Quando fiz de tudo com meu melhor amigo

Era dezembro 2019, minha escola todo ano organizava uma viagem para os alunos do 9º e 3º ano pois era meio que a formatura, e por sermos de uma escola particular aqui de São Paulo, íamos para Fortaleza – CE, nem todos os alunos foram, na verdade, do 3º, foram só nos dois de menino, e foram mais umas quatro meninas, eu tinha 18 e ele também!

Aumento Peniano

Sempre achei ele uma delícia, quando tinha 15 anos, ele já tinha uma barba quase completa de dar inveja em adultos, bom ,mas o que aconteceu, foi que, como só havia nos dois de meninos la que eram do terceiro ano, ficamos no mesmo quarto e por um erro do hotel, nos deram um quarto com só uma cama de casal que era enorme, quando entramos – ele entrou primeiro – logo no deparamos com o acontecido e ele:

– Ixe, vamos lá na portaria pedir para trocar.
Eu não queria, pois sonhava em passar as noite agarrado com ele, mas disse que tínhamos mesmo, mas para tentar fazê-lo mudar de ideia, falei:
– Ah, vamos, mas vou deixar minhas malas aqui, não aguento mais ter que ficar arrastando elas para la e para cá!
– Vou deixar tmb, já que por enquanto essa quarto é nosso!
Deixamos as malas e voltamos na recepção, chegando lá, avisamos que havíamos ficado com um quarto com apenas uma cama de casal e queríamos – na verdade, ele queria – um com duas camas, eles disseram que todos com camas separados já haviam acabados mas que iriam conferir e colocar nosso nome na lista de espera para um quarto com duas camas, então, voltamos para o quarto pois havíamos viajado o dia todo e já era quase 20:00 e havíamos acordado cedo para irmos para o aeroporto em São Paulo para irmos para Fortaleza!

Assim que chegamos no quarto, ele se jogou na cama, mas no canto e ficou deitado, eu fiquei sentado em um sofá que havia no quarto, então eu disse:
– Ou, não é por nada não, mas caso nos tenhamos que dormir essa noite nesse quarto, você poderia trocar de roupa, pois ficamos o dia com essas roupas e andamos de avião, e você esta deitado na cama.
– É mesmo! – falou isso, se levantando e apenas tirando a camiseta e a calça e deitou novamente somente de cueca – você não se incomoda de eu ficar só de cueca não, né?
– Não, você tem um pau e eu também e nao sei o pq dessa palhaçada que as pessoas teêm- óbvio que não seu delícia, se quiser ficar pelado, pode ficar pensei eu, mas perguntei – e você?
– Não
Então, tirei a camiseta e a calça, e como eu havia começado aquele ano na academia, tinha um início de um tanquinho e estava fortinho com alguns músculos e como tenho 22 cm de pica quando dura e uns 17 cm quando mole, minha cueca estava um pouco ‘cheia’, o que acabou o deixando espantado e não conseguindo disfarçar, fazendo uma cara de espanto, e então me faço de desentendido e pergunto:
– O que foi?
– Nossa, você é mó gostoso hein, tem um tanquinho, o seu peito é musculoso e parece que você está de barraca armada – falou isso rindo – eu se fosse você, ficava só de sunga, aquelas cavada, pois ia chamar a atenção de geral, e as meninas ia cair matando!
– Não sei o que você está falando, voce não também não é nada mal, não se compara a mim, mas também não é ruim – falei rindo – eu tenho muita vontade de ter uma barba igual a sua, e você é bem bonito, e deixa as menininhas todas iludidas né!
Fiquei um pouco espantado e sem jeito da forma que ele falou, mesmo que também eu respondendo, mas fiquei rindo e pensando:
– – hummm, então ele me acha gostoso, vou aproveitar
Então falei:
– Nossa, estou também muito cansado, vou deitar nessa cama também!
Me deitei no outro lado da cama e ambos ficamos olhando para o teto, até que ele diz:
– É, pelo jeito, vamos passar a noite nesse quarto, então vou tomar banho, se levantou – só de cueca, que ficou um pouco cheia quando ele estava de pé – e foi direto para o banheiro!
– Ok, vai e depois eu vou, pois estou cansado e banho ajuda!
Mas, como eu fui esperto e não contei anteriormente, assim que chegamos no quarto, eu fui no banheiro e tirei as chaves da porta e guardei no bolso, então, ele entrou no banheiro para tomar banho e disse:
– Ixe, não tem chave para trancar a porta!
– Eita, mas tudo bem, estamos só nós dois, é só quando um for, o outro não abrir!
– É verdade!
Então, percebi que ele não havia pegado toalha e como eu já havia conferido, não tinha nenhuma no banheiro, ou seja, ele iria precisar pedir!

Fiquei deitado na cama enquanto ele tomava banho, então ele diz:
– Ixe, esqueci a toalha, pega para mim pfvr!
Para fingir que não tinha ouvido, rapidamente peguei meu fones e coloquei – não coloquei nenhuma música – então, ele me chamou mais umas três vezes e então ouço o dizendo:
– Pelo jeito, acho que ele dormiu – falou um pouco baixo, mas depois disse em voz alta – olha, vou sair pelado para pegar, eu não me importo, mas, se você se importar, fala!
Falou isso já saindo do banheiro e eu estava sentado na cama com os fones fingindo que estava ouvindo música, até que ele passa pelado na minha frente e vendo que eu não estava dormindo, mas sim, ouvindo música, eu me faço de desentendido e digo:
– Carai, você está bem tranquilo hein!
– Você não ouviu eu te falar que precisava da toalha, e também perguntei se você se importava de eu sair pelado e você não respondeu, mas você se importa?
– Não, nos dois temos pau e eu não tenho essas frescuras não! Nossa, você antes tinha dito que eu de sunga iria arrasar com as menininhas, mas você também não fica muito para trás não, você tem um pau de respeito, pois ele está mole e tem o que? Uns 10 cm, então, quando duro, deve fazer um estrago! – falei rindo
– Se você diz né – falou ele com muita vergonha, mas percebi que estava mais a vontade – mas deixa eu me secar, pois já molhei todo o chão do quarto!
Falou e saiu andando e enquanto andava, seu pau mole balançava, então, pegou uma toalha no armário que tinha no quarto e se secou, foi em direção a sua mala para pegar uma cueca e perguntou:
– Você se importa se eu dormir só de cueca, pois não consigo dormir de roupa!? Na verdade, eu durmo sempre pelado, mas não irei pois estamos na mesma cama!
– Bom, eu não me incomodo de você dormir de cueca e nem pelado, mas eu também durmo só pelado e irei dormir de cueca caso não se importe!
Então ele diz:
– Eu até diria para você também dormir pelado, mas não quero ficar amarrado caso seu pau caia em cima de min e me deixe preso – falou rindo mas também disse – mas não me importo de você dormir pelado não, sei o quanto é bom!
Então eu disse:
– Bom, então eu não sei você, mas eu vou tomar banho e nem cueca então vou colocar pois não irei sair do quarto hoje mais não!
Então, ele que já estava tirando uma cueca da mala disse:
– Ah, então nem vou vestir uma também, vou deixar o bicho solto – falou rindo.
– Bom, então eu vou tomar banho – falei já tirando a cueca na frente dele.
Entrei para o banheiro mas nem fechei a porta, tomei banho só pensando nele, fiquei com o pau meia bomba um momento, mas sai do banho, quando sai do banho, ele estava sentando na cama mexendo no celular, quando me viu pelado disse:
– Cara, se você transar com raiva e soca forte em uma mina, é capaz dela nunca mais andar, caralho, se pau mole deve medir quanto, uns 15 cm?
– Na verdade, mede 17 pois já medi, e duro mede 22, quase 23 – falei isso, mas fiquei um pouco envergonhado – e uma vez uma mina sentou em tudo e depois ficou reclamando!
– Nossa, e você só tem 18 anos, e o homem desenvolve até os 21
– To de boa então, e você também!
– Nossa, q papo mais louco e coisa mais esquisita, nao tem nem 2h que estamos juntos e ja ficamos pelados na frente do outro e estamos falando do pau do outro – falou rindo – estamos parecendo aqueles gays de vídeo pornô!
– Noooo – falei espantado – você assiste vídeo porno gay!? Pensava q só eu assistia
– Assisto, são os melhores, pq os cara gemem bem melhor que as mulheres, e eles fazem com força, é muito bom ver, e é cada pauzão, que eu fico imaginando o que eu faria se tivesse um pau daquele tamanho!
– Nooooh, eu também assisto e penso a mesma coisa! – e ficamos papeando, mas o assunto acabou.
Depois desse papo um tanto quanto estranho, me deitei na cama ao seu lado e ficamos mexendo no celular, então, do nada meu pau começou a dar sinal de vida dando uns saltos, então ele disse:
– Eita, que foi, tá vendo porno?
– Não, mas estou com vontade e hoje eu não vi e nem bati, e eu bato uma todo dia, acho que estou precisando me aliviar, mas estou com tanta preguiça de ir até o banheiro, se eu estivesse sozinho, bateria uma aqui deitado!
– Uai! Bate, não me incomodo nao
– Não, tá doido? Pelado já é o bastante
Depois desse papo, ficamos calados, mas meu pau dando sinal de vida, até que eu digo:
– Nossa, não aguento mais, eu vou bater uma e vai ser aqui, só ignora, não estou aguentando!
E então comecei colocando no xvideos gay no meu celular e comecei o vai e vem e meu pau já estava duro igual uma tora de madeira, ele vendo aquilo, percebi q seu pau também foi dando sinal de vida, então ele disse:
– Nossa, também vou, pois vendo você, tô com vontade!
– Não sei por que não comecei antes – falei gemendo alto e gemendo mais e mais.
– Nossa, você tá com vontade mesmo hein, tá gemendo muito, o povo vai ouvir la do corredor – ele falou em tom de graça e já se punhetando – nossa, você tem uma tora entre as pernas hein!
Depois desse comentário dele, espelhei a tela do celular na televisão e então digo:
– Você que espanta qualquer um, pois mole seu pau tava parecendo pequeno, duro ele triplicou de tamanho, qual o tamanho?
– Cara, duro ele tem uns 22 cm!
– Então é igual o meu!
– Sim, mas o seu por estar depilado está parecendo maior
– Mas o seu é mais grosso, olha isso, rasga qualquer buceta, as meninas penam com você hein!!!
Falei isso, ele ficou rindo e então ele me impressionou com uma pergunta!
– Ou, posso te punhetar para experimentar como é pegar em outro pau!?
Fiquei um pouco espantado mas deixe
– Bom, pode, mas então eu também tenho que te punhetar, vamos fazer uma mão amiga!
Então, ele pegou no meu pau e eu grudei no dele e acho que até o machuquei, pois fiz com força e apertei mesmo, ele é sacudo, então, o saco dele ficava pra lá e para cá, batendo quase que no cu e fazendo barulho, e fiz com vontade, então, ele diz:
– Nossa, desse jeito vai arrancar meu pau – falou gemendo – vai mais devagar por que eu tô quase gozando!
Ele falou isso, então que acelerei, e ele gozou, gemeu alto e eu continuei e ele não parava de gemer, ele ficou com tanta tesão, que até parou de me punhetar, então, vendo que eu havia acabado com ele, disse,
– Você não vai terminar o trabalho aqui não?
– Vou, mas calma – ele disse respirando com a boca e muito cansado – espera um pouco, você acabou comigo, mas foi uma delícia, você sabe bater uma punheta hein, agora estou até com medo de te desapontar, acho que para superar isso, só um boquete ou eu te dar meu cu!
– Uai, se puder ser os três – arrisquei – melhor, vamos fazer um troca troca?
– Uai, vamos, mas eu que vou sentar em você, pois aí, eu controlo o tanto que essa giromba entra!
– Tá bom – respondi rindo – tá, mas quem começa?
– Posso começar com um boquete?
– Ah, deixa eu começar – insisti – vou te mostrar como se faz um boquete.
Falei e já caí de boca na rola dele
– Nossa, que maravilha, chupa tudo, me faz sair leite igual uma vaca para ordenhar – ele estava até arrepiado de tesao.
– Nossa, acabei de te fazer gozar agora e você quer de novo e mais? Tem mais gozo aí?
– Aqui tem é muito!
Não comecei a chupa-ló pelo pau, comecei chupando a teta dele, o que fez ele ficar louco, e fui descendo e lambendo, lambi cada gominho do tanquinho dele, e fui descendo, e quando cheguei no pote de ouro, passei direto e fui para as bolas, uma bola toda por vez na boca, e levando ele a loucura, e então, cheguei na sala dos potes de ouro!
Com o mastro dele na boca, lambi a cabeça, lambi cada canto daquele pau, uma garganta profunda que não mata ninguém e blow, me encheu de porra na cara e na boca, e acha q parei, não engoli a porra não, deixei ela na boca e voltei pro boquete, quem estava coordenando era ele, mas já havia acabado com ele, então, o boquete ficou igual uma punheta, e ele gozou denovo, gozou muito que ficou fraco, então era a vez de deixá-lo mais fraco, com o pau mole e deitado de barriga para cima, comecei a punheta-lo de novo, e depois de muita insistência, a vara ficou dura de novo.
Imaginem a cena que irei narrar, ele estava de pau duraço apontado para o teto, deitado de barriga (aquele tanquinho gostoso) para cima, qual o melhor jeito que sentir aquela pica? Sim, sentando um cima e com força para não pensar duas vezes, então, peguei uma camisinha, encapei a vara do bicho, joguei muito lubrificante, fiquei de pé encima da cama e blow, mirei e sentei sem dó, sentei com tudo, que até senti meus pelos recém aparados roçarem na virilha dele.
Pra que eu tinha feito aquilo, arrependi com dor na hora, sério, acho q a cabeça da jiromba acertou minha amídala, que coisa grande e grossa, doeu e muito, mas valeu a pena, pois perdi a virgindade anal com gosto, e cavalguei bem, e ele sem fazer nada, só gemeu, nem levantou a mão da cama, só ficou lá parado e eu ralando a mandioca dele!
– Nossa, desse jeito você vai me matar – ele falou enquanto gemia e estando fraco – estou acabado, uma vez, transei tanto com uma mina, que pensei que nós íamos desmaiar, mas hoje você estrapolou o meu limite! Que gostoso hein, vai ser difícil eu fazer melhor
– Nossa, acho que a cabeça da sua pica acertou minhas amídala – falei enquanto cavalgava e respirando cansado – e você goza hein, pqp, na punheta gozou quase um litro, no boquete, quase me afoguei, agora espero que não tenh… – enquanto eu falar, ele gemeu alto e blow, gozou de novo!
– Nossaaaa – falou meio urrando depois de gozar – hoje eu morro, sai daí, deixa minha pica ficar mole um pouco
– Calma, enquanto eu não cansar eu não paro, vou acabar com você – falei enquanto cavalgava – eu ainda tenho que gozar e meu pau nem duro está!
– Eu te punheta, só para de cavalgar, que eu te punheta
– Ok, mas eu vou ficar sentado bem aqui com essa jiromba, e se ela ficar mole, que fique aqui dentro – falei e parei de cavalga mas fiquei sentado e a pica dele ainda estava dura.
– Você gostou hein!
– Nossa, eu amei, transar com mulher é uma delícia, mas homem sabe o que faz para agradar o outro, sabe o jeito certinho e como manusear a parada – enquanto ele falava, me punhetava – uma vez, sai com a (uma menina que era da nossa escola, tinha fama de rodada) e por ela ser rodada, pensei que era profissional, mas nem a punheta ela acertou, acho que ela pensou que estava dirigindo um carro e que meu pau era o câmbio de passar as marchas, já você, sabe bem bater uma punheta, é profissional pois faz em você mesmo!
– E você devia ser professor de como derrubar qualquer homem, pois estou acabado.
Eu não estava querendo gozar, pois ele já me punhetava a uns 15 minutos e nem sentindo, meu pau muito duro eu estava, mas aí foi quando eu descobri que tenho um fetiche por pau, pois ele se levantou e o pau dele que estava mole, ficou balançando, instantânea meu pau ficou duraço e então, ele me punhetou, mas, fiquei com a mão no pau dele, brincando com as bolas, e que delícia, ficar passando a mão em um pau mole recém estraçalhado é muito bom, e então, gozei, gozei um tanto suficiente, e fomos dormir, dormi deitado com a cabeça no peito dele, e da forma como eu estava deitado, o bico do peito dele estava bem na frente da minha boca, então, até pegar no sono, fiquei brincando de passar a ponta da língua no peito dele e ele ficando todo arrepiado, óbvio que dormimos pelados e foi ótimo.
No outro dia, eu acordei e ele ainda estava dormindo, então resolvi acordar ele de uma forma diferente, fiquei de pé encima da cama, e como eu estava de pau mole, ajoelhei, até ficar roçando meu pau na boca dele, e ele dormia meio que de boca aberta, então, a cabeça do meu pau, ficou roçando os dentes dele, até que forcei para abrir sua boca, e coloquei meu pau mole lá dentro e então ele acordou. Assim que ele havia acordado, já estava com meu pau na boca dele, então, vendo que ele estava acordado, me levantei e então ele me perguntou:
– Deixa eu chupar! Gosto de leite quente quando acordo!
– Eu deixo, mas vai lá escova os dentes!
– Tá bom, vou escovar – falou já levantando e indo para o banheiro.
Após ele escovar os dentes, fui nele e o beijei de língua, um beijo que durou uns 30 segundos, e deitamos na cama, e como já estávamos pelados, rolou um beijo gostoso de despertar nossos paus, mas não podíamos demorar, pois todos tinham que estar no lobby as 10:30 pois iríamos para um parque, então, ele estava irreconhecível, pois como estamos de pau duro e pelados, ele ficou de quatro na cama e pediu para eu só socar no cu dele uma vez para ele sentir e saber o que o aguardava a noite, então, peguei uma camisinha, coloquei no pau, joguei um pouco de lubrificante e soquei sem dó
– Aí – falou ele quando enfiei de uma vez – nossa, que pauzao de acabar com cu – e deu uma gemidinha.
– Isso é o que te espera hoje a noite
Como já estava com o pau nele, resolvi aproveitar, comecei a comer aquele cu e como estávamos atrasados e precisávamos tomar banho, sem tirar o pau do cu dele, falei para ele virar e ficar de frente para mim, então, disse para passar as pernas dele ao redor do meu corpo, então, eu o segurei meio que no colo e de pé, e fui comendo ele é fomos para o banheiro, lá, sentei no vaso e ele começou a cavalgar no meu pau e entao, ligamos o chuveiro e eu ainda segurando ele, então, entramos debaixo do chuveiro e eu comi o cu dele enquanto tomávamos banho, e então, gozei, e dessa vez eu gozei mesmo, gozei tanto, que a camisinha estourou no cu dele e enchi o cu dele de porra, que escorreu, e foi gostoso, então, lavei o cu dele com o dedo, bem lavado, e nos beijamos, mas saímos e nos arrumamos e no elevador ele disse:
– Nossa, você é profissional hein, acabou comigo ontem e hoje, estourou meu cu, que eu não estou conseguindo nem andar direito!
– E hoje a noite tem mais, hoje eu quero comer esse cuzinho mais umas três vezes, quero deixar esse seu cuzinho bem domado pela minha pica!
– Não vejo a hora!
E nos encontramos com o resto do pessoal e fomos!
Depois de um dia todo no resort, era 18:00, hora se ir embora, e de comer um cu que estava perto de mim o dia todo, então, pegamos um micro ônibus e voltamos para o hotel, assim que chegamos no hotel, ficamos por último no o ônibus e descemos, e então veio um funcionário perguntar se ainda queríamos trocar de quarto, então dissemos que não precisava, pois havíamos inclusive separado tudo, que havíamos arrumado até o quadra roupa, então o funcionário pediu desculpas novamente e nos dissemos que não havia problema, e subimos o mais rápido para o quarto.
Assim que chegamos, tivemos a ideia de mandar mensagem para o pessoal, avisando que não iríamos descer naquela noite pois estávamos cansados, então eu avisei e ele avisou para algumas pessoas, e ficamos pelados, para estrear, fomos tomar banho, inclusive, pesquisei como que faz a chuca, e ele fez pois não queria meter com camisinha, eu também fiz, e saímos sem nos secar, e já na porta do banheiro, com o pau duro, o peguei no colo, já soquei no cu dele e nós jogamos na cama, e então ele disse:
– Vamos transar igual doido
– Claro, essas transas estão sendo melhor que todos que já tive com minas
– Eu também!
Comi ele umas 5 vezes, cada uma foi de uma forma, a primeira, transamos na cama, depois transamos no sofá que tinha no quarto, transamos no chão, transamos com ele sentado na pia do banheiro, transamos com ele de costa na porta, e depois de 5 gozadas fenomenais, uma coisa que não contei, eu terminava de gozar no cu dele, eu não tirava o pau não, ficava com o pau meia bomba no cu dele e transávamos de novo, então, depois de 5 comidas gostosas, tirei o pau daquele cu e ainda era 20:40, então, resolvemos ver pornô, como eu tinha levado o notebook e um cabo HDMI, coloquei na tv e assistimos muitos pornôs, ele bateu uma punheta em mim, enquanto eu estava sentado no pau dele, não cavalguei nem nada, só sentei e deixei o pau duro dele no meu cu enquanto ele me punhetava, e fiz o mesmo com ele, até que decidimos mudar uma coisa, então, resolvemos dar a louca, chamamos duas amigas nossas que eram bem rodadas que nos dois já havíamos comido elas (em momentos diferentes) para fazer um surubão, e elas aceitaram, então, ela foram até no quarto, para elas entrarem normal, deixei um canto do cartão saindo para fora da porta e falei que era só pegar ele e abrir a porta, mas o que aprontamos, foi que quando elas abrissem a porta, vissem nos fazendo um 69 na cama.
Então, chegaram e pegaram o cartão e abriram a porta, e viram eu chupando ele e ele me chupando, e então paramos ao mesmo tempo e ficamos lado a lado de pau duro e as duas ficaram impressionadas com nossas picas, então rapidamente, já caíram de boca, cada uma em uma pica, e foi um bom boquete, nada comparado ao dele em mim e nem eu nele, mas foi bom, e fudemos elas com vontade, fizemos até dupla penetração em ambas, elas nos viram transar, fizemos de tudo, eu havia inclusive levado alguns brinquedos na mala, como duas bucetas de plástico e dois mega paus de borracha e usamos também, e ainda era o final do primeiro dia completo da viajem, e ficaríamos 5 dias, restava somente 4 para nos divertirmos, e foi apenas nesse dia, que elas participaram, nos outros dias, foram só nós dois.
Elas não dormiram no nosso quarto, nos transamos e elas foram embora, então, brincamos mais um pouquinho, e dormimos com ele me penetrando, ele estava de pau duro, então sentei e ficamos de lado e dormimos, e no outro dia, o pau dele ainda estava no meu cu, mole, mas estava, havíamos dormido agarradinhos, então, acordei primeiro, e com o pau dele ainda no meu cu, deixei, apenas joguei um pouco de lubrificante e mole comecei um vai e vem, mas para deixá-lo duro, comecei a chupar a teta dele e o bicho acordou dentro do meu cu, e como ele também acordou, me fudeu e gozou no cu, já comecei o dia com o cu cheio de porra.
– Bom dia cavalo – disse eu ainda com uma voz meio de sono – já gozou no meu cu né, agora vou ali limpar, mas você vai comigo!
– Bom dia minha puta mais safada – também com voz de sono – queria hoje ser a sua puta, me fode!?
– Claro, então vem comigo – falei já levantando e indo em direção ao banheiro e sentei no vaso para tirar a porra dele do meu cu – vou sentar no vaso e você vai sentar na minha pica e enquanto eu dou uma cagada, encho seu cu de porra.
– Que delícia!
Então, sentei no vaso e logo meu pau começou a ficar duro, mas para acelerar o processo, ele me pagou um boquete para deixar também, um pouco mais escorregadio e já com o pau duro, ele sentou e começou a cavalgar, então eu disse:
– Calma, deixa eu sentir antes como está seu cu – falei isso e como ele já havia parado de quicar, forcei meu pau no cu dele até sentir com a cabeça a próstata dele, e então sem do, comecei a fuder batendo no mesmo lugar, então rapidamente ele disse
– Nossa, que delícia – falou gemendo – você sabe o lugar em que tá me deixando com um fogo enorme
– Fica caladinho puta e deixa eu fuder, aqui puta não fala – falei meio agressivo, despertando o fetiche dele
E fudemos com vontade, comi o cu dele bem gostoso, então eu gozei e parei, e então, ele continuo e me levou as alturas me fazendo gozar mais uma vez e percebi algo, no primeiro dia quando comi ele, ele ficou de pau duro o tempo todo e gemendo um pouco de dor, hoje o pau dele ficou mole enquanto eu comi ele, ou seja, ele está gostando e está normal, então, levante do vaso ainda com o pau no cu dele e fomos tomar banho, tomamos um banho juntos, ele me punhetou e eu punhetei ele é brincamos bastante e como havíamos acordado cedo, pois era 8:00 quando havíamos terminado de tomar banho e tínhamos que estar no saguão do hotel as 10:00, descidinha ir a sex shop para comprar alguns brinquedos, e como nos dois já éramos maior de idade, apenas mandei uma mensagem para um responsável da escola, dizendo que iríamos sair para ir olhar algumas roupas e que 10h estaríamos novamente no hotel, e então, chamamos um Uber e marcamos um supermercado perto do sex shop e pronto, e para não dar na telha, entramos cada um de uma vez e sozinho fingindo que nem nós conhecíamos e compramos várias coisas e voltamos para o hotel era ainda 8:40, então resolvemos brincar um pouco.

Mas o resto dos dias picantes entre nós dois vai ficar para outro dia

Como alguns vem acompanhando, contei somente os dois primeiros dias e a chegada ao hotel, e falta mais 3 dias, e por agora, acompanhe os próximos

As 10:00 descemos para o saguão e fomos para o parque aquático, e voltamos era 17:00 para o hotel, pois uma menina havia caído e se machucado (apenas havia ralado a perna) e todos já estavam cansados, então voltamos para o hotel uma hora antes, nos dois já chegamos e quarto e já tiramos a roupa pois só ficamos pelados no quarto, e ele estava lindo pelado, já estava voltando a crescer pelos nele e perguntei se não podia raspar e eu também estava precisando de uma depilação, então, ele sentou na cama, ficou com as pernas um pouco abertas e apoiou os braços para trás e ficou meio inclinado quase deitando e me pediu para depila-lo, e que tesao foi depila-lo, ele tinha muito pelo e tudo, peito, abdômen, pernas, virilha, na bunda e foi uma delícia depila-lo, ja que estavamos em um hotel, nao vimos problema em sujar as coisas, então, ele deitou pelado na cama e passei creme de barbear nele todo e fui depilando.
Meus senhores, ele ja era gostoso com pouco pelos, mas depilado e lisinho igual a uma garrafa pet, ele estava muito mais gostoso, e foi a hora de usarmos os brinquedos que tínhamos comprado no sex shop, o primeiro foi um óleo, ele sentou em uma poltrona totalmente pelado e meio inclinado nao sentando a 90° deixando o tanquinho meio na diagonal, e foi onde eu comecei, pois joguei muito oleo no peito dele e foi escorrendo e comecei a passar a mão, e sentir os gominhos da barriga dele na minha mão, foi muito gostoso, e ele foi ficando uma delícia.
– Passa logo no meu pau, aproveita e me bate uma pq quero gozar – disse ele me dando um tapa na cara
– Nossa, to me sentindo uma puta depois desse tapa – falei enquanto pegava em um dos côcos dele e apertei – posso ser a sua puta, mas quem ta mandando sou eu!
De piraça, desci para as pernas e deixei ele so na vontade, então, decidi que seria bom deixá-lo um pouco sem folego, então, eu fui no banheiro e peguei uma dos consolos que haviamos comprado – peguei o maior e mais grosso, era uma pica negona quase da grossura de uma garrafinha de agua natural e quase uns 30cm – tambem peguei uma venda – aquele tapa-olho – e algumas algemas, então, fui ate ele e pedi para que fechasse os olhos.
– Mas qual o porquê voce quer que eu feche meus olhos? – perguntou ele
– Pois vou te fazer uma surpresa – disse eu fazendo uma cara de safado – e fecha logo, antes que arrebento seu cu largo, minha puta safada
– Nossa, meu macho é gostoso e bravo hein!
Entao, ele fechou e eu o algemei e o prendi na cabeceira da cama, fiz ele ficar de perna aberta e era hora de satisfazê-lo.
Fui no banheiro para pegar novamente o consolo, mas para que ele não desconfiasse, eu primeiro chupei a pica dele que mesmo mole é uma delícia e era hora, peguei e sem exitar, joguei um pouco de lubrificante na cabeça do mastro e falei para ele se levanta pois ia sentar, ele obedeceu ficando meio suspenso e entao eu posicionei a piroca embaixo do cu dele e disse:
– Agora voce pode sentar, mas cuidado pois meu pau esta um pouco cansado de arrombar esse seu cu – falei com um tom de graça.
– Coitado, voce me arrombou? Quando? Pois essa piroquinha que voce tem entre as pernas, nao faz nada – falou ele também rindo – mas a minha faz, a minha ja acabou com você e com outras minas, em você, eu acabei com o seu cu e afundei na sua garganta, e em algumas minas, a buceta delas ate cresceu.
– Então, senta ai na minha piroquinha, quero gozar mas tambem quero fazer voce gozar!
– Vou sentar, e vou sentar com vontade, pois essa coisa nem faz diferença

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *