pude sentir com minhas mãos a macia carne e fofa de sua bunda, estava meio molhada e quente, meus dedos afundavam na sua bunda de uma forma que parecia que eu estava indo para o céu.

– Na minha bunda não querido, sou fraca nessa lugar…aiiiiiiiiiinnnnnn……..tá apertando na minha raba………seja gentil com minha raba……..aiiiiiiiinnnnnn……não bata na minha bunda desse jeito….aiiiiiiiinnnnnn……aiiiiiiinnnnn………..mas que filho levado……aiiiiiiinnnnn…….eu….não lembro…….de ter……aiiiiiiiinnnnnnn…….criado um filho assiiiiiiiiiiiiiiiiiiiiiiiiiiiiiiiiiiiiiiiiiiiiiiiimmmmmmmmmmmmmmmmmm…………. –

Após o ser que parecer ser minha mãe goza de enorme prazer, sinto a pressão de suas tetas e corpo caindo sobre o meu. Por fim acreditei que o sonho acabou e que eu iria fechar meus olhos, abrir e tudo não passar de um sonho. Mas meus olhos não fecharam, meu corpo sentia o esforço que eu fiz com essa mulher, eu sentia a gravidade puxar o corpo dessa mulher sobre mim. Minha visão foi se acostumando a escuridão e logo pude ver o rosto da mulher que estava sobre mim e para minha surpresa ela era minha……

– Mãe !? –

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *