Meu tio me comeu na praia

Olá, vim contar mais uma das transas que tive com meu tio, como falei em outro conto sempre fui muito safadinha, e sempre amei as roçadass que meu tio me dava, e o que eu mais gostava de fazer era ir na praia com ele pois ele sempre me levava para o fundo me fazendo ir pro colo dele que era quando ele se aproveitava para pegar na minha bundinha e roçar seu pau na minha bucetinha o que deixava ela babando de tesao.
Esse conto foi depois da primeira vez que ele me comeu que acabei passando quase uma semana na casa dos meus tios, isso ocorreu durante um dia quente mas não com muito sol, eu já estava louca querendo dar pra ele e não estava conseguindo em casa então lembrando das nossas brincadeiras na praia de quando eu era mais nova resolvi pedir pra ele me levar na praia coisa que minha tia detestava ir então sabia que seríamos só nós dois, ele claro aceitou na hora então fui colocar meu biquíni que fiz questão de atolar na minha bunda e uma parte de cima pequenininha que só cobria os meus biquinhos praticamente, o meu tio me vendo com esse biquíni já colou na minha bunda e foi colocando a mão na minha bucetinha dizendo:

Aumento Peniano

– Que biquíni de puta hein minha sobrinha
– Vou te mostrar a putinha que sou hoje tio
Peguei no pau dele e ja fui tirando da bermuda e ajoelhei e fui colocando na boca e chupando enquanto ele forçava a minha boca em direção do pau dele me sufocando, fui chupando ele engolindo todo ele e quando vi que ele tava perto de gozar me levantei falando
– Hoje vai me fuder ao ar livre
E sai deixando ele com o pau duro, depois de uns minutos ele veio atrás e nos

preparamos para sair.
Meu tio fez questão de me levar para a praia mais deserta que tem por aqui, chegando lá ja fui puxando ele para o mar quando chegamos no fundo, me aproximei dele e ele já me agarrou e me colocou no seu colo com minhas pernas em volta da minha cintura como ele fazia comigo anos antes, e começou a roçar o pau na minha buceta enquanto eu tirava meus peitos pra fora e trazia a boca dele em direção dos bicos, enquanto ele chupava meus peitos já fui tirando o pau dele pra fora da bermuda e afastei meu biquíni trazendo aquele pau pra dentro de mim, ele me segurou com força e socou com força dentro de mim me fazendo gemer, e ele foi socando em mim enquanto eu rebolava como conseguia no pau dele, com ele dizendo

– Sempre foi puta mesmo né, adoro comer essa buceta de vagabunda, rebola vai
– Vai tio come sua putinha
Ele foi socando em um ritmo alucinante me fazendo gemer pedindo pra me comer mais, até que eu gozei no pau dele, mas ele ainda não estava satisfeito então foi me levando em direção a umas pedras que vinham da areia até uma parte mais rasa do mar, me mando apoiar nas pedras e empinar minha bunda o que logo obedeci ele volta a meter na minha bucetinha mas agr cuspiu e foi enfiando dois dedos no meu cu o que me fez rebolar na sua mão enquanto ele me fodia eu gemia pedindo
– Come meu cuzinho titio

– Vou te arregaçar sua safada, falou me dando um tapa forte na bunda e tirando o pau da minha buceta e enfiando com tudo no meu cu, me fazendo dar um grito de dor e tesao que ele não se importou e continuou metendo no meu cu enquanto me batia e xingava o que só me fazia ter mais tesao, até que senti ele aumentando a velocidade e logo em seguida a sua porra quente em mim, durante a transa reparei um homem olhando de longe mas que nada fez então logo depois viemos embora.
Ainda tenho alguns contos pra contar se gostarem logo eu posto mais.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *