Minha mulher dando pro novinho no banheiro

Eu e o ale estavamos em uns dias com muito tesão , transavamos loucamente toda hora se podesse ,mais não estavamos saciados , em um dia de chuva decidimos sair para comer algo sem intençao alguma, bebemos um bom vinho ,não gosto muito mais com ale aprendi a beber o suave, conversamos muito pois alem de casados , somos melhores amigos,nada escondemos,passaram mais algum tempo e saimos dali, fomos na feira que ja estava quase se fechando, pedimos uns pastéis pois gostamos bastante,na barraca do lado tinha um senhor de uns 65 anos, e dois

Aumento Peniano

adolecentes de uns 18ou19 anos,muitos educados por acaso,tinha um bem moreno, bem alto não muito forte mais bem bonito, estava com um shortinho daqueles de moletom,que levemente mostrava o volume entre suas pernas e quando ele se sentava aumentava aquele volume onde me deixou com um fogo que não pude disfarçar,olhei para o ale e disse que precisava ir ao banheiro e pedi permisão para ir ate a rodoviaria do lado pois ali teria um banheiro, dei um beijo nele e fui, chegando la tirei minha calcinha que ja estava ensopada de melzinho,mandei msg para meu

ale e pedi que me ajudasse no banheiro pois eu estava com um probleminha, não demorou cinco minutos e ele foi,naquela hora da noite não tinha ninguem por ali, joguei ele na parade que não sabia oque estava havendo, tirei o seu pau e cai de boca em uma tara louca, chupava feito uma puta no cio,me virei de quatro pra ele e gritei ja me tremendo, e falei fode com força esta buceta, senti cada centimetre do pau do meu macho me prenchendo toda, gritei sem pudor,pois queria muito matar o fogo que me possuia,a cada estocada eu queria mais,virei para o ale e gritei que me

bastesse muito na bunda pois eu precisava de ser machucada, e ele fez me batia sem do a cada tapa eu sentia minha buceta piscar de tesão, virei meu cu para o ale que chupou cada preguinha,me deixando mais louca de tesão, ja estava toda ardida e roxa de tapas , senti o seu pau enfiar de uma vez no meu cu onde gritei soltando o meu primeiro orgasmo,meu cu foi completamente arrombado ficando todo aberto,e quanto mais eu ganhava o pau do meu homem mais eu queria.e rebolei muito ate sentir os primeiros jatos no meu cuzinho ,olhei para os lados e não tinha nenhum papel para me limpar,usei minha calcinha mesmo, para tirar um pouco,contei o

porque de todo o meu tesão, ale me olhou me deu um longo beijo e disse …eu sabia minha puta que este fogo teria vindo de algum lugar, e falou espera ai tentarei resolver o seu probleminha,e fiquei pois amo quando ele manda em mim,passaram meia hora ja estava anciosa e nervosa pela a espera , quando estava para desistir, ele chegou com aquele garoto , não Sei como ele fez mais não queria saber pois oque eu queria mesmo era matar a minha coriosidade,o chamei ate mim enquando o ale fechava a porta, cheguei ate ele que meio sem graça não sabia oque fazer, me

ajoelhei tirando aquele shortinho de moletom, na hora não achei muita coisa, era um pau medio, com bastente cabelo , não gosto muito mais na hora não tinha muito oque fazer, coloquei ele na boca ainda mole,tinha um gosto de suor misturado com xixi,não muito bom,mais minha tara era muita, e chupei cada centimetro que foi enchendo em minha boca, auentando e se tornando um pau de uns 20cm

Não muito grosso mais que me deixou louca para sentilo, enquando eu o chupava feito uma cachorra no cio, punhetava o meu macho me vendo lambuzar com aquele ninfeto ,ale não se conteve me colocou de quatro e fudeu meu cu enquanto eu engolia o pau do garoto,me sentia satisfeita sendo o brinquedo deles,gritava e rebolava pedindo mais rola, meu ale Entao disse para o garoto vim esperimentar o cu da puta dele, e ele veio não era muito experiente pois custou pegar o ritmo,mais quando senti aquele pau todo no meu cu senti calafrios de dor e tesão,meu cu piscava ,e não podia gritar pois minha boca estava com o pau do ale,a cada dor que sentia mais eu chupava,naquela loucura e no momento do tesao pedi que ale se deitasse no chao

Ele colocou sua camisa no chão se deitou e cai de boca no seu pau pedi que levantasse suas pernas pois eu queria sentir seu cuzinho em minha boca e chupei ele todinho , no começo ele não queria pela a vergonha do garoto esta ali, mais com o passar dos minutos eu ouvia seus gemidos que me deixou fervendo e comecei a penetrar meus dedos no seu cu , fodendo meu homem sem do , tive varios orgasmos ali neste momentos me deixando levar pelo o tesão que me possuia, ale me olhou bateu na minha cara e disse não tem dó do meu cu não terei no seu,senta agora no pau do seu macho pois estou mandando ,sentei mesmo ardendo o meu cu sentei de uma vez,ale começou a foder meu cu com força,pegou suas mãos e briu mais meu cu me fazendo urrar e ate suar frio,senti uma lagrima descer,e quando ele viu esta cena, abriu o que pode o meu cu com o seu pau e suas mãos, e falou enfia esta rola no cu dessa puta que ela aguenta,e ele fez, tentei sair mais ale me segurava pois ja estava desfalecida,o garoto enfio o seu pau no meu cu me fazendo mijar ,foderam o meu cu sem piedade, tive aqueles dois paus no cu mesmo com a dor me fez gosar varias vezes,e tive o cu preenchido de porra, e rasgado pelos os dois, mais como uma boa puta matei minha tara de rola, nos levantamos, saimos do banheiro , ali mesmo joguei minha calcinha fora me recompus, ao sair estava uma familia ali enfrente me viu sair custando andar , fiquei vermelha de vergonha mais não me importei pois ninguem me conhecia,ale saio com o garoto e deu uma boa gorjeta para ele,nesta hora intendi como ele fez acontecer,saimos dali e fomos para nossa casa, ale me deu um bom banho , lavando o meu cuzinho de porra e me fodendo gostoso ate sair tudinho,espero mesmo voltar naquela feirinha pois mesmo sabendo que custarei andar uns dia ,quero muito sentir meu cuzinho novamente prenechido, espero que tenha gostado de mais um momento meu e do meu dono.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *