Minha amiga casada e safada

Um dia na sala de bate papo da UOL encontrei Carla, uma mulher de 31 anos, casada e com uma história de vida digna de Conto Eróticos. Bem ela tem estatura média cabelos longos, olhos castanhos, uma boquinha linda, carinha de anjo, seios médios e bumbum delicioso. Ela disse que sempre foi safadinha, mas durante muito tempo dava vazão desse tesão com outras meninas, isso gente, ela adora tanto homens quanto mulheres, uma delicia completa. Namorou muito tempo até casar com seu atual marido e foi com ele que perdeu a virgindade. Durante esse tempo todo de

namoro foram explorando os limites da sacanagem, chegando a sair com casais da net, com outra mulher e com outro homem, mas sempre os dois juntos. Ele gostava de aparece na cam e ficar provocando outras pessoas e ela só assistindo, com o tempo passou a se mostrar também e notar que os homens ficavam excitados e com muita vontade de comê-la. Porém, até então, tudo isso rolava com o consentimento

dos dois e tornava a vida do casal mais excitante. Acontece que depois de casar as coisas mudaram e o marido não queria mais ter essas aventuras, pelo menos não junto com ela, mas o pior é fazer isso e deixar a safadinha meses sem uma boa trepada, ela começou a se sentir rejeitada e passou a olhar os homens que a rodeavam, passou a reparar em Roberto, um homem de 50 anos, em forma,

professor da academia onde malhava, o safado parecia perceber a sua carência e fica próximo ajudando nos exercícios e aproveitando para tocar o corpo da casadinha. Marcaram uma encontro a tarde e foram para uma motel, ela vestida com um vestidinho preto que marcava a sua cinturinha e desenhava bem aquela bundinha deliciosa. Pegou-a pelos cabelos perto da nuca e chamou-a para um beijo gostoso, esse beijo a deixou molhinha e toda molhadinha, ele foi tirando seu vestido,

primeiro deu de cara com os seios e começou a lambê-los, mordendo os biquinhos, arrancando gemidos dela, continuou beijando o seu corpo e retirando o vestido, deixando ela somente com a sua minúscula e deliciosa calcinha preta. Ele tira a sua roupa e aponta aquela pica dura e pulsante para boquinha dela, ela abocanha com gosto, fazia tempo que não mamava deliciosamente uma pica, sua habilidade de chupar, lamber e passar a língua deixaram Roberto louco, ele dizia: “Cacete como chupa bem menina…..”.

Ele a fez parar, jogou-a na cama e começou a lamber seu corpo todinho, até arrancar sua calcinha e cair de boca naquela xotinha toda depiladinha, lambeu, chupou, retribuindo o prazer que tinha dado, chupou até sentir o gozo em sua boca. Ela ainda louca te tesão pede…..”vai me come, me dá essa pica gostosa”. Assim abriu as pernas dela e ficou pincelando a pica na xotinha até que de súbito enterrou tudo e

começou a bombar, fazendo-a gemer deliciosamente….. enfiava enquanto chupava seus seios, de repente parou e disse: “quero te comer de 4 minha casadinha”, ela virou e proporcionou uma visão linda do seu bumbum, ele a pegou e colocou tudo na sua xaninha, nessa altura fudia-a loucamente até gozar e caírem exaustos. Soube que ela ficou saindo só com ele durante um bom tempo, mas depois……..isso fica para os próximos contos.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *